quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Volta ao Pico a correr alcançada com sucesso


João Lemos, atleta do Karma Privé Azores, que em julho passado concluiu a volta à ilha Terceira a correr, sentiu que seria o momento para tentar dar a volta à ilha do Pico a correr, objetivo traçado há mais de um ano.

Em noite de lua nova, 30 de agosto [de 2019], por volta das 23h00, o terceirense partiu das Lajes do Pico, em solitário, rumo aos 104 quilómetros que tinha pela frente com a expectativa de terminar em cerca de 12 horas. Um percurso realizado a um ritmo controlado e que até ao primeiro abastecimento programado, na zona da Piedade, depois de perto de 20 quilómetros efetuados, aconteceu sem sobressaltos.

Com cerca de 30 quilómetros e três horas e 15 minutos de aventura, surgiram os primeiros problemas físicos (não expectáveis) no joelho, que, em boa verdade, condicionaram o restante percurso. Seis horas depois da partida, sucedeu a segunda paragem programada para abastecimento de líquidos, em São Roque, 50 quilómetros depois da partida. "Metade já está, falta a outra metade", dizia, então, João Lemos.

Os 20 quilómetros seguintes decorreram sem sobressaltos de maior, mantendo o atleta, contudo, sempre atenção aos sinais de alerta do joelho. Com oito horas e 15 minutos de corrida e cerca de 75 quilómetros superados, já no Monte, concelho da Madalena, breve pausa para o terceiro abastecimento programado.

Por esta altura, os problemas físicos obrigavam a paragens muito curtas, uma vez que paragens de alguns minutos dificultavam o recomeço. Assim, a ritmo controlado, regressou à estrada, faltando apenas uma paragem programada antes da meta. A partir dos 80 quilómetros, e nos 15 quilómetros seguintes, teve a companhia de um colega que se disponibilizou a acompanhá-lo.

Aos 99 quilómetros, e tendo aos 93 quilómetros realizado a quarta e última paragem programada, já no concelho das Lajes do Pico, teve a companhia de outro amigo que apareceu de surpresa para o motivar e acompanhar nos quilómetros finais. E em boa hora o fez, pois foi o tónico necessário quando as energias estavam em níveis mínimos.

Os últimos cinco quilómetros foram efetuados em gestão física, tendo terminado a volta completa, 104 quilómetros, 12 horas e oito minutos depois da partida.

Esta foi, sublinhe-se, a maior extensão percorrida pelo atleta João Lemos, que tem como objetivos futuros "correr tantas ilhas dos Açores quantas lhe for possível".

[Fonte: Diário Insular]

Haja saúde!


Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!