quinta-feira, 22 de junho de 2017

Excelente exemplo de envolvimento da comunidade escolar de São Roque do Pico com seu o património


Num local longe dos grandes centros urbanos, onde a população é mais reduzida e proporcionalmente haverá menos conhecedores da "história do lugar", a valorização do património torna-se, naturalmente, numa tarefa mais desafiante, levando a que muitos jovens não tenham a noção do legado histórico que os rodeia.

Por outro lado, se é certo que hoje muitas explicações estão à distância de "um clique no Google", as estórias e lendas associadas a um sítio, bem como as suas aventuras e vicissitudes, só estão disponíveis para todos se alguém as der a conhecer.

Vem isto a propósito de uma excelente iniciativa de envolvimento da comunidade escolar de São Roque do Pico com seu o património. Mais concretamente, e resultante de uma parceria entre a administração pública regional, alunos da Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico elaboraram uma brochura sobre a Pousada de Juventude da ilha do Pico [em anexo], em que os jovens, através da pesquisa e investigação, trabalharam conjuntamente com os professores de História.

Recorde-se que a Pousada de Juventude do Pico, situada na vila de São Roque do Pico, foi inaugurada em setembro de 2008 e resulta da adaptação de um convento de origem franciscana rural do século XVIII, conhecido por Convento de São Pedro de Alcântara. É também junto a esta pousada que se encontra a Árvore do Desejo.

Este convento, um dos poucos exemplares existentes no país, apresenta um notável valor arquitetónico e características típicas dos conventos franciscanos, tendo sido, por essa razão, classificado de Interesse Regional.

Sob supervisão do Departamento de Ciências Sociais e Humanas da Escola BS de São Roque do Pico, os alunos elaboraram o texto, recolheram fotos e fizeram o grafismo de uma brochura que não só apresenta as características da Pousada de Juventude do Pico, mas também descreve a perspetiva histórica, arquitetónica e lendária deste antigo convento.

Esta é daquelas situações em que todos saem a ganhar: os jovens ficam a conhecer melhor a história do seu lugar, o trabalho ao serviço da comunidade efetuado pela escola torna-se mais visível, bem como esta pousada fica com um cartão de visita altamente personalizado.

Esta iniciativa merece ser reconhecida e replicada sempre que possível, seja em museus ou outros, de forma a que as futuras gerações conheçam melhor e possam valorizar o património que os rodeia.

Por fim, uma coisa é certa: por cada brochura que "levar a volta dos frades", muito provavelmente alguém ficará a perceber o que significa esta expressão utilizada pela comunidade de São Roque do Pico!

Haja saúde!


Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!