terça-feira, 30 de novembro de 2021

AnimaPIX 2021 — o festival de animação no Pico volta para toda a família


De 1 a 5 de dezembro de 2021, a Biblioteca Auditório da Madalena é o epicentro do único festival nos Açores dedicado à animação: AnimaPIX "do livro à tela", como diz seu fundador, Terry Costa.

Com programação para toda a família, o festival apresenta, além de filmes e curtas, uma série de artistas com a arte do conto, ilustração ao vivo, apresentações de livros e atividades paralelas, para os mais novos, em programas escolares.

O programa, aberto ao público em geral, arranca no feriado de 1 de dezembro, pelas 16h30, com teatro no Auditório da Madalena. Audiências não necessitam reservar bilhetes, basta comparecer meia hora antes dos programas. Na performance Couve rosa, morango amarelo abordam-se questões relativas à identidade de género, bullying, orientação sexual, respeito pela forma única de cada um ser. Esta obra é recomendada pelo Plano Nacional das Artes e para maiores de 10 anos. 

Na quinta-feira, 2 de dezembro, destacam-se os livros com o cabo-verdiano Adriano Reis e seu trabalho RUTXÊLA - Stória de Lá, e ainda o livro pelas açorianas Sónia Sousa com ilustração de Sofia Sant´Ana e sua filha Beatriz, A Menina que desenhava corações. A apresentação é pelas 18h na Biblioteca da Madalena. 

Na noite de sexta, 3 de dezembro, pelas 21h, as audiências têm a oportunidade de desfrutar de um grande filme, As Andorinhas de Cabul. Baseado no livro homónimo de Yasmina Khadra, a animação da dupla de realizadoras Zabou Breitman e Eléa Gobé Mévellec, já foi galardoada em vários países e agora chega a Portugal, com estreia açoriana no AnimaPIX. É um maravilhoso exercício de reflexão sobre o significado da liberdade, um retrato sombrio e cru de uma cidade oprimida pela força mortífera do regime talibã, onde o papel da mulher e do homem foi radicalmente redefinido. 

No sábado há uma sessão dedicada aos melhores curtas produzidos em Portugal nos últimos anos e o domingo é uma celebração do melhor estúdio de animação, Ghibli, do Japão. A dupla pai e filho Miyazaki em destaque com a celebração de 20 anos do filme de animação mais galardoado de sempre, A Viagem de Chihiro, e a primeira obra em CGI, Aya e a Feiticeira

O programa Dracontos, à sombra do dragoeiro também volta este ano à paisagem idílica do Museu do Vinho do Pico. O programa acolhe 4 contadores e é aberto a toda a família às 10h30, no sábado, 4 de dezembro. 

Visite www.mirateca.com e as redes sociais da MiratecArts para surpresas e mais sobre o programa. AnimaPIX arranca a décima temporada da MiratecArts.

Haja saúde!


segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Jogo de sombras da montanha do Pico


No passado fim de semana teve lugar um belo espetáculo da natureza: os raios do astro-rei foram interceptados pela montanha mais alta de Portugal, tendo a respetiva sombra sido projetada numa tela de névoa, proporcionando assim um magnífico efeito visual.

Nota ainda para o facto de todo este majestoso cenário ter sido acompanhado pela emissão de fumarolas no topo do Piquinho, uma feliz coincidência para mais tarde recordar através da imagem anexa.

Haja saúde!

domingo, 28 de novembro de 2021

Transporte marítimo no Triângulo afetado em dezembro por greve dos trabalhadores


A Atlânticoline, empresa responsável pelo transporte marítimo entre ilhas açorianas, avançou que as ligações entre Faial, Pico e São Jorge poderão ser afetadas pela greve dos trabalhadores anunciada para o período de 01 a 31 de dezembro de 2021.

Em comunicado de imprensa, a empresa diz que os serviços “poderão ser afetados" pela greve, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Marinha Mercante, Agências de Viagens, Transitários e Pesca (SIMAMEVIP).

Aquele sindicato “emitiu um aviso prévio de greve dos trabalhadores da transportadora marítima, sob a forma de paralisação total do trabalho, com início previsto para as 00:00 do dia 01 de dezembro e conclusão às 24:00 do dia 31 de dezembro”.

A greve deverá afetar as ligações marítimas entre as ilhas do triângulo: Faial, Pico e São Jorge.

A Atlânticoline avança ainda que o Tribunal Arbitral definiu como “serviços mínimos diários” quatro ligações de 01 a 31 dezembro: duas entre Madalena e a Horta e duas no sentido inverso [a viagem das 8h e a das 17h].

Como serviços mínimos foram ainda decretadas quatro ligações de 01 a 15 de dezembro (Horta/Madalena, Madalena/Velas, Velas/Madalena, Madalena/Horta) e outras quatro viagens de 16 a 31 de dezembro (Horta/Madalena, Madalena/Velas, Velas/Madalena e Madalena/Horta) [correspondem ao horário da viagem da manhã].

A transportadora realça que as “viagens definidas como de serviços mínimos terão a sua realização garantida”.

“A empresa lamenta o transtorno causado por esta situação, alheia à sua vontade, reiterando a sua disponibilidade para continuar a negociar com o SIMAMEVIP”, conclui o comunicado.

[Fonte: Lusa /AO Online]

Haja saúde!


sábado, 27 de novembro de 2021

Fórum sobre Transição Digital


A Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico (ACIP) irá promover na próxima segunda-feira, 29 de novembro de 2021, um Fórum onde será debatida a temática da Transição Digital.

O evento irá decorrer no Auditório Municipal da Madalena, tendo início pelas 15 horas, sendo a sessão de abertura a cargo do presidente da ACIP, Rui Lima, e do secretário regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Duarte Freitas.

Com moderação de Rui Veríssimo, vice-presidente da ACIP, este fórum terá como oradores Mário Fortuna, presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada, Roberto Lino, CEO Azores X, Paulo Carreiro, da Direção Regional de Apoio ao Investimento e à Competitividade, Nuno Veríssimo, da Lotaçor, e Fábio Matos, CEO da Invest Effort.

A sessão é aberta ao público, com lotação limitada, podendo igualemente ser acompanhada online em https://www.facebook.com/acip.pico .

Haja saúde!


sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Estudo sugere que o Pico é geologicamente africano


O arquipélago açoriano situa-se na denominada junção tripla dos Açores, uma zona onde contactam as placas litosféricas americana, eurasiática e africana (núbia), facto que se traduz na existência de importantes sistemas de fraturas nesta região do Atlântico Norte.

A complexidade estrutural da também chamada "microplaca dos Açores", bem patente na diversidade de acidentes tectónicos que evidencia, tem promovido a elaboração de vários modelos dirigidos para a análise evolutiva da junção tripla dos Açores. Encontrando-se a fronteira entre a placa americana e as placas eurasiática e africana bem definida através da Crista Médio-Atlântica, subsiste, atualmente, uma significativa controvérsia no que se refere à natureza e à precisa localização do eixo correspondente ao ramo leste da junção tripla dos Açores, isto é, onde se situa a fronteira entre a placa eurasiática e a africana.

No âmbito de uma tese de doutoramento em Geologia — especialidade de Geodesia — elaborada na Universidade dos Açores, foram obtidos alguns resultados no sentido de contribuir para o esclarecimento das dúvidas que persistem sobre o comportamento geológico de algumas ilhas açorianas; em particular, cita-se aqui parte das conclusões:
A comparação das velocidades obtidas pelo processamento das observações de GPS com as preditas pelo modelo cinemático global NUVEL-1A, sugere que as ilhas Terceira e Graciosa apresentam um movimento relativo mais próximo da placa Eurasiática (Eu), enquanto que as ilhas do Faial e Pico apresentam características de movimentação muito próximas da placa Núbia (Nu). Os resultados obtidos para a ilha de S. Jorge sugerem um comportamento intermédio entre as placas Nu e Eu.
Dito de outra forma, este estudo sugere que a ilha montanha é, em termos geológicos, africana!

Por fim, uma conclusão adicional e curiosa pode ser extraída deste estudo: em termos científicos, uma qualquer viagem entre a Terceira e o Pico pode ser considerada, de certa forma, como uma viagem intercontinental!

Haja saúde!

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

A alma do Pico está no vinho


É impossível pisar esta ilha atlântica sem se ficar rendido à paisagem vínica que dá origem a brancos com um original travo salino. Claro que vão lindamente com os queijos artesanais e o bolo de milho que se devoram sem travão

É assim que se inicia um artigo publicado numa recente edição do suplemento 'Sete' da revista 'Visão' sobre a vinha e o vinho da ilha montanha, artigo este cujo aspeto geral pode ser encontrado em anexo.

Haja saúde!


quarta-feira, 24 de novembro de 2021

Jantar de angariação de fundos — Filarmónica Liberdade do Cais do Pico (27/NOV/2021)


No próximo sábado, dia 27 de novembro de 2021, tem lugar um jantar de angariação de fundos para a Filarmónica Liberdade do Cais do Pico.

O menu pode ser consultado em anexo, sendo que as reservas para este jantar devem ser efetuadas através do telefone n.º 916 408 850.

Haja saúde!


terça-feira, 23 de novembro de 2021

Escolas do Pico distinguidas com selo 'Escola Amiga da Criança' 2020/2021


Foram 23 os projetos de escolas açorianas distinguidos com o selo 'Escola Amiga da Criança', na quarta edição desta iniciativa da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá [listagem completa dos vencedores].

Dentre estes, vários foram apresentados por estabelecimentos da ilha montanha, nomeadamente:
  • EBI/S de São Roque do Pico, com o projeto 'EmpreendeBolos - Uma ideia a levedar!';
  • EBI/S das Lajes do Pico, com o projeto 'Falar Melhor';
  • EBI/S Cardeal Costa Nunes, com o projeto 'Voluntariado de Leitura'.

Vale a pela recordar que a iniciativa "Escola Amiga da Criança" pretende distinguir publicamente as escolas cujas comunidades educativas se envolvam "na concretização de projetos adicionais para que os alunos sejam mais felizes no espaço escolar", contribuindo, assim, para um melhor desenvolvimento social e escolar dos alunos e uma maior fruição das vantagens proporcionadas pela escola.

Por fim, uma nota especial para a Escola BI/S de São Roque do Pico, a qual está de parabéns pela quarta-vez consecutiva, conseguindo assim o pleno de distinções nesta iniciativa e reforçando o seu estatuto como uma escola amiga da criança.

Haja saúde!

segunda-feira, 22 de novembro de 2021

A química da ilha montanha


Vamos a uma charada: juntando fósforo, iodo, carbono e oxigénio, o que é que se obtém?

A solução não está relacionada com o resultado da combinação dos elementos enunciados, mas sim com a junção dos símbolos químicos associados. Mais concretamente, consultando a tabela periódica é possível observar o seguinte:
Por outras palavras, juntando fósforo, iodo, carbono e oxigénio obtém-se... PICO!

Como curiosidade, estes quatro elementos são todos não-metais, o que denota uma certa unidade, pelo que esta junção metafórica dá uma certa consistência ao PICO; por outro lado, mais nenhuma ilha dos Açores consegue ser representada pela combinação de símbolos químicos da tabela periódica, pelo que se pode afirmar, de certa forma, que a química da ilha montanha é única!

Haja saúde!

Post scriptum: Este artigo foi igualmente publicado na edição n.º 916 do 'Jornal do Pico', de 26 de novembro de 2021.

domingo, 21 de novembro de 2021

Vista aérea do Valverde e da Criação Velha


Apresenta-se, em anexo, um vídeo da autoria de António Faria, o qual mostra imagens aéreas do lugar do Valverde, da vila da Madalena, bem como da freguesia da Criação Velha.

Haja saúde!


sábado, 20 de novembro de 2021

É no Pico que se produz (comprovadamente) a melhor aguardente de Portugal


No âmbito da participação no 6° Concurso Nacional de Aguardentes Não Vínicas Tradicionais Portuguesas por parte da Adega de Santana, o resultado alcançado não poderia ser melhor: a Aguardente de Tangerina 10 Anos não só conquistou a Medalha de Ouro, como também foi considerada a Melhor dos Melhores!

Sob o lema "O sabor do Pico em cada garrafa!", a Adega de Santana — sediada no concelho de São Roque do Pico (mais precisamente no lugar de Sant’Ana, freguesia de Santo António) — consegue, assim, reforçar o sentimento de que o que se faz e produz na ilha montanha é de excelência.

Haja saúde!


sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Encaminhamentos interilhas deixaram de ser gratuitos para não residentes


Entrou em vigor recentemente [mais propriamente no dia 15 de novembro de 2021] umas alterações ao regulamento do encaminhamento de passageiros no interior da Região Autónoma dos Açores; dentre estas, destaca-se a seguinte:
  • O encaminhamento interilhas passou a ser elegível apenas para passageiros residentes na Região Autónoma dos Açores (incluindo os residentes equiparados) e estudantes.
Dito de outra forma, ao contrário do que acontecia até agora, os turistas provenientes do Continente ou da Madeira (por não serem residentes nos Açores) deixaram de ter acesso aos encaminhamentos gratuitos interilhas, pelo que, de certa forma, as ilhas com menos ou mesmo nenhumas ligações ao exterior da Região passaram, do ponto de vista do custo da viagem, a ser menos atrativas.

Todos os termos e condições dos encaminhamentos interilhas podem ser encontrados em https://encaminhamentos.sata.pt/, sendo que um resumo dos mesmos está disponível através do seguinte link:


Haja saúde!

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Grupo Desportivo da Casa do Povo de Santo António sagra-se campeão nacional de Kickboxing 2021


O Grupo Desportivo da Casa do Povo de Santo António (GDCPSA) sagrou-se no passado fim de semana campeão nacional de kickboxing, na variante de point fighting, durante as provas que decorreram em Almada.

Além do Campeonato Nacional por equipas, o GDCPSA, orientado por Márcio Tomé e Pedro Telles, conquistou dois títulos individuais através de Bernardo Silva, no escalão sénior (-69kg), e de Inês Pacheco, em juvenis (+65kg).

2021 volta, assim, a ser um ano memorável para o GDCPSA: depois da consagração a nível regional, o título nacional agora conquistado faz elevar para seis a subida ao lugar mais alto do pódio dos campeonatos nacionais.

Haja saúde!

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Município do Pico distinguido como uma das Autarquias + Familiarmente Responsáveis 2021


O Observatório das Autarquias + Familiarmente Responsáveis, sob alçada da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, atribuiu recentemente um galardão às autarquias que, ao longo do último ano, desenvolveram políticas transversais capazes de acolher e valorizar a Família, garantindo-lhes o pleno exercício das suas responsabilidades e competências, e prevenindo as situações de risco e vulnerabilidade.

De entre as 84 bandeiras atribuídas em 2021, uma refere-se à ilha montanha, nomeadamente:
De referir ainda que esta distinção não é inédita, tendo já ocorrido em anos anteriores.

Haja saúde!

terça-feira, 16 de novembro de 2021

Regresso ao Palco: Bruno Rosa no Museu dos Baleeiros


Numa recente emissão do programa "Regresso ao Palco" — onde a RTP Açores e a Direção Regional da Cultura dos Açores, no âmbito da Tempora Musical 2021, apresentam, semanalmente, um espetáculo com artistas açorianos — o picaroto Bruno Rosa deu um concerto intitulado "Viagem", o qual teve lugar no Museu dos Baleeiros (polo do Museu do Pico situado nas Lajes do Pico) e que pode agora ser [re]visto através do vídeo anexo.

Haja saúde!


segunda-feira, 15 de novembro de 2021

Como chegar ao Pico partindo de Lisboa (e vice-versa) durante o Inverno IATA 2021/2022


Descobrir a melhor forma de chegar à ilha do Pico partindo de Lisboa, sem pernoita intermédia e utilizando apenas o transporte aéreo, pode ser uma tarefa árdua, sendo que o mesmo se aplica ao percurso inverso: as combinações entre companhias são várias e nem sempre é possível perceber facilmente se dá ou não para apanhar ligações low-cost.

Por esta razão, e sob a supervisão de Luís Ferreira, os administradores do grupo de Facebook "Aeroporto do Pico" elaboraram um conjunto de ficheiros que contêm as diversas alternativas de como chegar ao Pico partindo de Lisboa, ou vice-versa, no mesmo dia e só por via aérea durante o Inverno IATA 2021/2022. Estas alternativas estão disponíveis através dos seguintes links:

 De 31 de outubro de 2021
a 26 de março de 2022
Lisboa -> Pico
Pico -> Lisboa

As alternativas apresentadas devem ser sempre confirmadas no respetivo site de cada companhia aérea ou numa agência de viagens, uma vez que podem ocorrer alterações pontuais nos horários.

Outras informações úteis:

Recorde-se ainda que os horários dos aviões que servem a ilha do Pico de forma regular encontram-se disponíveis no separador "Aviões" deste blog.

Haja saúde!

domingo, 14 de novembro de 2021

Rali da ilha do Pico 2021 (resumos vídeo)


Decorreu nos dias 5 e 6 de novembro de 2021 o X Picowines Rali, aquela que também foi a sexta e penúltima prova da época pontuável para o Campeonato dos Açores de Ralis (CAR).

Esta edição ficou marcada pelo maior número de inscritos de sempre (39 participantes), bem como pela conquista do primeiro lugar do pódio por parte dos irmãos Rúben e Estevão Rodrigues, dupla que assim reforçou a liderança no CAR.

Para quem quiser (re)ver os melhores momentos deste rali, alguns resumos vídeo desta prova podem ser encontrados em anexo.

Haja saúde!









sábado, 13 de novembro de 2021

Czar integra lista dos mais exclusivos vinhos portugueses


O jornal 'Expresso' elaborou recentemente um guia dedicado aos vinhos generosos e tendências, no qual deu a conhecer, entre outras coisas, os mais incríveis — e caros — vinhos portugueses.

Nesta lista bem exclusiva figura um vinho produzido na ilha do Pico: o Czar Extra Dry DOP Pico 2009 [descrição em anexo].

Este reconhecimento comprova, mais uma vez, aquilo que os picarotos já sabem há muito: que o que têm no Pico e o que se faz na ilha montanha é de muita, mas mesmo de muita qualidade!

Haja saúde!


Czar Extra Dry DOP Pico 2009

Czar Winery
Pico, Açores
€1500

Fortificados à parte, há exceções a saborear, como este legado vínico da ilha do Pico. Segundo registos documentados, o então vinho passado, como era chamado neste pequeno território insular, já era enviado, há 200 anos, em barricas, com destino a São Petersburgo, na Rússia. A fama crescente levou à sua menção em “Guerra e Paz”, obra-prima de Tolstoi, e em prescrições médicas, para a cura de maleitas. A descoberta deste precioso líquido nas caves do palácio do Czar Nicolau II, após a revolução russa, em 1917, determinou que o nome ‘Czar’ passasse a constar nos rótulos dos vinhos do Professor José Duarte Garcia, que deu início a uma coleção histórica de ‘Czars’, com a colheita de 1970. A herança, continuada pelo filho, Fortunato Garcia, na Czar Winery, instalada no Pico, tem a essência na vinha centenária localizada na zona dos lajidos, em Criação Velha, no concelho de Madalena, em plena Paisagem Protegida da Cultura da Vinha, classificada como Património Mundial pela UNESCO, desde 2004, e que, no ano 2009, se destacou em todo o mundo, pela singularidade do vinho licoroso e pela garrafa, produzida exclusivamente pela Vista Alegre – tanto que restam apenas duas. A próxima colheita é de 2013 (€490) e vai chega em breve ao mercado.

sexta-feira, 12 de novembro de 2021

Radar da PSP no Pico — novembro 2021


Segundo a PSP, neste mês de novembro de 2021 serão efetuadas algumas operações de controlo de velocidade por radar na ilha do Pico, nomeadamente em:

  • 13 de novembro (sábado) / 08h00 / São Roque do Pico;
  • 26 de novembro (sexta-feira) / 08h00 / Madalena.

Haja saúde!

quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Duo Ilha Negra no Museu do Pico


O Auditório do Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, será palco de um concerto no dia 12 de novembro, sexta-feira, pelo grupo picoense Duo Ilha Negra e amigos.

Laurindo Cardoso e José Fontes, da Freguesia da Candelária, compõem este Duo, cuja performance passa por utilizar vários instrumentos de cordas.

Na primeira parte do espetáculo, viaja-se no tempo pela história que carateriza doze instrumentos de cordas, seis deles construídos por Laurindo Cardoso. Na segunda parte, acompanhados, na voz, por alguns amigos, serão interpretados cinco temas, três da autoria de Laurindo Cardoso.

Laurindo Cardoso, carpinteiro reformado, também é construtor de instrumentos. “Carpinteiro dá para muitas coisas,” admite com um sorriso, “uns dias eram janelas, outros dias eram instrumentos.” Foi em 1985 que construiu o seu primeiro instrumento de cordas, um bandolim, que sobe ao palco para tocar um passo-dobrado. Mas também a bandola, o sexto instrumento que constrói, depois de uma guitarra, com um formato diferente, uma viola da terra, uma guitarra portuguesa e ainda um novo bandolim. “Desta vez vai tudo ao palco, só com um cheirinho de cada instrumento, porque também levo instrumentos que fui adquirindo durante os anos, como um banjo bandolim.”

José Fontes acompanha Laurindo Cardoso, no violão, há duas décadas. “Estas noites são melhores do que andar na vinha,” admite o vitivinicultor entusiasmado com este projeto musical. A “viola grande”, como sempre chamaram à viola baixo, que igualmente irá tocar, foi limpa do pó que ganhou desde que o seu pai, mais conhecido por “Manuel da Senhorinha”, faleceu. Em memória de outros tempos, José Fontes vai pegar neste baixo, que já tem mais de 60 anos, e foi construído pelo Mestre Francisco de Matos, da Candelária.

Esta sessão, que promove a cultura musical dos instrumentos de cordas da Freguesia da Candelária mas, acima de tudo, da Ilha do Pico, será apresentada pelo entusiasta picoense deste tema, Manuel Goulart Serpa, e terá o seu início pelas 21h.

[Fonte: Cultura Açores]

Haja saúde!


quarta-feira, 10 de novembro de 2021

479 anos do Concelho de São Roque do Pico


Pela mão de El-Rey Dom Johan III, no dia 10 de novembro de 1542, foram escritas as seguintes palavras:
(...) Eu de meu moto proprio faço ho lugar de Sam Roque vylla e ey por bem que daquy em diante pera sempre seja e se chame vylla nova de Sam Roque (...)

Passados 479 anos, celebra-se hoje mais um aniversário da elevação de São Roque do Pico a concelho, continuando assim a perpetuar a vontade de sua majestade!

Haja saúde!

terça-feira, 9 de novembro de 2021

Regresso ao Palco: Mar&Ilha no Museu da Indústria Baleeira


Numa recente emissão do programa "Regresso ao Palco" — onde a RTP Açores e a Direção Regional da Cultura dos Açores, no âmbito da Tempora Musical 2021, apresentam, semanalmente, um espetáculo com artistas açorianos — os Mar&Ilha celebraram a Viola da Terra não só como instrumento primordial do imaginário insular, mas também como veículo de ligação à história da diáspora açoriana.

Intitulado 'Volta à Diáspora em Viola', o concerto teve lugar no Museu da Indústria Baleeira (polo do Museu do Pico situado em São Roque do Pico) e pode agora ser [re]visto através do vídeo anexo.

Haja saúde!



segunda-feira, 8 de novembro de 2021

Ampliação da pista do aeroporto do Pico mencionada explicitamente na proposta do Plano Anual Regional para 2022


O Orçamento da Região e o Plano Anual Regional para o ano de 2022 estão por estes dias em discussão na Assembleia Legislativa dos Açores, prevendo-se a sua votação no final do corrente mês de novembro.

Ressalvando que estes documentos ainda se tratam de propostas, a verdade é que eles dão indicações claras das políticas que o Governo Regional pretende seguir. E é sob essa premissa que se destaca o ponto 10.8.11 do Plano Anual Regional para 2022, onde está mencionado o seguinte:
Aeroporto da ilha do Pico — Apoio aos investimentos a realizar no aeródromo visando a melhoria da sua operacionalidade e segurança, destacando-se os estudos, projetos e expropriações para ampliação e requalificação da pista, a empreitada remodelação do Sistema de Supervisão e Controle de Lâmpadas Incandescentes e a ampliação do parque de estacionamento para viaturas.
Este é, sem dúvida, um excelente indicador para o futuro: é a primeira vez desde a submissão da petição pública "Pelo aumento das condições de operacionalidade do Aeroporto da ilha do Pico" (que teve lugar em julho de 2017, ou seja, há pouco mais de quatro anos) que o Governo Regional menciona explicitamente no Plano Anual Regional que se pretende efetuar "estudos, projetos e expropriações para ampliação e requalificação da pista", indo assim ao encontro do clamor que vem da ilha montanha, não apenas das vertentes empresarial e política, mas também da sociedade civil.

Em todo o caso, há que ressalvar que o que está proposto como orçamento para 2022 relativamente à infraestrutura aeroportuária da ilha montanha são 2 milhões e 255 mil euros, um valor ligeiramente inferior ao que estava orçamentado para este ano, que era de pouco mais de dois milhões e meio de euros.

Isto significa que talvez será conveniente esclarecer quanto do dinheiro está destinado para a parte relacionada com a ampliação da pista e quanto está destinado para outras ações, nomeadamente para a remodelação do sistema de luzes e para a ampliação do parque de estacionamento para viaturas.

No entanto, vale a pena mencionar aqui que se encontra a decorrer, em sede da Comissão de Economia, a análise de um Projeto de Resolução que pretende recomendar ao Governo Regional o seguinte:
  1. Avançar com todos os trabalhos preparatórios para a concretização do projeto de execução da ampliação da pista do Aeroporto da ilha do Pico, designadamente, com um prolongamento para oeste na ordem dos 700 metros, por ser a solução técnica que garante a operacionalidade sem limitações para as aeronaves de médio curso, inclusive toda a frota atual da SATA Azores Airlines;
  2. Garantir a inclusão dos valores necessários à elaboração deste projeto de ampliação da pista do Aeroporto da ilha do Pico, no Plano Regional Anual para 2022; e
  3. Promover, durante e após a conclusão do projeto, os contactos necessários com as diversas entidades aeronáuticas e outras, em particular com a UNESCO, com vista à salvaguarda da viabilidade plena do projeto.
Esta iniciativa contribuirá certamente para esclarecer qual a dimensão que o Plano Anual Regional almeja alcançar em 2022 no que se refere à ampliação da pista do aeroporto do Pico.

Resta agora esperar, a ser aprovada esta proposta, que os próximos passos sejam tão céleres quanto a velocidade a que voa um qualquer avião!

Haja saúde!

Post scriptum: Governo dos Açores inicia trabalhos para ampliação de aeroporto do Pico, nomeadamente vão avançar as expropriações e a definição da servidão aeronáutica para evitar futuras onerações do projeto [ver vídeo anexo].



domingo, 7 de novembro de 2021

Visita estatutária do Governo Regional à ilha do Pico — 2021


Esta segunda-feira, 8 de novembro de 2021, inicia-se a visita estatutária anual do Governo Regional à ilha do Pico.

Nesta visita de 2021, destaque para o Fórum Autonómico, o qual terá lugar logo no primeiro dia da visita [segunda-feira, 8 de novembro], pelas 20h30, no Auditório da Madalena, onde o Professor Luís Andrade — especialista em relações internacionais — é o convidado deste espaço de reflexão sobre a autonomia e desafios da mesma em diferentes áreas de intervenção, com impacto direto na sociedade, economia e bem-estar dos cidadãos açorianos.

O programa desta visita estatutária encontra-se em anexo.

Haja saúde!


Programa da visita estatutária do Governo Regional à ilha do Pico — 2021

Segunda-feira, dia 8 de novembro [1.º dia da visita]:
  • 09H30 - Reunião com o Presidente e vereação da Câmara Municipal da Madalena.
  • 11H00 - Reunião com os Deputados Regionais eleitos pelo Pico.
    • Local: Paços do Concelho da Madalena.
  • 14H00 - Visita a obras no âmbito do Furacão “Lorenzo”:
    • Caminho do Verdelho;
    • Pocinho;
    • Porto do Calhau;
    • Ribeiras de São Caetano;
    • Porto da Madalena;
    • Entreposto.
  • 17H00 - Reunião com os Delegados de Ilha dos Serviços do Governo.
  • 18H00 - Reunião com os Presidentes das juntas de Freguesia do concelho da Madalena.
    • Local: Câmara Municipal da Madalena.
  • 20H30 - Fórum Autonómico.
    • Local: Auditório da Madalena.

Terça-feira, dia 9 de novembro [2.º e último dia da visita]:
  • 09H30 - Reunião com a Presidente e vereação da Câmara Municipal das Lajes do Pico.
    • Local: Posto de Turismo das Lajes do Pico.
  • 10H30 - Visitas ao:
    • Molhe de proteção das Lajes;
    • Centro de Saúde das Lajes;
    • Porto das Ribeiras;
    • Filarmónica na Piedade;
    • Escola da Ponta da Ilha.
  • 12H00 - Reunião com os Presidentes das juntas de Freguesia do concelho das Lajes do Pico.
    • Local: Posto de Turismo das Lajes do Pico.
  • 14H30 - Reunião com o Presidente e vereação da Câmara Municipal de São Roque do Pico.
    • Local: Paços do Concelho de São Roque do Pico.
  • 15H30 - Visitas a:
    • Baía/Porto de São Roque do Pico;
    • Centro de Saúde de São Roque do Pico;
    • Orla costeira em Santo Amaro e Prainha;
    • Caminhos rurais e florestais nas freguesias de Prainha e Santo António.
  • 17H30 - Reunião com os Presidentes das juntas de Freguesia do concelho de São Roque do Pico.
    • Local: Paços do Concelho de São Roque do Pico.
  • 18H30 - Reunião com a ACIP – Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico.
  • 20H30 - Reunião com o Conselho de Ilha do Pico.
    • Local: Museu da Indústria Baleeira.

sábado, 6 de novembro de 2021

Sessões de esclarecimento do Programa Regional da Água e da proposta do Plano de Gestão de Região Hidrográfica


O Governo Regional dos Açores, através Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas/ Direção Regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos, informa todos os interessados, e o público em geral, que se encontram em processo de consulta pública a alteração do Programa Regional daÁgua da Região Autónoma dos Açores (PRA) e a proposta do Plano de Gestão de Região Hidrográfica dos Açores 2022-2027 (PGRHA 2022-2027).

O período de consulta pública está a decorrer até ao dia 11 de novembro de 2021.

Os documentos que constituem os referidos planos, assim como os formulários para participação do público, estão disponíveis no Portal dos Recursos Hídricos, podendo ser acedidos através dos seguintes endereços:

PRA - http://www.azores.gov.pt/Gra/srrn-drotrh/conteudos/livres/Processo+de+Alteração+do+PRA.htm .

PGRHA 2022-2027 - http://www.azores.gov.pt/Gra/srrn-drotrh/conteudos/livres/PGRH-Açores.htm .

Serão realizadas as seguintes sessões públicas de esclarecimento online:
  • Flores e Corvo – 8 de novembro de 2021;
  • Faial, Pico e S. Jorge – 9 de novembro de 2021;
  • Graciosa e Terceira – 10 de novembro de 2021;
  • São Miguel e Santa Maria – 11 de novembro de 2021.

A participação online nas sessões deverá ser precedida por uma inscrição prévia, até às 12 horas do dia 8 de novembro de 2021, para o seguinte endereço de e-mail: info.drotrh@azores.gov.pt , devendo indicar que pretende efetuar a sua participação ‘online’ identificando qual, ou quais, as sessões.

[Fonte: Governo dos Açores]

Haja saúde!


sexta-feira, 5 de novembro de 2021

Concerto com "Cantando Admont" no Museu do Pico


No âmbito do Festival de Música dos Açores, o Museu do Pico recebe, no dia 6 de novembro [sábado], pelas 21:00h, no Auditório do Museu dos Baleeiros, o agrupamento "Cantando Admont", um ensemble vocal, fundado em 2016, e que reúne personalidades vocais distintas, beneficiando das suas singularidades num único e expressivo corpo sonoro.

Em particular, apresentar-se-ão as mezzo-sopranos austríacas Cornelia Sonnleithner e Helena Sorokina e o barítono argentino Matias Bocchio, com um repertório que se estende desde o Renascimento até aos dias de hoje.

O evento tem entrada livre e o uso de máscara é obrigatório.

Haja saúde!


Programa [fonte: Cultura Açores]

Samir Odeh-Tamimi (*1970) MERÉCH fur Mezzosopran Solo

Guillaume de Machaut (ca.1300-1377) Hé! Dame de Vaillance (Virelai)

Gerald Resch (*1975) Bruchstucke

Johannes Ockeghem (ca.1420 – 1497) O rosa bella

Beat Furrer (*1954) Stimme allein

Christian Klein (*1967) Neues Werk

Philippus de Caserta (spates 14. Jh.) De ma doulour


CANTANDO ADMONT é um ensemble vocal fundado, em 2016, pela maestrina Cordula Bürgi. O seu repertório combina música antiga e contemporânea, abrangendo muitos séculos da história da música vocal. O agrupamento trabalha regularmente com compositores de relevo, como Beat Furrer, Younghi Pagh Paan, Peter Ablinger, Elisabeth Harnik, Klaus Lang, Carola Bauckholt e Laure M. Hiendl. Importante também é a colaboração com vários ensembles instrumentais como o Klangforum Wien, o Ensemble MDI, Ars Ad Hoc, DissonArt, o Ensemble Nikel e o Ictus Ensemble. Desde a sua fundação, Cantando Admont já se apresentou em festivais e instituições de renome como o Festival de Salzburg e Bayreuth, Wien Modern, MDI Milano e no Teatro Colón de Buenos Aires.

Cornelia Sonnleithner
Iniciou a sua formação musical aos 8 anos, primeiro com o violoncelo e depois com o piano, tendo prosseguido estudos na Universidade de Música e Artes Performativas de Viena. Cornelia Sonnleithner fez parte do Coro da Ópera Estatal de Viena, entre 2012 e 2018, onde actuou em “Os Mestres Cantores de Nuremberga”, “Peter Grimes“; “Lohengrin“; “Das schlaue Fuchslein“; “Elektra“. Entre muitas outras atuações, destaca-se ainda a estreia, em 2019, na Vienna Volksoper, como Barbara Delaqua, em “Uma Noite em Veneza“, de Johann Strauss II. Como solista, tem atuado internacionalmente (Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Espanha, Hungria, Japão, Coreia), com peças de compositores como Vivaldi, G. Ph. Telemann, J. S. Bach, G. F. Handel, M. A. Charpentier, G. P. Pergolesi, J. Haydn, W. A. Mozart, F. Schubert, F. Mendelssohn, J. Brahms, C. Saint-Saens, A. Dvorak, H. Grassl, B. Furrer, entre muitos outros. A cantora integra um dueto pianista austríaco Andreas Gaurish Mersa e é membro de vários ensembles, como Vienna Vocal Consort, Vokalensemble Alxingers, Capella San Filippo, Dionysos, Parnassus, Capella1500 e Cantando Admont.

Helena Sorokina
Iniciou os seus estudos musicais em violino e piano, aos cinco anos de idade. Mais tarde, estudou direção coral na sua cidade natal, Riga. Estudou canto e pedagogia vocal na Universidade de Música e Artes Performativas de Graz (Áustria). Enquanto solista, Helena Sorokina trabalhou com as Hamburger Symphoniker, Thuringen Philharmonie, Kurpfalzisches Kammerorchester, Georgisches Kammerorchester Ingolstadt e cantou sob a direção de Sir Roger Norrington, Joshua Rifkin, Beat Furrer, Paolo Paroni, Joshard Daus, Erwin Ortner e Johannes Prinz, entre outros. Helena Sorokina cantou em produções operáticas da Stadttheater Leoben, Theater im Palais Graz, MUMUTH Graz e Oper in der Krypta. Em Lied e Chanson, Helena Sorokina apresentou-se em festivais como Festival de Música Antiga e Dança de Riga 2015 (Letónia), Himmelrausch 2016 (Linz, Áustria) e 2.º Festival de Operetta 2017 (Ikskile, Letónia). Especializou-se em canção alemã e francesa, particularmente em Zarah Leander, Edith Piaf e Marlene Dietrich, que interpreta com o pianista Karlheinz Donauer, assim como com vários músicos e bandas de jazz. O seu ouvido absoluto ajuda-a na interpretação de música contemporânea, que se tornou uma das suas maiores paixões. No festival Steirischer Herbst (Graz), interpretou Asteroid 62, ópera de Kourliandski (2013) e Paradise, de Hiendl (2016). Helena Sorokina integra o agrupamento Cantando Admont, desde agosto de 2017.

Matias Bocchio
O argentino Matias Bocchio nasceu em La Pampa, em 1984. Após os estudos de composição, na Universidade Nacional de Córdoba, completou o mestrado em canto com o Prof. Frank Worner, na Universidade de Música de Estugarda. Matias Bocchio fez a sua estreia operística a solo na ópera W - The Truth Beyond, de Fredrik Sixten. Cantou outros papéis principais no Teatro Nordhausen, em Bonnie and Clyde, de Christian Diemer, e na National Oper Kiev, em Panne, Sale, Sabbia, de Carmine Cella. Graças ao seu amplo e variado repertório, que se estende desde o Renascimento até aos dias de hoje, tem diversos compromissos como solista de concerto, tanto para o repertório clássico, de música sacra, como para obras contemporâneas. Atualmente, Matias Bocchio também pode ser ouvido em diversos conjuntos vocais e corais. Tem trabalhado com o Gachinger Kantorei, da International Bach Academy Stuttgart, o ChorWerk Ruhr, o Vokalensemble Schola Heidelberg, o Forum Neue Vokalmusik e o Stuttgart Opera Choir, sob a direção de maestros como Helmut Rilling, Hans Cristoph Rademann, Howard Arman, Walter Nussbaum e Johannes Knecht.



quinta-feira, 4 de novembro de 2021

A insciência da televisão pública sobre onde fica o Pico


Portugal em Direto é um programa da RTP que se foca na informação local ao nível nacional, ocupando o horário do final da tarde do principal canal da televisão pública portuguesa. Por estes motivos, este programa assume uma verdadeira missão de serviço público: dar a conhecer a todos as particularidades próprias de cada localidade, ou seja, dar voz àqueles que raramente são notícia, bem como mostrar que muito se faz por esse país fora.

Vem isto a propósito do que se passou no passado dia 1 de novembro, em pleno feriado do Dia de Todos os Santos, onde o Portugal em Direto fez uma ligação em direto à ilha montanha, com o intuito de o diretor do Jornal do Pico ter a oportunidade de divulgar as respetivas notícias locais a todo o país.

Acontece que, ao tentar dar a conhecer ao telespectadores de onde falava Rómulo Ávila, a televisão pública conseguiu não acertar! Em particular, apresentando um mapa das nove ilha açorianas, juntamente com a indicação de que estavam em direto do "PICO, Açores" e da redação do "JORNAL DO PICO", a equipa da RTP colocou um pin de localização (que salta bem à vista) sobre... a cidade da Horta, na ilha do Faial!

Este erro de (exatamente) 27 km [distância entre a redação do Jornal do Pico, na vila de São Roque do Pico, e a cidade da Horta] pode parecer insignificante, mas a verdade é que ele mostra como a ilha montanha ainda não vale só por si no contexto nacional: o sentimento que qualquer picaroto teve ao ver este erro de localização é o de que os ex-distritos açorianos ainda não se extinguiram por completo!

Para se perceber melhor o sentimento descrito anteriormente, imagine-se uma notícia sobre Setúbal com um pin de localização colocado sobre Lisboa [note-se que estas duas cidades também distam 27 km entre si]; ou melhor, imagine-se uma notícia sobre Portugal com um pin de localização colocado sobre Espanha — um erro cometido por alguns meios de comunicação social estrangeiros e que irrita profundamente qualquer português!

Posto isto, resta esperar que a televisão pública estude melhor a lição de geografia antes da próxima ligação em direto ao Pico; em caso de dúvida, basta irem aos seus arquivos e visualizar, por exemplo, o programa "Açores: Nove Ilhas, Nove Almas", ou seja, é só fazer um Estudo em Casa da própria RTP.

Haja saúde!


quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Escala de navios de mercadorias no Porto do Cais do Pico — novembro 2021


A Transinsular publicou no seu site a escala para o mês de novembro de 2021 dos navios de carga que efetuam a ligação Continente - Açores (clique na tabela seguinte para conhecer esta escala).


Os navios e as datas em que os mesmos vão visitar o Porto do Cais do Pico, na vila de São Roque do Pico, encontram-se indicados na tabela seguinte (clicando no nome do navio abre uma nova janela com a localização atual do mesmo).

DiaNavio
03 de novembro (quarta-feira)Ponta do Sol
11 de novembro (quinta-feira)Corvo
17 de novembro (quarta-feira)Ponta do Sol
25 de novembro (quinta-feira)Insular

Movimento portuário - Porto do Cais do Pico:
Todas estas informações encontram-se igualmente disponíveis no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!


terça-feira, 2 de novembro de 2021

Vinhos do Pico estão na moda e já atraem investidores estrangeiros


É no meio de quilómetros e quilómetros de pequenos muros de pedras de basalto negro que mãos experientes amontoaram, como forma de proteção dos ventos agrestes do mar, que são plantadas as videiras na ilha do Pico. Crescem implantadas em extensos campos de lava, numa paisagem de tal forma bela e extraordinariamente exigente que está classificada, pela UNESCO, Património Mundial desde 2004. Uma classificação que veio dar novo alento à viticultura do Pico, atraindo novos investidores, locais, do continente e estrangeiros, e que estão a fazer disparar os preços das parcelas para valores nunca vistos.

É assim que se inicia um artigo publicado no jornal digital 'Dinheiro Vivo' sobre a vinha e o vinho da ilha montanha e que pode ser lido na íntegra clicando neste link.

Haja saúde!

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Pão por Deus virtual


O primeiro de novembro é, entre outras coisas, um dia conhecido pela tradição do 'Pão por Deus': um peditório ritual efetuado por crianças, as quais saem à rua e juntam-se em pequenos bandos para pedir o Pão por Deus; em troca, as crianças recebem, regra geral, coisas doces, as quais colocam nos seus (tradicionais) sacos (de pano, de retalhos ou de borlas).

Como uma forma de celebrar o 'Pão por Deus' de 2021, o blog 'Cais do Pico' oferece a todos, miúdos e graúdos, um Pão por Deus virtual: uma coletânea de jogos online associado à temática dos bombons 🍬🍫🍭.

Haja saúde!