quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Um mal (ena!) que teima em nunca vir só!


O dia de ontem, 22 de setembro de 2020, representou o regresso dos navios da Atlânticoline ao Porto do Cais do Pico, na vila de São Roque do Pico, isto após uma semana de interregno por diversas razões, a saber:

Ademais, um navio tanque tem maiores restrições no que se refere ao ponto de atracação, pois os seus "pipelines" têm de alinhar com os de terra; um navio de carga, por outro lado, pode atracar mais um metro à frente ou atrás sem causar constrangimentos à operação de carga/descarga.

De outro ponto de vista, note-se que eventualmente poderia ter-se dado o caso de, na passada segunda-feira (21/09/2020), e para além do 'Malena', estar a operar um navio de tráfego local no Porto do Cais do Pico, nomeadamente dos TMG, o que, aí sim, tornaria inviável a operação regular da Atlânticoline. Contudo, não só o navio dos TMG operou somente na terça-feira (22/09/2020), mas também o comunicado da Atlânticoline não refere essa possibilidade [o comunicado #102/2020 apenas faz referência ao 'Malena'].

Em suma, a estreia do 'Malena' em São Roque do Pico (e na ilha montanha) foi a solo, mas a sua presença gerou (mais) uma justificação para um mal que teima em nunca vir só!

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!