segunda-feira, 23 de setembro de 2019

TAP promove outro destino à custa do Triângulo


O programa de passageiro frequente da principal transportadora aérea portuguesa — TAP Miles&Go — teve recentemente uma campanha intitulada "Açores e as Ilhas do Triângulo" [em anexo]. Nela eram destacados alguns pontos turísticos destas três ilhas açorianas — Pico, São Jorge e Faial — e como o transporte marítimo poderia ser usado para viajar entre as mesmas.

À primeira vista, poder-se-ia pensar que se estava perante uma excelente promoção do Triângulo por parte da TAP. No entanto, a campanha indicava explicitamente que a forma de chegar aos Açores era via Ponta Delgada, nomeadamente através de um bilhete-prémio a ser pago com 5.500 milhas (só ida, sem taxas incluídas) num voo TAP somente entre Lisboa e São Miguel.

Posto isto, poder-se-ia pensar que poderiam ser usados os encaminhamentos gratuitos para efetuar a viagem entre Ponta Delgada e uma qualquer ilha do Triângulo. Contudo, tal não é possível porque as regras são claras e mencionam que "os bilhetes emitidos ao abrigo de programas de fidelização ou similares (ex. SATA Imagine, TAP Miles&Go - bilhetes com milhas) (...) não são elegíveis para a emissão de bilhetes de encaminhamento."

Em alternativa, pode-se comprar um bilhete interilhas, sendo que o mesmo pode ser pago apenas com dinheiro ou, eventualmente, com 10.000 milhas (sem taxas incluídas) do programa de passageiro frequente da TAP. Para se ter uma ideia, as taxas devidas a viagens pagas com bilhete-prémio variam entre os 30 e os 50 euros, sendo que um voo interilhas entre Ponta Delgada e o Triângulo, regra geral, excede a centena de euros.

Ora bem, daqui resulta várias hipóteses para quem decide aderir a esta campanha da TAP: (1) o passageiro não se apercebe de que a viagem inicial é para outro destino que não diretamente o Triângulo, bem como não sabe que tem de arranjar um outro voo por sua conta, acabando por ficar apenas por São Miguel; (2) o passageiro julga que pode pedir um encaminhamento interilhas gratuito e é surpreendido por isso não ser possível, acabando por ficar apenas por São Miguel; (3) o passageiro conhece todas as condições e decide averiguar o preço de um voo interilhas, descobrindo que só esse segmento fica bem mais caro (≈100 €) do que a parte do bilhete-prémio até Ponta Delgada (≈40 €), acabando por ficar apenas por São Miguel; (4) o passageiro pondera usar milhas para pagar a viagem interilhas, mas chega à conclusão de que necessita praticamente do dobro das milhas (21.000) e do dinheiro (≈70 €) do que pretendia gastar inicialmente (11.000+40 €), acabando por ficar apenas por São Miguel.

Em suma, as hipóteses anteriores acabam sempre da mesma forma: um outro destino promovido à custa do Triângulo!

Mas é fácil a TAP corrigir verdadeiramente esta situação: basta (voltar a) voar para o Triângulo!

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!