terça-feira, 31 de agosto de 2021

LAVA 2021 - Festival Internacional de Jazz do Pico


A ilha montanha recebe de 16 a 18 de setembro de 2021 a segunda edição do "LAVA" — o festival internacional de jazz do Pico. Este evento levará música a vários cantos da ilha, passando pelas Lajes, São Roque e Madalena.

Os artistas que compõe o cartaz irão tocar por diversos espaços comerciais ao redor da ilha, num conceito intimista, cruzando a música com as fabulosas paisagens e gastronomia que se pode desfrutar no Pico.

A entrada é gratuita, sendo no entanto limitada à lotação de cada espaço; as reservas (diretamente em cada espaço) abrem a partir do dia 1 de setembro.

Em anexo fica o programa do "LAVA", sendo que mais informações sobre este festival podem ser encontradas na página de Facebook @festivallava.

Haja saúde!










segunda-feira, 30 de agosto de 2021

Aeroporto do Pico bate recorde de voos programados num só dia


O último domingo de agosto de 2021 poderia ter sido apenas mais um dia, mas não foi: neste domingo o Aeroporto da ilha do Pico recebeu os respetivos nove voos programados, representando este um novo recorde para a infraestrutura aeroportuária da ilha montanha!

Por outras palavras, nunca o aeroporto do Pico teve tantos voos programados num só dia [pese embora o recorde absoluto de escalas de aviões num só dia na ilha montanha — programadas + divergências — seja de 11]; mais concretamente, em 29 de agosto de 2021 registaram-se as seguintes nove ligações aéreas:
  • 1 voo de/para Lisboa;
  • 3 voos de/para a Terceira;
  • 5 voos de/para São Miguel.
Este novo recorde deve-se ao contínuo aumento da procura, ano após ano, da ilha montanha. Por outro lado, este recorde também se deve à companhia aérea regional, pois a SATA soube responder à procura e adicionou vários voos extras que apenas foram programados há poucas semanas (note-se que quatro dos nove voos supramencionados correspondem a voos programados bem recentemente).

Resumindo, os números não enganam: o Pico está na moda!

Haja saúde!


domingo, 29 de agosto de 2021

Pico Zen Trail


O ZEN RUN by Pico On The Run é um evento de caráter competitivo que proporciona aos participantes a oportunidade de correr ou caminhar em vários percursos, entre eles um Trail fácil (10 km) e um Trail longo (20 Km).

Os percursos permitirão aos participantes percorrer estradas e trilhos absolutamente únicos até entrar no centro da vila de São Roque do Pico.

Atividade organizada pelo grupo Pico On The Run a realizar no dia 11 de Setembro e servirá de apresentação ao Pico Zen Festival.

Mais informações (incluindo regulamento e inscrições) disponíveis em: run.picozen.pt

Haja saúde!




sábado, 28 de agosto de 2021

Preço das casas no Pico foi o que mais disparou em Portugal


O conceituado website 'idealista.pt' elaborou um relatório de preços das casas em venda em Portugal. Em particular, são apresentados os preços por m2, as variações mensal, trimestral e anual, bem como o máximo histórico do preço por m2. Ademais, e para uma análise a nível nacional, os dados encontram-se agrupados pelos 18 distritos, aos quais se somam seis ilhas: Madeira, Porto Santo, São Miguel, Terceira, Faial e Pico.

Considerando as 24 regiões supramencionadas e tendo como referência o passado mês de julho de 2021, o grande destaque vai para a ilha montanha: o Pico foi a região do país onde se registou o maior crescimento mensal do valor das casas em venda, designadamente uns impressionantes 21,4%! Aliás, esta foi a única variação mensal positiva na casa dos dois dígitos (note-se que em segundo lugar ficou o distrito de Vila Real com uma variação de +5,6%).


Em termos trimestrais e anuais, a ilha montanha também se destacou: no primeiro caso, ocupou o terceiro lugar do pódio com uma variação de +3,9%, enquanto os preços das casas no Pico aumentaram 18,2% num ano, o que corresponde ao segundo maior aumento a nível nacional.



Em termos absolutos (e mantendo como referência o mês de julho de 2021), uma habitação custa, em média, 1139 €/m2 no Pico (o seu máximo histórico), o que coloca esta ilha como a 11.ª região mais cara do país (à frente de distritos como, por exemplo, Évora ou Viseu). Adicionalmente, e atendendo apenas ao contexto açoriano, a ilha montanha é aquela que apresenta o maior preço médio das casas em venda de entre as quatro ilhas consideradas (São Miguel - 1066 €/m2; Terceira - 839 €/m2; Faial - 808 €/m2).


Se no passado a ilha montanha chegou a ter das habitações mais acessíveis a nível nacional face ao respetivo salário médio, a evolução dos tempos ditou uma procura enorme por casas no Pico, no que resultou nesta escalada vertiginosa de preços, sobretudo neste verão de 2021.

Resumindo, os números não enganam: o Pico está na moda!

Haja saúde!

Post scriptum: Este artigo foi igualmente publicado na edição n.º 42.573 do 'Diário dos Açores', de 7 de setembro de 2021.


sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Debates Autárquicas 2021 — São Roque do Pico


Aqui ficam os links para os debates realizados pela RTP-Açores aos candidatos à presidência da Câmara Municipal de São Roque do Pico nas eleições autárquicas de 2021:

Haja saúde!




quinta-feira, 26 de agosto de 2021

COVID-19 retorna ao Pico


A ilha montanha registou ontem, 25 de agosto de 2021, o reaparecimento de um caso positivo de COVID-19.

Esta ocorrência volta a colocar o Pico como uma das ilhas onde existem casos ativos relacionados com a infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, o qual causa a doença COVID-19, isto menos de uma semana após a recuperação total dos casos anteriormente existentes na ilha montanha.

[Consultar neste link a evolução da COVID-19 no Pico]

De recordar que mais informações sobre esta pandemia podem ser encontradas no seguinte site:



Haja saúde!

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Estreia do navio "Thor B" no Pico


Apresentam-se aqui algumas fotografias, da autoria do amigo Rui Miranda, relativas à estreia do navio rebocador "Thor B" na passada segunda-feira (23 de agosto de 2021) no porto comercial do Cais do Pico, situado na vila de São Roque do Pico.

Este é um navio construído em 2006, na China, tem 45 m de comprimento, 12 m de boca e uma tonelagem bruta de 675 ton, o que lhe permite ter uma capacidade de transporte de 589 ton. Atualmente, o "Thor B" está afeto ao transporte marítimo regular de mercadorias para a ilha do Corvo.

Recorde-se que as previsões de entrada e de saída de navios no principal porto comercial da ilha montanha, bem como os horários dos navios de passageiros que servem a ilha do Pico de forma regular, podem ser encontrados no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!





terça-feira, 24 de agosto de 2021

COVID-19 abandona o Pico mais uma vez


A ilha montanha deixou de registar este fim de semana passado (mais concretamente em 22 de agosto de 2021) qualquer caso positivo de COVID-19.

Esta é uma magnífica notícia, a qual se soma a algumas outras estatísticas favoráveis que se podem extrair baseado no que aconteceu no Pico nos últimos quase dois meses (designadamente 51 dias), isto é, desde a confirmação do primeiro caso positivo da oitava vaga na ilha montanha:
  • Foram confirmados 35 casos positivos de COVID-19 no Pico, sendo que, felizmente, todos recuperaram;
  • O primeiro caso foi registado a 2 de julho e o último a 22 de agosto;
  • Os casos positivos de COVID-19 desta oitava vaga dividiram-se um pouco por toda ilha: 20 no concelho da Madalena, 11 no das Lajes do Pico e 4 no de São Roque do Pico.

  • [Consultar neste link a evolução da COVID-19 no Pico]

Aproveita-se igualmente para fazer um balanço da vacinação na ilha montanha: segundo os dados oficiais de 23/08/2021, cerca de 81% da população do Pico já tomou a primeira dose da vacina contra a COVID-19 e cerca de 78% dos residentes na ilha montanha já têm a vacinação completa contra a COVID-19, o que representa igualmente das maiores taxas de imunização no arquipélago [recorde-se que, em 26 de julho de 2021, o Pico alcançou a Fase 2 da Imunidade de Grupo].

Resta agora esperar que esta pandemia de COVID-19 tenha efetivamente ido embora da ilha montanha [isto após a confirmação de 90 casos no Pico desde o início da pandemia], de forma a que se possa afirmar que não só o pico da pandemia já passou, mas também que a pandemia, no Pico, já passou!

De recordar que mais informações sobre a COVID-19 podem ser encontradas no seguinte site:


Haja saúde!

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Projeto de construção de subestação 30/15 kV de São Roque do Pico


Encontra-se em consulta pública o Estudo de Impacte Ambiental ao projeto "Construção de Subestação 30/15 de São Roque do Pico", cuja breve descrição do projeto se segue:
Dada a impossibilidade de se ampliar os atuais quadros de MT (30 e 15 kV) da atual subestação, os quais partilham os mesmos espaços e barramentos dos quadros da Central Termoelétrica do Pico, prevê-se a construção de um edifício de raiz, cuja implantação foi definida com base na morfologia do terreno, aproveitando-se a diferença de cotas existente entre o terreno natural e a sua envolvente a poente, garantindo-se a sua interligação com os edifícios da Central. No edifício da atual subestação permanecerão os quadros associados à produção, ou seja não haverá lugar a demolição do edifício já existente.
Fazem parte do presente projeto o edifício da Subestação propriamente dito, bem como um parque exterior de transformadores, que se interligará com o edifício da subestação por meio de infraestruturas adequadas à passagem dos cabos elétricos.
O parque de transformadores existente será mantido.
O edifício será constituído por dois pisos – piso -1 e piso 0 com as dimensões em planta de 24,61m x 17,02 m, perfazendo uma área de implantação de 418,86 m² e brutas de construção de 328,33 m² e 418,86 m², respetivamente para o pisos -1 e piso 0, com ligação entre os pisos a partir de uma escada interior.
No parque exterior serão instalados dois (2) transformadores de potência. O parque possuirá um pavimento acabado a bagacinas de escórias vulcânicas e será vedado com rede metálica na cor verde escuro, fixa em murete de betão armado com a altura de 0,30 m.
Além destas valências está também previsto uma área de estacionamento.
Os efluentes produzidos na instalação sanitária são recolhidos através dos ramais de descarga privativos dos aparelhos que os conduzem para uma caixa de visita, e posteriormente para a fossa séptica e o poço absorvente existentes.

Os documentos associados a este procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental, bem como o formulário de participação, podem ser acedidos através do seguinte link:

Estudo de Impacte Ambiental do projeto de construção de subestação 30/15 kV de São Roque do Pico

Esta proposta estará em consulta pública até 2 de setembro de 2021 (inclusive).

Haja saúde!

domingo, 22 de agosto de 2021

Apresentação de livros sobre o folclore dos Açores e do Rio Grande do Sul no Museu do Pico


Esta segunda-feira, 23 de agosto de 2021, no Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, serão apresentadas duas obras bibliográficas acerca do folclore açoriano e do Rio Grande do Sul, nomeadamente, “Vertentes das Danças Açorianas” e “Herança Açoriana nas Danças Tradicionais do Rio Grande do Sul”.

Estes livros, da autoria do brasileiro Flávio Antônio de Azeredo, serão apresentados, respetivamente, por Manuel Goulart Serpa e Alzira Silva, amigos e colaboradores do escritor.

Estas obras resultam das diferentes pesquisas de campo efetuadas pelo autor, no âmbito das danças tradicionais do Rio Grande do Sul, no Brasil, e das danças tradicionais açorianas, nomeadamente do folclore, incluindo a descrição coreográfica, as letras, partituras, trajes típicos, entre outros.

Flávio Azeredo, um apaixonado pela Dança, descendente de Açorianos, é agropecurista, formado em Educação Física e Saúde e Mestre em Performance Artística_Dança pela faculdade de Motrocidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, e é professor da Universidade de Santa Cruz do Sul.

A sessão terá lugar pelas 20:30h, e terminará com uma visita noturna ao Museu e com um momento musical protagonizado pelo cantor picaroto Manuel Costa Júnior.

[Fonte: Museu do pico]

Haja saúde!

[Post scriptum: Reportagem sobre este evento.]




sábado, 21 de agosto de 2021

Pico: a ilha que reescreve a definição de luxo e de ilha paradisíaca


Catarina Nunes, jornalista do 'Expresso', viajou recentemente até à ilha do Pico para ir ao encontro de luxos que não têm a ver com dinheiro. Desta visita resultou um artigo de opinião intitulado "Rimar verão pandémico com reclusão numa ilha? É aqui" [link para artigo completo], no qual se podem encontrar as seguintes palavras:
Só há pouco tempo constato que é possível não sair do território nacional e deambular num cenário único, sem me cruzar com meio mundo. A ilha do Pico, a segunda maior dos Açores mas pouco povoada, reescreve também a definição de luxo e de ilha paradisíaca.
Destacando igualmente "a imponência do vulcão (que dá nome à mais jovem das ilhas açorianas) e a intensidade do negro do lajido vulcânico (literalmente por todo o lado, do chão que pisamos às poucas construções que existem), mais os misteriosos currais, que são património da UNESCO desde 2004 e onde se encontram as vinhas que estão a reposicionar internacionalmente os vinhos do Pico", a jornalista menciona ainda no seu artigo que ao deambular na costa negra da ilha montanha "a sensação é de estar em outro país (no caso de quem tem Portugal Continental como referência)."

O escrito termina com a autora explicitando o porquê de a ilha do Pico reescrever "a definição de luxo e de ilha paradisíaca":
Rendido à natureza inóspita, ao negro do lajido, ao azul do oceano e ao verde das vinhas, o tempo parou. O maior dos luxos.

Haja saúde!

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Concurso Internacional de Fotografia - Humanos e Animais na Montanha


A MiratecArts apresenta mais um Concurso Internacional de Fotografia, desta feita sob o tema HUMANOS E ANIMAIS NA MONTANHA, sendo que qualquer fotógrafo do mundo pode participar.

O trabalho dos finalistas vai ser apresentado a 11 de dezembro, Dia Internacional da Montanha, e vai fazer parte de uma exposição na ilha montanha do Pico, Açores, durante o Montanha Pico Festival em janeiro. Os vencedores vão receber uma futura exposição a solo de retrospetiva dos seus trabalhos e um convite a participarem com a MiratecArts nos seus programas.

As condições de participação são:
  1. A participação está aberta a qualquer pessoa com 18 ou mais anos de idade.
  2. Os trabalhos devem ser entregues até ao dia 30 de setembro de 2021, através do e-mail montanhapicofestival@gmail.com (a plataforma WeTransfer pode também ser utilizada para a transferência das fotografias) — o documento oficial de inscrição, disponível através do site www.picofestival.com deve acompanhar a submissão.
  3. As fotografias apresentadas, num número máximo de três por participante, poderão ser a cores, a preto e branco (P&B) ou sépia. Deverão também as mesmas ser originais não manipuladas, exceto para transformação de cor para P&B ou sépia, ajustes de contraste, luminosidade e reenquadramento.
  4. Os trabalhos deverão ser apresentados em formato digital JPG ou JPEG, com dimensão de pelo menos 2.000 pixéis na maior dimensão.
  5. As fotografias deverão ser acompanhadas de uma memória descritiva até ao máximo de 1.200 caracteres (sem espaços), de acordo com o tema do concurso.

A memória descritiva e a mensagem de inscrição no concurso deverá incluir:
  1. O título de cada fotografia;
  2. A identificação do local onde foi obtida cada imagem;
  3. Nome e contacto do fotógrafo (incluindo redes sociais).

As fotografias dos finalistas serão impressas apenas para exposição e não serão objeto de venda. As fotografias dos vencedores serão também utilizadas para promoção do Montanha Pico Festival, sempre com crédito para os respetivos autores.
Mais informações podem ser encontradas em: www.picofestival.com

Haja saúde!


quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Quando a Lua beija a montanha do Pico


Na passada noite do dia 15 de agosto de 2021, o único satélite natural da Terra decidiu presentear os notívagos da costa norte da ilha do Pico com uma magnífica carícia na respetiva montanha.

Este belo momento durou menos de um minuto, pouco tempo para se poder desfrutar do mesmo mas o suficiente para que este beijo da Lua na montanha do Pico fosse capturado e ficasse guardado para memória futura.

Haja saúde!


quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Dois milhões e meio de visualizações


Há momentos simbólicos que merecem ser celebrados e este é um deles: o blog "Cais do Pico" acaba de superar a marca das 2.500.000 visualizações, ou seja, dois milhões e meio de visitas!

É simplesmente fantástico saber que o tempo, esforço e dedicação despendidos para escrever sobre um pouco de tudo relacionado com a ilha montanha, sendo dado destaque à zona do Cais do Pico, à vila e ao concelho de São Roque do Pico, tiveram como retorno que dois milhões e meio de visitas já foram feitas a esta página em cerca de sete anos e meio desde a sua fundação!

Adicionalmente, é muito gratificante sentir que a audiência deste blog tem vindo a crescer significativamente ao longo do tempo, pois não só o mais recente meio milhão destas visualizações foi registado em pouco mais de um ano, bem como o "Cais do Pico" foi classificado como um dos 50 blogs mais lidos de Portugal!

O meu muito obrigado a todos os visitantes do blog "Cais do Pico", especialmente àqueles que o seguem fielmente e a todas as pessoas que têm ajudado a divulgar o mesmo — esta comemoração também é vossa!

Haja saúde!


terça-feira, 17 de agosto de 2021

Pico entre as melhores ilhas da Europa para umas férias longe das multidões


A momondo — um website de pesquisa global e gratuito que possibilita a comparação de preços de voos, hotéis e carros de aluguer — elaborou uma lista dos melhores destinos insulares na Europa, recorrendo para esse efeito a dados de 70 ilhas com base em sete categorias e 19 fatores para determinar quais oferecem aos turistas a melhor experiência e mais adaptada às suas necessidades.

Embora os destinos com óptimas temperaturas em época alta e praias arenosas, bem como preços razoáveis para hotéis, restaurantes, comida e transportes — tais como sejam Creta, Tenerife ou Chipre — tenham alcançado as pontuações mais elevadas considerando a média ponderada de todos os fatores, as ilhas portuguesas não ficaram atrás, como é exemplo a Madeira que obteve pontuações altas em categorias como férias ativas, férias económicas e férias em época baixa.

No entanto, e atendendo à categoria 'férias para fugir de tudo', as ilhas Pico, Flores e São Jorge integram o top 10 dos destinos ideais para quem quer fugir das multidões, proporcionando assim uma oportunidade única de reclusão.

Este é mais um indicador de que o isolamendo de algumas ilhas dos Açores, outrora algo visto como um enorme defeito, é hoje um fator extremamente valorizado.

Haja saúde!

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

A ilha do Pico numa foto


Com os seus quase 450 km² e os seus 2351 m de altitude, a ilha do Pico não é nada fácil de se enquadrar numa só foto. Todavia, o fotógrafo José Feliciano decidiu "enfrentar o gigante" e tentou captar o máximo da ilha montanha numa só imagem, tendo alcançados resultados fantásticos e que anexam a este post [em cima: Vila de São Roque do Pico; em baixo: Vila da Madalena].

Haja saúde!


domingo, 15 de agosto de 2021

Festival de Música Terra dos Barcos 2021


De 17 a 22 de agosto de 2021 tem lugar a 3.ª edição do 'Festival de Música Terra dos Barcos', o qual decorre em Santo Amaro, São Roque do Pico, e cujo programa se encontra em anexo.

Haja saúde!


sábado, 14 de agosto de 2021

[Finalmente] Conselho de Ministros aprova majoração de apoios a ex-trabalhadores da Cofaco


O Conselho de Ministros aprovou na passada quinta-feira, 12 de agosto de 2021, um regime especial e transitório de majoração e duração dos apoios sociais aos ex-trabalhadores da fábrica Cofaco, na ilha do Pico, Açores, despedidos em 2018 quando a fábrica encerrou.

O diploma “duplica os períodos de concessão das prestações de desemprego destes trabalhadores (no máximo até 31 de dezembro de 2023, caso não cessem antes)”, para além de majorar, em 20%, os montantes do subsídio de desemprego, do subsídio social de desemprego e do Rendimento Social de Inserção (RSI) [link para mais informações].

Pese embora esta seja uma boa notícia, a mesma não esconde o facto de que o Governo da República demorou imenso tempo a cumprir uma lei, como se comprova pelo histórico associado a este tema:
Sendo certo que foram cumpridos os adágios "quem espera sempre alcança" e "mais vale tarde do que nunca", um facto indesmentível é que entre a aprovação por unanimidade de um apoio a estes trabalhadores e a efetivação dessa medida decorreram três (longos) anos!

Em suma, a conclusão a tirar é que os políticos cumpriram com outro adágio, aquele que diz que "é fácil falar; difícil é fazer!"

Haja saúde!

[Artigos relacionados: Segurança Social aplica automaticamente apoio a ex-trabalhadores da Cofaco | Presidente da República promulga majoração de apoios a ex-trabalhadores da Cofaco nos Açores | Decreto Regulamentar n.º 5/2021]

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Plano de exploração do aeroporto do Pico para 2021


A Resolução do Conselho do Governo n.º 197/2021, de 10 de agosto de 2021, aprovou o plano de exploração, para o ano de 2021, apresentado pela SATA – Gestão de Aeródromos, S.A., na qualidade de concessionária do serviço público aeroportuário de apoio à aviação civil nos aeródromos do Corvo, Graciosa, Pico, São Jorge e aerogare das Flores.

Com um valor total de investimento estimado em 2.110.401,50 € (dois milhões, cento e dez mil, quatrocentos e um euro e cinquenta cêntimos), a concessionária SATA – Gestão de Aeródromos, S.A. fica agora incumbida de realizar diversos investimentos, sendo que, na parte que não vier a ser comparticipada por fundos comunitários, o Governo Regional dos Açores transfere para a concessionária os montantes necessários à realização dos investimentos.

Em termos de distribuição de verbas, 62% do valor total de investimento, mais concretamente 1.299.969,00 € (um milhão, duzentos e noventa e nove mil, novecentos e sessenta e nove euros), destina-se a investimentos no Aeroporto da ilha do Pico — nunca é demais recordar que esta é a maior infraestrutura aeroportuária totalmente detida pela Região; segue-se o Aeroporto da ilha de São Jorge, contemplado com 27% do valor total de investimento (570.460,00 €), depois o Aeroporto da ilha Graciosa, com 6% (125.986,25 €), o Aeroporto da ilha do Corvo, com 4% (87.986,25 €) e, por fim, a aerogare das Flores, com 1% (26.000 €).

Atendendo ao caso particular do Aeroporto da ilha do Pico, estão previstos 21 investimentos, a saber [aqui apresentados por ordem decrescente do valor do respetivo investimento]:
  • Remodelação/subsituição Cobertura da Aerogare do SSCLI e substituição de alguns painéis laterais da Aerogare [800.000 €];
  • Aquisição de Equipamento de R.X (HI-SCAN 100100V - Túnel de 1000x1000mm) para o Armazém de Carga [180.000 €];
  • Espaço para Depósito de Bagagem na Aerogare incluindo Aquisição de Cacifos [50.000 €];
  • Substituição dos V.R.V.'s [45.000 €];
  • Fornecimento e Montagem de AVAC na Zona de Acesso ao Público do Armazém de Cargas [40.000 €];
  • Aquisição de Viatura Follow-Me 4x4 [35.000 €];
  • Instalação de Sistema de Tratamento de Água dos Reservatórios [25.000 €];
  • Regularização dos Taludes Anexos à STRIP [20.000 €];
  • Aquisição (substituição) da Iluminação da Aerogare por Sistemas de LED's [20.000 €];
  • Criação de Sala de Formação na Zona Esquerda da Entrada da Sala de Embarque [15.000 €];
  • Aquisição de Pórtico [12.500 €];
  • Aquisição de Bancadas Refrigeradoras do Bar [12.000 €];
  • Aquisição de 2 Rádios VHM Terra-Ar [11.720 €];
  • Postos de Trabalho na Sala de Embarque para Computadores/Wi-Fi [7.500 €];
  • Aquisição de Termoacumuladores para Substituição dos Existentes [6.700 €];
  • Aquisição de Bancos Adicionais para Colocação na Sala de Embarque da Aerogare [5.000 €];
  • Aquisição de cadeiras para Colocação na Zona do Bar [5.000 €];
  • Aquisição de Bancos para Colocação no Exterior da Aerogare [3.999 €];
  • Aquisição de Mobiliário Diverso para o SSLCI [2.750 €];
  • Aquisição e Instalação de Sinalização Vertical Adicional para o Parque de Estacionamento Exterior [2.500 €];
  • Aquisição de Bancada para a Sala de Desembarque para Colocação da Bagagem Fora de Formato[300 €].

Estes são, sem margem para dúvidas, investimentos muito bem-vindos, pois trarão conformo e eficiência não só para quem trabalha no Aeroporto da ilha do Pico, mas também para todos aqueles que fazem uso desta infraestrutura aeroportuária (e que são cada vez mais a cada ano que passa).

Haja saúde!

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Tanto mar, céu e montanha: o património gastronómico da Ilha do Pico tem o tamanho do mundo


A Erva-Patinha, uma alga que aprecia mar agitado; o Alho Bravo, delicado, mas de sabor com carácter; a Linguiça de Peles e peixes como o Congro e o Charro-do-Alto, mas também as especiarias e métodos de conservação como a salga e o defumo, são alguns, entre os muitos produtos a que é devedora a mesa da Ilha do Pico, nos Açores.

É assim que se inicia um artigo publicado na secção 'Lifestlyle' do portal SAPO [link para artigo completo] sobre o projeto “Património Gastronómico da Ilha do Pico” — um projeto dinamizado pelo município da Madalena e que pretende valorizar o património cultural e gastronómico na sua relação com a paisagem e identidade da ilha, bem como recuperar a autoestima e a memória locais.

Haja saúde!

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Radar da PSP no Pico — agosto 2021


Segundo a PSP, neste mês de agosto de 2021 serão efetuadas algumas operações de controlo de velocidade por radar na ilha do Pico, nomeadamente em:

  • 13 de agosto (sexta-feira) / 08h00 / Candelária (Madalena);
  • 21 de agosto (sábado) / 08h00 / Bandeiras (Madalena).

Haja saúde!

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Pico afirma-se como referência nacional do gado charolês


Foi recentemente inaugurada a sede da Associação de Criadores de Charolês de Portugal, a qual fica localizada na ilha do Pico, mais precisamente no edifício Matos Souto (freguesia da Piedade, concelho das Lajes do Pico).

Miguel Silvestre, presidente desta Associação, disse que a implementação da sede nesta ilha deve-se ao fato do Pico ser a ilha com mais impacto desta raça de carne e ser a ilha onde foi feito um maior trabalho de melhoramento genético.

António Ventura, Secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, que esteve presente na inauguração, vê com agrado a vinda desta associação para os Açores, uma vez que vai ser fundamental para a elaboração de políticas de futuro e deu como exemplo o próximo quadro comunitário de apoio, a definição do POSEI, ou na área da formação.

O governante relembrou ainda que, ao nível da raça charolês, “os primeiros animais chegaram à ilha do Pico há 41 anos, eram dez fêmeas e dois machos; desde então fazem parte da estrutura produtiva no Pico e, nos Açores, fazem parte já do nosso património genético”.

A raça charolês é uma das principais raças na produção de carne nos Açores, atividade esta onde a ilha montanha se destaca a nível regional.

[Fonte: Rádio Pico; RTP-Açores]

Haja saúde!





segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Será a ilha do Pico a mais quente dos Açores?


A localização geográfica das ilhas açorianas, no contexto da circulação globalatmosférica e oceânica, condiciona o clima do arquipélago. A circulação atmosférica é comandada pelo Anticiclone dos Açores, cuja posição, intensidade, desenvolvimento e orientação influencia as condições meteorológicas sentidas no arquipélago.

Assim, o clima nos Açores é caracterizado por elevados índices de humidade do ar, amenidade térmica, taxas de insolação pouco elevadas (ou seja, a luz solar está habitualmente obstruída por nuvens), chuvas regulares e abundantes e por um regime de ventos vigorosos.

Em todo o caso, reconhecem-se as quatro estações do ano, típicas dos climas temperados. Os invernos, embora não excessivamente rigorosos, podem ser chuvosos. A ocorrência de neve ocorre apenas nas zonas altas, como é o caso da montanha do Pico. Os verões são amenos e mais ensolarados do que o resto do ano, contudo são raros os dias de céu completamente limpo. As temperaturas médias são de cerca de 13 °C no inverno e 24 °C no verão.

As diferentes ilhas açorianas apresentam características climáticas distintas, resultantes do seu enquadramento no sistema climático. Verifica-se um incremento da influência oceânica no clima das ilhas de nascente para poente (ou seja, de Santa Maria para o Corvo) e, dentro de cada ilha, existe uma estratificação altimétrica das condições climáticas, isto é, o clima varia com a altitude a que se está.

Também ocorrem assimetrias significativas no interior de cada ilha, relacionadas com a morfologia, com a estrutura geológica, com a vegetação e, em alguns casos, com a influência de ilhas vizinhas. Reconhecem-se nas diversas ilhas alguns locais com microclima, geralmente tropical a subtropical bem marcado.

No caso particular da Ilha do Pico, e atendendo à precipitação média, será menos provável haver chuva nas zonas costeiras, nomeadamente numa faixa junto ao mar que vai desde São Roque do Pico, passa na Madalena e termina nas Lajes do Pico, bem como na zona da ponta da ilha. Por outras palavras, estatisticamente haverá tendência para chover mais nas freguesias da Prainha, de Santo Amaro, da Calheta e das Ribeiras.


Curiosamente, existe outra zona da ilha onde também chove menos: a zona do piquinho, no topo da montanha do Pico, onde chove tanto em quantidade como nas zonas costeiras!

Em termos de vilas, na Madalena chove menos do que nas Lajes, e nesta última chove menos do que em São Roque do Pico. Todavia, existe nesta vila um microclima no lugar do Cais do Pico, fazendo desta zona uns dos locais com menos precipitação da ilha montanha.

Vale a pena salientar ainda que chove cerca de três a quatro vezes mais na zona do planalto central, designadamente junto às lagoas, do que na zona costeira. Aliás, é na lagoa do Caiado que se registam das maiores precipitações na ilha, inclusivamente mais do que nas lagoas do Capitão ou do Paul, percebendo-se melhor assim porque a do Caiado é a maior lagoa do Pico.

Passando agora ao tema do calor, qual será a resposta à seguinte pergunta: quais são, estatisticamente, as zonas mais quentes da ilha do Pico?

Ora bem, existem três zonas bem definidas onde a temperatura do ar média é ligeiramente superior às restantes; surpreendentemente, uma delas fica numa das zonas que não é daquelas onde chove menos.

Concretizando, a temperatura do ar é mais elevada na zona costeira da freguesia da Prainha, designadamente entre os lugares da Poça Branca e do Canto da Areia; é igualmente elevada na zona costeira da freguesia de Santa Luzia, designadamente entre os lugares do Cabrito e do Lajido; e, por último, a outra zona mais quente da ilha refere-se ao lugar do Cais do Pico.


É caso para dizer que o concelho de São Roque do Pico comporta as três zonas mais quentes da ilha montanha!

No entanto, e como não há regra sem exceção, o maior valor da temperatura máxima do ar registado no Pico foi na Madalena, designadamente 32,1 °C, no dia 7 de setembro de 1985. Todavia, esta curiosidade não se fica por aqui; este foi, até aos dias de hoje, o maior valor da temperatura máxima do ar registado nos Açores, pelo que, de certa forma, se pode considerar que o Pico é a ilha mais quente do arquipélago açoriano!

[Fontes: Geoparque Açores; Projeto CLIMAAT; IPMA]

Haja saúde!

Post scriptum: Este artigo foi igualmente publicado na edição n.º 901 do 'Jornal do Pico', de 13 de agosto de 2021.

domingo, 8 de agosto de 2021

Pico volta a estar em destaque na revista de viagens 'Condé Nast Traveler'


A reputada publicação internacional 'Condé Nast Traveler' fez uma escolha das casas de verão mais interessantes para alugar em Portugal. Em particular, foram selecionados nove empreendimentos, com preços dos 100 euros aos 6 mil euros por semana, os quais proporcionam umas férias de sonho em território português.

No entanto, merece ser destacado o facto de a ilha do Pico integrar esta lista bem exclusiva, nomeadamente através de um eco-resort situado na freguesia de Santo Amaro.

Esta já não é a primeira vez que esta revista de viagens coloca a ilha montanha em destaque, comprovando-se assim, mais uma vez, a excelência do que o Pico tem para oferecer.

Haja saúde!

Post scriptum: Este artigo foi igualmente mencionado na edição n.º 901 do 'Jornal do Pico' e na edição n.º 1.443 do 'Ilha Maior', ambas de 13 de agosto de 2021.

sábado, 7 de agosto de 2021

Festa em honra de São Roque 2021


Aqui fica o cartaz com o programa da Festa em honra de São Roque 2021, que decorre na vila de São Roque do Pico entre hoje, 7 de agosto, e o dia de feriado municipal, 16 de agosto.

Haja saúde!




sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Vinhos do Pico premiados no Mundial de Vinhos Extremos


Na edição de 2021 do "Mondial des Vins Extrêmes" — o único concurso de vinhos do mundo expressamente dedicado aos vinhos da viticultura heróica — os vinhos de origem protegida do Pico voltaram a fazer história.

Mais concretamente, o DOP Pico Arinto dos Açores Indígenas (2018), da Azores Wine Company, assim como o DO Pico Arinto dos Açores (2019), da Picowines, conquistaram a Medalha de Ouro; por seu turno, o DO Pico Frei Gigante (2018), também da Picowines, foi galardoado com a Medalha de Prata.

Este é mais um exemplo que comprova que o que se faz na ilha montanha é de excelência!

Haja saúde!