quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Levar a volta dos frades


Concedido o beneplácito régio de D. João V para ser erigido um convento franciscano em São Roque do Pico, é na segunda década do século XVIII que os frades fundam o Convento de São Pedro de Alcântara no lugar do Cais do Pico, mais precisamente no local onde anteriormente existia a então ermida de Nossa Senhora do Livramento.

Com a extinção das ordens religiosas em todo o país, isto após pouco mais de um século de vivência religiosa neste espaço franciscano do Cais do Pico, os frades lá tiveram de abandonar o convento de São Pedro de Alcântara.

Reza a lenda que, numa noite, um lendário corredor subterrâneo, elo de ligação entre o convento e um porto marítimo, foi o caminho escolhido para o embarque dos frades para um destino jamais conhecido.

"Levar a volta dos frades" começou, então, na gíria popular local, a conotar-se com o desaparecimento abrupto e misterioso de qualquer coisa, frase essa que perdura até aos dias de hoje.

Quanto ao túnel dos frades, não se sabe ao certo se existe ou não, sendo que a hipótese mais provável é que também ele tenha levado a volta dos frades!

[Fontes: 'Esta Terra Esta Gente', de José Idalmiro Ferreira; ‘Uma Sociedade do Antigo Regime – São Roque do Pico: o território e as famílias’, de Igor Espínola de França]

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!