terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Se quer beber vinho dos Açores, procure pelos selos de certificação


Os vinhos açorianos são hoje um produto escasso, procurado e quase sempre esgotados e o seu reconhecimento é uma constante por especialistas nacionais e internacionais. Por esta razão, ter a certeza de que uma qualquer garrafa contém vinho produzido nos Açores é também ter a garantida de que se está perante um produto de elevada qualidade a nível mundial.

No arquipélago açoriano existem várias regiões demarcadas, nomeadamente três Denominações de Origem (DO) e uma Indicação Geográfica (IG) [clique nas mesmas para mais informações]:
  • DO - Pico — várias áreas de altitude igual, ou inferior, a 150 m, na ilha montanha, nomeadamente nas freguesias da Candelária, Criação Velha, Bandeiras, Santa Luzia, parte da Prainha (Baía de Canas) e partes da Piedade (Engrade e Manhenha);
  • DO - Graciosa — áreas de altitude igual, ou inferior, a 150 m, na ilha Graciosa;
  • DO - Biscoitos — áreas de altitude igual, ou inferior, a 100 m, na freguesia dos Biscoitos da ilha Terceira;
  • IG - Açores — abrange as 9 ilhas que compõem a Região Autónoma dos Açores.
Estes reconhecimentos servem para garantir ao consumidor que não só os vinhos foram produzidos numa destas áreas geográficas, bem como os mesmos cumpriram com alguns requisitos específicos.

Todos os vinhos genuínos açorianos têm associado um selo emitido pela Comissão Vitivinícola Regional dos Açores (CVR Açores), a qual certifica que o vinho engarrafado é autêntico e que provém de uma determinada região demarcada açoriana.

Assim, se quer beber vinho dos Açores e ter a certeza disso, basta procurar por um selo da CVR Açores na respetiva garrafa.

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!