segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Porto do Cais do Pico, um porto do outro mundo!

O porto do Cais do Pico, situado na vila de São Roque do Pico, é o principal porto comercial da ilha do Pico, isto porque é através dele que várias rotas marítimas de mercadorias servem a ilha montanha, nomeadamente:

Adicionalmente, este porto também serve de escala nas seguintes rotas de passageiros marítimos (operadas pela Atlânticoline):
  • Transporte sazonal (verão) entre todas as ilhas dos Açores, exceto o Corvo, com navios de maior porte;
  • Transporte sazonal (verão) entre as ilhas do Pico, São Jorge, Faial e Terceira, com navios de menor porte - também conhecida por Linha Lilás;
  • Transporte regular (todo o ano) entre as ilhas do Triângulo (Pico, São Jorge e Faial), igualmente com navios de menor porte - também conhecida por Linha Verde.

No entanto, e tendo em consideração os últimos tempos, esta operação da Linha Verde em São Roque do Pico tem sido caracterizada por uma certa regularidade na... irregularidade: são canceladas inúmeras escalas na véspera ou no próprio dia, alegando condições meteorológicas adversas ou a indisponibilidade do porto do Cais do Pico devido à operação de outros navios. Analise-se então alguns destes cancelamentos, tendo sempre em atenção que a segurança das escalas marítimas está sempre em primeiro lugar.

Quando um navio porta-contentores opera no porto do Cais do Pico, a escala da Linha Verde é cancelada, presumindo-se que seja por razões de segurança. Se assim for, não há nada a apontar, porque se a justificação fosse a falta de espaço, então isso dava que pensar, pois no passado operavam estes navios de passageiros em simultâneo com navios porta-contentores [link para fotografia]...

Em relação aos cancelamentos devido às condições meteorológicas adversas, alguns têm levantado imensas dúvidas sobre se não estariam reunidas as condições de segurança necessárias para serem realizadas as respetivas escalas em São Roque do Pico: o mar parecia calmo na grande maioria das vezes, sendo que inclusivamente nalguns dias houve navios que operaram horas antes e em piores condições de mar [link 1 | link 2 | link 3 | link 4 para mais informações]...

Contudo, a situação mais caricata ocorre quando opera no porto do Cais do Pico um navio de carga da empresa Transportes Marítimos Graciosenses e está prevista uma escala da Linha Verde em São Roque do Pico. Esta situação pode ser dividida em dois casos distintos:
  • No inverno e primavera passados, a escala da Linha Verde no porto do Cais do Pico era logo cancelada [link para um exemplo];
  • No verão que recentemente terminou, não havia lugar a qualquer cancelamento [link para um exemplo, bem como outro é dado no fim deste post].

Como a chegada do outono, o porto do Cais do Pico foi brindado com a seguinte situação, relatada por Pedro Damasceno na edição n.º 1136 do semanário 'ilha maior' (de 25 de setembro de 2015):
(...) Ainda segunda-feira passada, dia 21, o barco ['Gilberto Mariano'] que saiu das Velas às 10h30, e que fez uma viagem magnífica num mar chão, entrou no porto de São Roque aonde estava a fazer serviço o navio 'Paulo da Gama' iniciando manobras da atracagem. Quando de terra já aproximavam a escada, subitamente, afastou-se e sai do porto e inicia viagem no sentido da Madalena. (...)
Os passageiros foram informados que este cancelamento se devia ao facto de já se encontrar outro navio a fazer serviço no porto do Cais do Pico. A história termina com a empresa de transporte marítimo de passageiros (a antiga Transmaçor, recentemente incorporada na Atlânticoline) a pagar táxis aos passageiros que tinham São Roque do Pico como destino (e onde muitos tinham as suas viaturas) mas que tiveram de desembarcar na Madalena, ou seja, a 20 km do destino pretendido.

Recordando algumas palavras do último gerente da Transmaçor, Luís Paulo Morais, as quais podem ser lidas na edição n.º 594 do semanário 'Jornal do Pico' (de 18 de setembro de 2015), "a Transmaçor cumpre todas as normas de segurança e tem investido milhares na formação, mas está em falência técnica", tendo acrescentado ainda que "toda a tripulação da Transmaçor pode ir trabalhar em qualquer navio e em qualquer parte do mundo".

Combinando os factos anteriormente descritos, é possível extrair as seguintes ilações:
  • Se uma empresa presta serviços relacionados com o transporte marítimo de passageiros mas acaba pagando serviços de táxis às pessoas, naturalmente será mais fácil ter prejuízo do que ter lucro;
  • Se uma tripulação pode operar em qualquer parte do mundo mas cancela de forma caricata algumas escalas em São Roque do Pico, então o respetivo porto do Cais do Pico só pode ser... um porto do outro mundo!

Haja saúde!

24/08/2015 (cerca das 11h): operação simultânea dos navios 'Gilberto Mariano' (passageiros; à esquerda) e 'Paulo da Gama' (carga; à direita) no porto do Cais do Pico

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!