sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Dia da Viola da Terra


Na terceira edição do Festival Cordas, em setembro 2018, no último dia de conferência, dedicado à viola de arame regional, a viola dos dois corações dos Açores, foi criado o Dia da Viola da Terra. A MiratecArts, entidade organizadora do Festival Cordas, em parceria com a Associação de Juventude Violas da Terra e o maior dinamizador da Viola da Terra, o professor e músico virtuoso Rafael Carvalho, com o apoio dos grupos Casa da Música da Candelária do Pico, Grupo de Tocadores de Violas de São Jorge e da Associação de Músicos da Ilha Branca, Graciosa, e ainda o músico dos Myrica Faya, Bruno Bettencourt, declararam que o Dia da Viola da Terra seria a 2 de outubro, porque o dia da música não é só um e os dois corações devem correr todas as ilhas e terras das comunidades açorianas um dia do ano em seu nome.

As entidades presentes desafiaram o Governo dos Açores para oficializar o dia 2 de outubro. Deputados seguiram com a proposta para avançar na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e legislar o Dia da Viola da Terra.

A imagem logotipo foi criada pelo artista José Miguel Silva. Contatos foram feitos incentivando entidades regionais e das comunidades a avançarem com plano para celebrar este dia especial. E, assim, agora, um ano depois, é apresentado o programa do primeiro Dia da Viola da Terra.

Neste primeiro ano foi conseguida uma programação em 7 das 9 ilhas dos Açores, a qual pode ser encontrada em anexo ou, em alternativa, através do link seguinte:


Açores e Comunidades Açorianas, 2 de outubro, juntos pelo património.

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!