terça-feira, 9 de março de 2021

Recolha seletiva de biorresíduos no Pico


A rede de ecopontos da ilha montanha, nomeadamente nos concelhos de São Roque do Pico, da Madalena e das Lajes do Pico, foi recentemente reforçada com contentores de cor castanha — o biocontentor.

Com o intuito de aumentar a recolha seletiva e diminuir a sua presença no lixo indiferenciado, nestes contentores de cor castanha podem ser depositados resíduos biodegradáveis, como por exemplo sobras de plantas de jardim, restos de legumes, cascas de fruta, peixe/carne cozinhada, sobras de pão e bolos, borras de café, sacos de chá, cascas de ovos, guardanapos e tolhas de papel sujo.

Este tipo de resíduos deve ser devidamente acondicionado em saco de plástico antes da sua deposição no ecoponto castanho. 

A ideia subjacente a este novo contentor para a recolha seletiva de lixo é muito simples: permitir que os resíduos de origem orgânica possam ser transformados em composto, podendo ser utilizados de forma segura como fertilizante natural em jardins, canteiros, hortas e campos agrícolas.

Esta separação e valorização dos resíduos orgânicos, à semelhança do que já acontece com o plástico, metal, papel/cartão, vidro e óleos usados, coloca o Pico na linha da frente das práticas ecológicas nos Açores.

Haja saúde!






Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!