terça-feira, 30 de junho de 2020

7 Maravilhas da Cultura Popular — votações para as candidaturas do Pico


Já é possível votar nos candidatos às 7 Maravilhas da Cultura Popular, sendo que a ilha montanha encontra-se representada com três candidaturas [clicar nelas para saber mais]:
Cada chamada tem um custo associado de 0,60 € + IVA, não havendo limite de chamadas por pessoa.

Estas culturas picoenses participarão agora na respetiva eliminatória regional (dedicada aos Açores), a qual será uma das 20 em antena a partir do dia 6 de julho na RTP1 e RTP Internacional. A candidatura que obtiver o maior número de votos populares passará diretamente para as semi-finais, enquanto que a segunda mais votada poderá ainda ser repescada.

As semi-finais estão agendadas para os dias 23 e 30 de agosto; a 5 de setembro será efetuada a Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular, no prime-time da RTP.

Haja saúde!


segunda-feira, 29 de junho de 2020

Retoma da normalidade nas carreiras públicas regulares de transporte de passageiros no Pico


A partir de hoje, 29 de junho de 2020, a empresa Cristiano, Limitada retoma a normalidade nas carreiras públicas regulares de transporte de passageiros na ilha montanha.

Mais concretamente, passam a existir, de segunda a sábado, duas viagens de ida e volta por dia, quer na carreira do norte, quer na do sul. Por outro lado, aos domingos e feriados mantém-se a única viagem de ida e volta em cada uma das carreiras.

Recorde-se que no separador "Autocarros" deste blog é possível encontrar os horários das carreiras públicas de passageiros que servem a ilha do Pico de forma regular.

Haja saúde!



sexta-feira, 26 de junho de 2020

Antiga pesqueira de São Roque do Pico está a ser recuperada


Após a força do mar de fevereiro último ter provocado estragos na antiga pesqueira da vila de São Roque do Pico, situada junto ao "Cais Velho" e sob o olhar da estátua do rei D. Dinis, a mesma encontra-se agora em fase de recuperação, tal como comprovam as imagens em anexo.

De referir ainda que embora o cerne da pesqueira já não exista, o património restante é bastante relevante, nomeadamente por apresentar, numa área relativamente pequena, uma elevada concentração de namoradeiras (quiçá a maior da ilha do Pico).

Haja saúde!




quinta-feira, 25 de junho de 2020

Espaços públicos de São Roque do Pico terão Wi-Fi gratuito


O Município de São Roque do Pico está a instalar em espaços públicos das cinco freguesias do concelho uma rede gratuita de acesso à internet sem fios.

A iniciativa resulta de uma candidatura ao projeto ‘WIFI4EU’ financiado pela Comissão Europeia que permite disponibilizar pontos de acesso à internet gratuitos e seguros nos principais locais de interesse.

O projeto atribui ao beneficiado um vale de 15 mil euros para a instalação dos pontos de acesso Wi-Fi em espaços públicos, ficando os custos de manutenção da rede a cargo do Município de São Roque do Pico.

Esta instalação, que inclui acesso de fibra ótica e os respetivos equipamentos, possibilita que espaços de referência no concelho fiquem dotados com uma rede de alta qualidade de internet, combatendo, desta forma, a exclusão digital.

A instalação, que deve ficar concluída até fevereiro do próximo ano, vai abranger 11 espaços públicos com acesso wireless, nomeadamente Lajido e Largo da Igreja de Santa Luzia, Parque de Campismo da Furna, Praceta dos Baleeiros, Piscina do Cais, Largo da Igreja e Poças de São Roque, Poça Branca e Largo da Igreja da Prainha, Porto e Largo da Igreja de Santo Amaro.

[Fonte: CMSRP]

Haja saúde!

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Vista aérea das Ribeiras


Apresenta-se, em anexo, um vídeo da autoria de António Faria, o qual mostra imagens aéreas da freguesia das Ribeiras, concelho das Lajes do Pico.

Haja saúde!


terça-feira, 23 de junho de 2020

De forma exemplar e "Natural", Pico voltou a ter ligação a Lisboa


Por volta das 9h30 da manhã da passada segunda-feira, dia 22 de junho de 2020, o Aeroporto da ilha do Pico voltou a receber, após pouco mais de três meses, um voo proveniente de Lisboa. Em concreto, o voo S4141 da Azores Airlines, operado no A320 de matrícula CS-TKQ — com a recente pintura "Natural" — aterrou com 113 passageiros a bordo.

À chegada, e de acordo com as regras em vigor de combate à pandemia de COVID-19, todas as pessoas desembarcadas foram divididas em duas filas: uma para quem trazia consigo o teste à COVID-19, outra para quem ia realizar esse teste à chegada.

De formar exemplar, os profissionais de saúde tomaram nota dos dados pessoais dos recém-chegados, realizaram as colheitas devidas e informaram de forma muito eficiente quando e onde seria feita a recolha para o segundo teste requerido pelas autoridades regionais.

Para quem pretendia ficar na ilha montanha, foi distribuído um panfleto informativo, muito bem elaborado, contendo todas as informações e contactos relevantes.

Quem ainda não tinha teste e pretendia ir para as ilhas vizinhas por via marítima (São Jorge e Faial) foi encaminhado para um hotel (com as custas pagas pelo Governo Regional), ficando aí em isolamento profilático até saber o resultado do teste.

De ressalvar que passageiros com crianças e as pessoas com mobilidade reduzida tiveram a devida prioridade à chegada — saliente-se como estas ligações diretas representam uma enorme mais-valia para quem tem mobilidade reduzia, pois assim conseguem chegar ao destino Pico sem ter de fazer qualquer tipo de escala noutra ilha.

Por outro lado, o aeroporto do Pico mostrou ser capaz de acomodar estes novos procedimentos, uma versatilidade que comprova como esta infraestrutura foi construída com visão de futuro e tendo por base uma contínua e crescente procura pela ilha montanha.

Nota ainda para o facto de este voo ter trazido uma elevada quantidade de carga aérea, isto para além de correio e da bagagem dos passageiros, o que é também uma boa notícia para a economia picoense, a qual volta assim a ter uma forma rápida e direta para poder exportar os seus produtos.

Por fim, uma nota mais pessoal: para além da imensa alegria de poder rever a família, este regresso dos voos Lisboa/Pico e toda a logística montada por diversas entidades da ilha montanha representou um enorme orgulho por demonstrar como os picarotos, de forma exemplar, souberam receber quem vem de fora e pretende chegar ao Pico nestes tempos de pandemia de COVID-19.

Haja saúde!






segunda-feira, 22 de junho de 2020

Concerto da Filarmónica Recreio Santamarense em 1987 (vídeo)


A internet tem destas coisas fantásticas: graças a vídeos partilhados por José Costa, é possível viajar no tempo, sendo que neste caso o destino é o ano de 1987.

Mais concretamente, apresentam-se em anexo alguns vídeos de uma atuação da Filarmónica Recreio Santamarense, originária da freguesia de Santo Amaro, concelho de São Roque do Pico.

Poder-se-ia destacar inúmeras coisas, mas como imagens valem mais do que mil palavras, nada como ver (e ouvir) os vídeos

Haja saúde!




domingo, 21 de junho de 2020

Retoma dos voos Lisboa / Pico / Lisboa


Na próxima segunda-feira, 22 de junho de 2020, está prevista a retoma dos voos diretos entre a capital portuguesa e a ilha montanha.

Após pouco mais de três meses de interregno, os voos Lisboa / Pico / Lisboa serão operados nesta era COVID-19, e até ao final de junho, duas vezes por semana, nomeadamente às segundas-feiras e sábados.

A partir de julho, as frequências semanais entre a capital portuguesa e a ilha montanha aumentam para quatro (segundas, quartas, quintas e sábados), situação essa que se manterá até meados de setembro.

Por outro lado, existem alguns novos procedimentos, devido à COVID-19, que merecem ser destacados:
  • O uso de máscara é obrigatório no acesso e permanência nos aeroportos e aviões;
  • Cada passageiro apenas pode transportar na cabine uma bolsa, uma pasta ou mochila para computador portátil e artigos de bebé.
  • Apresentar comprovativo, em suporte papel, de documento emitido por laboratório nacional ou internacional, que ateste a realização de teste de despiste ao SARS-CoV-2, realizado pela metodologia RT-PCR, nas 72 horas antes da partida do voo do aeroporto de origem, de onde conste a identificação do passageiro, o laboratório onde o mesmo foi realizado, a data de realização do teste e o resultado NEGATIVO;
  • Realizar, com recolha de amostras biológicas à chegada, teste de despiste ao SARS-CoV-2, a promover pela autoridade de saúde, devendo permanecer em isolamento profilático no seu domicílio ou local onde está alojado, até lhe ser comunicado o resultado do mesmo;
  • Regressar ao destino de origem ou deslocar-se para qualquer destino fora da Região, cumprindo, até à hora do voo, isolamento profilático em hotel indicado para o efeito.
Nos dois primeiros casos, e prolongando-se a estadia por sete ou mais dias, o passageiro deve, no 6.º dia a contar da data de realização do teste de despiste ao SARS-CoV-2, contactar a autoridade de saúde do concelho em que reside ou está alojado tendo em vista a realização de novo teste de despiste ao SARS-CoV-2, a promover pela autoridade de saúde local, cujo resultado ser-lhe-á comunicado.

Todos horários dos aviões que servem a ilha do Pico de forma regular encontram-se disponíveis no separador "Aviões" deste blog.

Haja saúde!

sábado, 20 de junho de 2020

Cancelada Semana dos Baleeiros 2020


A edição de 2020 da "Semana dos Baleeiros" foi cancelada. No entanto, a Câmara das Lajes do Pico admite que pode vir a realizar algumas iniciativas pontuais para minimizar os impactos económicos e sociais do cancelamento das principais festas concelhias.

Este cancelamento junta-se assim a outros já anunciados, em particular no que concerne às restantes principais festas da ilha montanha, "Festas da Madalena" e "Cais Agosto", comprovando-se assim que a pandemia de COVID-19 conseguiu confirmar o adágio não há duas sem três!

Haja saúde!


sexta-feira, 19 de junho de 2020

Ave rara avistada no Pico (e pela primeira vez nos Açores)


No passado dia 16 de junho de 2020, Nuno Gonçalves teve a felicidade de observar um estorninho-rosado (Pastor roseus) em Santo Amaro, freguesia nortenha da ilha montanha (pertencente ao concelho de São Roque do Pico).

Esta observação não só constituiu uma "raridade", ou seja, uma ave que apareceu fora da sua área normal de ocorrência, mas também foi o primeiro registo desta espécie nos Açores — mais informações sobre este avistamento disponíveis na página de Facebook do Clube de Observação de Aves do Triângulo.

Os estorninho-rosados adultos são inconfundíveis: dorso e peito rosados, coroa e asas pretas. Esta ave tem uma distribuição que vai desde a Índia à Croácia, não passando o Mediterrâneo, daí ser uma raridade em Portugal continental e quase impensável que chegasse aos Açores.

Para finalizar, e como prova da importância deste avistamento, várias pessoas de outras ilhas açorianas, habituadas a fazer birdwatching, rumaram ao Pico, de propósito, em busca desta ave.

Haja saúde!


quinta-feira, 18 de junho de 2020

Instituto da Vinha e do Vinho dos Açores avança com sede no Pico


O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou ontem que está concluído o processo para a criação do Instituto da Vinha e do Vinho dos Açores, de abrangência regional, que terá sede na ilha do Pico, para melhor responder aos desafios do setor vitivinícola.

Com esta estrutura pretende-se obter ganhos de eficiência e eficácia na resposta às necessidades existentes, bem como reforçar a aposta na qualidade, na autenticidade e na genuinidade do vinho dos Açores.

“Além da elaboração de um estudo sobre a necessidade da criação deste Instituto e sobre os seus efeitos relativamente ao setor onde vai exercer a sua atividade, a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, com o apoio de um grupo de trabalho criado para o efeito, também já concluiu a proposta de Decreto Legislativo Regional que cria o Instituto da Vinha e do Vinhos nos Açores e o Decreto Regulamentar Regional que aprovará os respetivos estatutos”, afirmou João Ponte, acrescentando que os diplomas serão em breve remetidos ao Conselho do Governo.

O governante adiantou que o Instituto da Vinha e do Vinho dos Açores terá por missão a definição, coordenação e execução da política de valorização e preservação da vinha, do vinho e das bebidas espirituosas produzidas na Região Autónoma dos Açores, assim como da política de promoção e divulgação dos respetivos produtos vitivinícolas.

O Instituto da Vinha e do Vinho dos Açores vai integrar instituições ligadas ao setor, nomeadamente a CVR Açores e o Laboratório Regional de Enologia, bem como as competências das direções regionais da Agricultura e do Desenvolvimento Rural e dos Serviços de Desenvolvimento Agrário afetos ao setor da viticultura.

Para João Ponte, justifica-se, assim, a existência de um organismo que funda as competências pertencentes a algumas das estruturas que atualmente trabalham de forma independente, que racionalize e rentabilize os meios e os recursos afetos às mesmas, que permita uma maior integração e interligação de todas as respostas que o setor necessita e que promova os produtos vitivinícolas regionais de forma concertada, em suma, que potencie sinergias, com benefícios acrescidos para todos os agentes intervenientes no setor.

O Secretário Regional salientou que a vitivinicultura é um setor altamente concorrencial que, à medida que ganha escala e conquista prestígio, responsabiliza cada vez mais todos os agentes e entidades envolvidos na respetiva fileira, pelo que é necessário a Região dar este passo, que se enquadra no processo de modernização e de otimização do funcionamento da Administração Pública Regional.

“O setor vitivinícola regional depara-se com importantes desafios, fruto do forte impulso que conheceu nos últimos anos, quer por força da reabilitação de muitos hectares de vinha, surgimento de novos vinhos e produtos vitivinícolas que se têm vindo a afirmar no mercado devido à sua singularidade e qualidade", afirmou João Ponte.

O Secretário Regional acrescentou que, "além disso, a pandemia trouxe-nos novos desafios, desde logo ao nível da comercialização e da sustentabilidade do setor”, referiu João Ponte, considerando que se impõe uma nova estrutura para todo este setor, moderna e capaz de dar uma resposta adequada a todos os agentes envolvidos, desde a produção, passando pela transformação e até à comercialização.

[Fonte: GaCS]

Nota final para o facto de este ser um momento histórico: pela primeira vez não só a ilha montanha terá a sede de um instituto da Administração Pública Regional, mas também este instituto será o único que estará localizado fora das ilhas onde se situavam as antigas capitais de distrito (S. Miguel, Terceira e Faial). Por outras palavras, a ilha do Pico passará assim a ser um centro de decisão regional, nesta caso no âmbito da vitivinicultura, o que também contribui para um desenvolvimento mais harmonioso dos Açores.

Haja saúde!




quarta-feira, 17 de junho de 2020

O Pico e a neve em junho nos Açores


No passado fim de semana, mais concretamente no dia 14 de junho de 2020, o Pico foi notícia a nível nacional: em pleno mês de junho havia neve na ilha montanha. Este acontecimento, embora raro, não é inédito, sendo que vale a pena dissertar um pouco sobre o que ele representou.

Em primeiro lugar, note-se que este foi, em muitos meses, um dos poucos usos da palavra "pico" que não esteve associado à pandemia de COVID-19, bem como foi uma referência à ilha do Pico pela positiva.

Por outro lado, a neve que caiu sobre o ponto mais alto de Portugal, a poucos dias da chegada oficial do verão, permitiu que muitos turistas ficassem a saber que a montanha do Pico também pode ficar coberta de branco; isto parece um tanto ou quanto óbvio para qualquer picaroto, mas acreditem que há muita gente que não acredita que no Pico também neva...

É justo ressalvar que a notícia tem mais impacto não pela neve na ilha montanha só por si, mas sim pelo facto de ter ocorrido em junho. A verdade é que não é a primeira vez que tal acontece, nem será a última; há quem se recorde de fenómeno semelhante em 2016 ou em 2014 [tal como noticiado neste blog], sendo que não há registos estatísticos públicos que permitam uma análise concreta sobre a matéria. Além disso, pode ainda ocorrer a queda de neve por entre o meio das nuvens, seguida de derretimento, isto sem que ninguém se aperceba, caso esteja junto às zonas habitacionais picoenses.

No entanto, há uma originalidade associada ao evento do passado fim de semana: foi a primeira vez que foi filmado, in loco, a queda de neve em junho na ilha do Pico [vídeos em anexo].

Por fim, uma coisa é certa: mais uma vez a natureza mostrou como a paisagem da montanha do Pico não é estática, o que reforça o porquê da sua contemplação, quer dos picarotos, quer de quem nos visita.

Haja saúde!



















terça-feira, 16 de junho de 2020

Webinar debate futuro do Turismo Rural na ilha do Pico


O ‘Futuro do Turismo Rural na Ilha do Pico-Capital do Turismo Rural’ será o tema em debate no primeiro Webinar promovido pela Associação Portuguesa de Turismo Rural (APTERN), que irá decorrer a 18 de junho.

O seminário online, com início às 17h00 [hora dos Açores], contará com a participação de Daniel Assunção, em representação da Câmara Municipal de São Roque do Pico; Benedita Simas, do empreendimento turístico Lava Homes & Restaurante Magma; Manuel Costa Júnior, Diretor do Museu do Pico; Miguel Chu, proprietário da empresa de animação turística marítima-Aqua Açores; Filipe Ferreira, proprietário da empresa de animação turística terrestre-Terra Alta e Jorge Santos, presidente da APTERN.

As conversas poderão ser acompanhadas em direto na página da rede social Facebook da APTERN — https://www.facebook.com/aptern/ — uma associação de âmbito nacional, sem fins lucrativos, fundada em 2004, por alunos do curso de Ecoturismo/Eco-agroturismo.

De recordar que São Roque do Pico detém desde 2013 a marca 'Capital de Turismo Rural', que tem servido de suporte a todas as atividades turísticas, permitindo dar a conhecer o melhor que o concelho tem ao nível do alojamento rural, gastronomia, paisagens e locais para momentos de descontração e lazer.

Haja saúde!

Post scriptum: link para resumo jornalístico deste webinar.


segunda-feira, 15 de junho de 2020

Início do "barco das 8 da noite" na Linha Azul da Atlânticoline - verão 2020


À semelhança do que vem acontecendo nos últimos anos durante o verão, a ilha do Pico passa a dispor, a partir de hoje, de mais uma ligação marítima na Linha Azul da Atlânticoline.

Em concreto, passa a existir o "barco das 8 da noite" entre as ilhas do Pico (Madalena) e do Faial (Horta), isto de segunda a quinta-feira. Por outro lado, à sexta-feira, sábado e domingo, essa viagem é substituída pelo "barco das 10 da noite". Este horário manter-se-á em vigor até 15 de setembro de 2020.

Recorde-se que no separador "Barcos" deste blog é possível encontrar os horários dos navios de passageiros que servem a ilha do Pico de forma regular, bem como os horários dos navios de mercadorias que escalam o principal porto comercial da ilha montanha.

Haja saúde!






Rotas de passageiros:
Rotas de mercadorias:
Previsão de entradas e saídas de navios - Porto do Cais do Pico:

domingo, 14 de junho de 2020

Horários Atlânticoline — Linha Branca e Linha Lilás 2020


Com a chegada do verão, a Atlânticoline passa a dispor de mais duas rotas: a Linha Branca e a Linha Lilás.

Mais concretamente, a Linha Branca (uma estreia) ligará, às segundas e sextas-feiras, todas as ilhas do Grupo Central dos Açores, ou seja, Faial (Horta), Pico (Cais do Pico), São Jorge (Velas), Graciosa (Praia) e Terceira (Praia da Vitória).

Em relação à Linha Lilás, esta ligará as ilhas do Triângulo (e em concreto os portos de Horta, Madalena, Cais do Pico e Calheta) à ilha Terceira (nomeadamente ao porto de Angra do Heroísmo), isto às terças-feiras e aos sábados.

Em ambas as linhas supracitadas, os horários manter-se-ão em vigor até 15 de setembro de 2020.

Recorde-se que no separador "Barcos" deste blog é possível encontrar os horários dos navios de passageiros que servem a ilha do Pico de forma regular, bem como os horários dos navios de mercadorias que escalam o principal porto comercial da ilha montanha.

Haja saúde!







Rotas de passageiros:
Rotas de mercadorias:
Previsão de entradas e saídas de navios - Porto do Cais do Pico:

sábado, 13 de junho de 2020

Prémio de Escrita MiratecArts 2021


Encontra-se aberto o concurso ao "Prémio de Escrita MiratecArts 2021", subordinado ao tema "Whalewatching, baleeiros, baleação, baleias", enquadrado assim no programa da Década do Oceano.

Escritores açorianos e escritores a viver nos Açores têm, assim, uma oportunidade para mostrarem os seus talentos neste concurso da MiratecArts que oferece prémios aos vencedores, incluindo publicação da obra vencedora, numa coletânea, e ainda uma participação de destaque numa futura edição do Azores Fringe, no Encontro Pedras Negras (inclui viagem inter-ilhas e 2 noites de estadia).

Qualquer forma de escrita, da poesia à prosa, é aceite. O texto a concurso deve ser original e ainda não publicado em qualquer meio, incluindo blog.

As condições de participação são:
  1. O concorrente deverá ser residente nos Açores, ou açoriano de nascença, bem como deverá ser maior de 16 anos de idade e estar inscrito na plataforma www.discoverazores.eu (nota — os premiados em edições anteriores não podem participar).
  2. Características do material a concurso: o texto deverá ser original e possuir um mínimo de 500 e um máximo de 20 mil caracteres, sendo que o trabalho deverá ser apresentado em formato WORD.
  3. O trabalho concorrente deverá estar subordinado ao tema "Whalewatching, baleeiros, baleação, baleias", da forma que o artista entender.
  4. Os trabalhos serão aceites através do email info@mirateca.com até ao dia 30 de janeiro de 2021.
  5. A mensagem de inscrição no concurso deverá incluir nome, telefone e uma frase respondendo à seguinte questão: "Porque participa neste projeto?" (nota — o documento do texto não deve ser identificado com o nome do autor).
Os finalistas serão contactados no verão de 2021 e apenas o vencedor do prémio será anunciado em público.

Mais informações podem ser encontradas em www.discoverazores.eu.

Haja saúde!


sexta-feira, 12 de junho de 2020

Melhoramentos nas Poças de São Roque


Com vista a melhorar as condições dos banhistas, as entidades locais competentes de São Roque do Pico efetuaram recentemente uma intervenção nas Poças de São Roque [fotos em anexo]. Mais especificamente, foram retiradas inúmeras pedras, nomeadamente de grandes dimensões, de forma a aumentar a área de banhos (quer em largura, quer em profundidade).

Recorde-se que as Poças de São Roque são uma das Zonas Balneares Oficiais da ilha do Pico, as quais têm reconhecida e comprovada qualidade.

Haja saúde!





quinta-feira, 11 de junho de 2020

"ECO freguesias" do Pico — 2019


O concurso "ECO Freguesia, freguesia limpa", organizado pelo Governo dos Açores, tem como principal objetivo reconhecer e distinguir a limpeza das freguesias açorianas e o bom desempenho dos cidadãos e das diversas entidades na preservação da qualidade ambiental.

Na edição de 2019 deste concurso, e considerando as 17 freguesias da ilha do Pico, obtiveram-se os seguintes resultados [link para a lista completa das classificações das freguesias açorianas participantes]:
  • 10 freguesias foram premiadas com um galardão (uma bandeira e um certificado), sendo que duas delas (Prainha e São Roque do Pico) obtiveram o certificado de excelência — o reconhecimento mais elevado do concurso;
  • 6 freguesias obtiveram um diploma de reconhecimento pelos esforços no âmbito do programa (atribuído nos casos em que não tenham sido cumpridos os objetivos mínimos por razões que não sejam diretamente imputáveis às juntas de freguesia);
  • 1 freguesia não atingiu os objetivos constantes no regulamento do concurso.

Destaque ainda para o facto de a freguesia da Prainha, no concelho de São Roque do Pico, pertencer ao restrito grupo de três freguesias dos Açores — a par do Corvo e da freguesia de Porto Martins (Praia da Vitória, Terceira) — que obtiveram sempre certificado de excelência de "ECO Freguesia, freguesia limpa" desde que existe este reconhecimento máximo.

Haja saúde!

"ECO freguesias" do Pico — 2019

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Zonas Balneares do Pico com ZERO poluição


Neste ano de 2020, a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável distinguiu três zonas balneares da ilha montanha com o galardão ZERO poluição [link para a listagem nacional]:

São Roque do Pico
Lajes do Pico
Madalena

Uma zona balnear ZERO poluição é aquela em que não foi detetada qualquer contaminação microbiológica nas análises efetuadas às águas balneares ao longo das três últimas épocas balneares — por outras palavras, estas zonas balneares não só tiveram sempre classificação “EXCELENTE” como apresentaram valores zero ou inferiores ao limite de deteção em todas as análises efetuadas aos dois parâmetros microbiológicos controlados e previstos na legislação (Escherichia coli e Enterococos intestinais).

Recorde-se que na ilha do Pico existem outras zonas balneares galardoadas com Bandeira Azul e com Qualidade de Ouro, galardões estes que comprovam a magnífica qualidade das zonas balneares da ilha montanha; no entanto, a melhor forma de averiguar esta situação é mesmo usufruir das zonas balneares do Pico!

Haja saúde!

terça-feira, 9 de junho de 2020

Pico entre os finalistas regionais das 7 Maravilhas da Cultura Popular


De entre os 140 finalistas regionais da edição 2020 das 7 Maravilhas de Portugal, dedicada à Cultura Popular, a ilha montanha encontra-se representada com três candidaturas [clicar nelas para saber mais]:
Estas culturas picoenses participarão agora na respetiva eliminatória regional, a qual será uma das 20 em antena a partir do dia 6 de julho na RTP1 e RTP Internacional.

Estas 20 finais regionais correspondem a 20 programas em direto, a transmitir no mês de julho, a partir dos municípios mais pequenos que estiverem a concurso, onde serão diretamente apurados os 20 vencedores, através do maior número de votos populares.

Segue-se um programa de repescagem, a realizar no dia 16 de agosto, onde o voto popular decidirá quais os 8 repescados, a partir dos 20 segundos classificados nas finais regionais. Estes 28 semi-finalistas serão distribuídos, por critérios de proximidade geográfica, em duas semi-finais, que irão apurar os 14 finalistas, a realizar nos dias 23 e 30 de Agosto. A 5 de setembro será efetuada a Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular, no prime-time da RTP.

Haja saúde!


segunda-feira, 8 de junho de 2020

2351 dias de existência


Todo o tempo, esforço e dedicação despendidos para escrever neste blog traduziram-se em inúmeros posts ao longo dos últimos anos, sendo que hoje atinge-se um momento simbólico: o blog "Cais do Pico" soma, até à data, 2351 dias de existência.

Desde 1 de janeiro de 2014 até ao presente, ou seja, ao longo dos últimos 6 anos, 5 meses e 8 dias, vários foram os temas abordados neste blog, tendo sempre como inspiração tudo aquilo que esteja relacionado com a ilha montanha, com destaque para a zona do Cais do Pico, para a vila e para o concelho de São Roque do Pico.

Por outro lado, esta "montanha" de dias de existência é celebrada com a enorme satisfação de ser recheada de publicações: em termos estatísticos, foram aqui publicados, em média, cerca de 23 posts por mês, o que significa que com uma regularidade praticamente diária (a cada 1,3 dias, em média) existiu um artigo diferente publicado no blog "Cais do Pico". Adicionalmente, existe um trabalho paralelo e constante de manter atualizadas as páginas deste site, com destaque para os horários dos barcos e dos aviões que servem a ilha montanha de forma regular.

Além disso, é um enorme regozijo sentir que o que aqui é publicado tem uma vasta audiência, pois não só este blog está perto de alcançar um total de 2 milhões de visualizações, mas também o "Cais do Pico" foi classificado como um dos 50 blogs mais lidos de Portugal!

Por fim, não vou me alongar sobre o aqui foi abordado, deixando isso para os balanços anuais passados [2014 / 2015 / 2016 / 2017 / 2018 / 2019] e futuros, mas gostaria de terminar destacando e reproduzindo um post em específico — o primeiro de todos, intitulado "Bem-vindos!":
Desde tempos remotos que a zona do Cais do Pico serve como o principal ancoradouro da ilha do Pico. Porta de entrada e saída de pessoas e bens, local fronteiriço entre o interior e o exterior da ilha montanha, no Cais do Pico muita coisa já aconteceu, acontece e acontecerá!
Este blog pretende fazer jus ao seu título: ser um ponto de comunicação do que se passa dentro da ilha do Pico e do que é notícia fora da ilha mas que influencia os picarotos, dando especial destaque à zona do Cais do Pico, à freguesia e ao concelho de São Roque do Pico.
Mais uma vez, bem-vindos! Voltem sempre!
Haja saúde!


domingo, 7 de junho de 2020

Urgências das Lajes e de São Roque do Pico reabriram parcialmente


A Unidade de Saúde de Ilha do Pico, no âmbito da retoma gradual na prestação de todos os níveis de cuidados à população dos três concelhos da ilha, reabriu recentemente o atendimento no Serviços de Atendimento Permanente (SAP) dos Centros de Saúde das Lajes e São Roque do Pico nos dias úteis da semana durante o período diurno e durante todo o mês de junho.

Esta retoma gradual foi decidida consensualmente após terem sido ouvidas as entidades idóneas na Saúde da Ilha envolvendo Delegações de Saúde, Direções Clínicas, Direções de Enfermagem e também os Presidentes dos três municípios, e resulta na retoma do atendimento assegurado entre as 08h e as 20h em todos os Centros de Saúde, exceto feriados e fins de semana.

O atendimento urgente ativado pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) nesta fase continuará concentrado no Centro de Saúde da Madalena, com a presença contínua de dois médicos em período diurno e de um médico em período noturno, com o apoio de equipa de enfermagem.

No atendimento urgente dos três Centros de Saúde, os doentes serão submetidos a questionário prévio à entrada para deteção precoce e despiste de risco de infeção pelo novo coronavírus, devendo sempre contactar a Linha de Saúde Açores 808 24 60 24 antes de se dirigirem à unidade de saúde.

A Unidade de Saúde de Ilha do Pico mantém atendimento nas Salas de Tratamento dos Centros de Saúde das Lajes e São Roque do Pico também em fins de semana e feriados entre as 08h e as 12h.

Por outro lado, foram suspensas a Consulta Complementar assegurada por médicos de família, as Linhas de Atendimento Médico e SOS Psicologia anteriormente disponibilizadas, cuja reativação pode surgir em qualquer momento face à evolução da pandemia na Região.

Haja saúde!

sábado, 6 de junho de 2020

Exposição "Mestre José Melo – um homem à frente do seu tempo"


Está patente ao público, no Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, a exposição "Mestre José Melo – um homem à frente do seu tempo", um trabalho biográfico e documental sobre o construtor naval de Santo Amaro do Pico, Mestre José Silva Melo.

O Mestre José Melo desenvolveu a sua atividade de projetista e de construtor naval, no Pico, em várias ilhas do arquipélago e nos EUA. Foi reconhecido por empresas, universidades e público especializado.

Falecido este ano, é neste contexto que se revisita e homenageia a vida e a obra do Mestre José Melo, o qua foi, pela quantidade e qualidade do seu trabalho, uma referência incontornável da construção naval da ilha do Pico.

Nota final para a "capital" da construção naval açoriana: se o Pico foi o grande centro de produção de barcos em madeira dos Açores, Santo Amaro deve ser reconhecido como o verdadeiro santuário da construção naval do Arquipélago; esta freguesia foi, durante décadas, o eixo irradiador desse complexo histórico-geográfico associado à carpintaria naval na Região.

Haja saúde!


sexta-feira, 5 de junho de 2020

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Zonas Balneares do Pico com Qualidade de Ouro — 2020


Neste ano de 2020, a Quercus distinguiu uma zona balnear da ilha montanha com o galardão Qualidade do Ouro [link para a listagem nacional]:

Lajes do Pico

Esta avaliação de Qualidade de Ouro efetuada pela Quercus é mais limitada em comparação com os múltiplos critérios para atribuição da Bandeira Azul, ao basear-se apenas na qualidade da água das praias, sendo contudo mais exigente neste aspeto em específico, para além de incluir todas as águas balneares, não envolvendo qualquer processo de candidatura.

Recorde-se que na ilha do Pico existem outras duas zonas balneares onde estará hasteada a Bandeira Azul em 2020:

São Roque do Pico

Estes galardões comprovam, assim, a qualidade das zonas balneares da ilha montanha — mas a melhor forma de averiguar esta situação é mesmo usufruir das zonas balneares do Pico!

Haja saúde!

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Escala de navios de mercadorias no Porto do Cais do Pico — junho 2020


A Transinsular publicou no seu site a escala para o mês de junho de 2020 dos navios de carga que efetuam a ligação Continente - Açores (clique na tabela seguinte para conhecer esta escala).


Os navios e as datas em que os mesmos vão visitar o Porto do Cais do Pico, na vila de São Roque do Pico, encontram-se indicados na tabela seguinte (clicando no nome do navio abre uma nova janela com a localização atual do mesmo).

DiaNavio
04 de junho (quinta-feira)Laura S
11 de junho (quinta-feira)Insular
17 de junho (quarta-feira)Ponta do Sol
23 de junho (terça-feira)Furnas

Previsão de entradas e saídas de navios - Porto do Cais do Pico: Todas estas informações encontram-se igualmente disponíveis no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!