segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Conseran: a substituta da Cofaco apresenta o seu projeto industrial


A empresa Conseran - Conservas do Atlântico Norte, Lda., apresentou recentemente o projeto para a construção de uma fábrica no Pico, cujas obras devem arrancar ainda este ano ou no início de 2022.

Com um investimento de 16 milhões de euros, esta nova conserveira pretende estar a laborar em janeiro de 2023, criando mais de uma centena de postos de trabalho na ilha montanha.

Em particular, Vítor Tito, que fez a apresentação da empresa e da nova unidade de transformação no Pico, informou que Rogério Veiros, antigo administrador da Santa Catarina, será o rosto deste projeto que tem como objetivo retomar a tradição do mar e das conservas na ilha do Pico, isto em duas fases: a primeira abrangerá as conservas de atum, enquanto numa segunda serão incluídas outras espécies como o chicharro, a lula ou a cavala.

A conserveira pretende no primeiro ano de atividade [2023] transformar cerca de 13 milhões de latas, devendo atingir as 21 milhões em 2025, estando ainda prevista a comercialização sob a nova marca registada 'chamarrita'.

[Fonte: Rádio Pico | RTP-Açores]

Recorde-se que todo este processo foi despoletado pelo fecho da Cofaco na ilha montanha, empresa esta que anunciou um encerramento temporário mas que não o foi, facto este que levou à busca de alternativas, as quais começam agora a ganhar consistência e cujo passos legais já tinham pressuposto a instalação de uma nova unidade fabril na freguesia das Bandeiras.

Haja saúde!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!