quinta-feira, 29 de abril de 2021

Substituta da Cofaco à vista!


O Aviso n.º 35/2021 do Jornal Oficial II Série, de 28 de abril, veio revelar que a Município da Madalena foi contactado informalmente pela empresa Conseran - Conservas do Atlântico Norte, Lda no início do corrente ano, tendo mantido, desde então, com os seus responsáveis variadas reuniões, onde foi manifestado o interesse na construção de uma nova fábrica de transformação de pescado, a localizar na Ilha do Pico, em concreto, no Concelho da Madalena.

De forma a alcançar este desiderato, é intenção municipal proceder à cedência gratuita de direitos de utilização (provisórios ou definitivos) de uma parcela de 33.582m2 de área de um terreno localizado nas Bandeiras (parcela identificada em planta anexa, integrada num terreno com área total de 66.880m2), por um período mínimo de 20 anos, para privado(s) com interesse efetivo em investimento no Município da Madalena que congregue capacidade de promoção do emprego e de aposta em setor económico reconhecidamente do interesse público municipal, de que se destaca concretamente a possibilidade de o investimento visar concretamente a construção, pelo(s) privado(s) investidor(es) interessados, de uma fábrica de transformação de pescado, o que, sendo o caso, reunirá as seguintes características:
  • i) do edifício:
    • - área mínima de implantação - 6000.00m2:
    • - área mínima de construção - 7000.00m2;
    • - número máximo de pisos - 3 pisos;
    • - cércea máxima - 13 metros;
  • ii) do investimento:
    • - capacidade mínima de transformação anual - 5.000.00 ton/ano;
    • - número mínimo de postos de trabalho criados - 150 postos de trabalho;
    • - volume mínimo total de investimento - 10 milhões de euros;
    • - prazo máximo do início da construção - Dezembro/2021;
    • - prazo máximo de construção - Dezembro/2023.

Este é um excelente indicador de que talvez esteja mesmo a caminho do Pico uma nova fábrica de transformação de pescado, a qual, de certo modo, vem substituir a Cofaco. Ademais, este indicador sai ainda mais reforçado pelo facto de que a empresa Conseran está formalmente constituída desde março passado e com sede na vila da Madalena.

Aguardemos, então, pelas cenas dos próximos capítulos, com a certeza de que, a se concretizar este investimento, ele será certamente uma mais-valia para a ilha montanha.

Haja saúde!



Sem comentários:

Enviar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!