quarta-feira, 27 de julho de 2016

Horários dos barcos durante o "Cais Agosto 2016"

Chegar ao festival "Cais Agosto" por via marítima é uma excelente forma de muitos visitantes, especialmente os das ilhas vizinhas de São Jorge e do Faial, usufruírem das maiores festas de São Roque do Pico (isto porque o recinto das festividades fica muito próximo do porto do Cais do Pico).

Todos os horários dos navios que servem a ilha do Pico encontram-se disponíveis através do separador "Barcos" deste blog. Adicionalmente, apresenta-se no final deste post um resumo das ligações da Linha Verde durante a edição de 2016 do festival "Cais Agosto", destacando-se as viagens extra noturnas que permitem que jorgenses e faialenses possam regressar às suas casas após os principais concertos:

Dia Partida
Cais do Pico
Chegada
Velas
Chegada
Horta
Quinta-feira (28 de julho)01:0001:5003:40
Sexta-feira (29 de julho)02:0002:5004:40
Sábado (30 de julho)02:0003:0005:10
Domingo (31 de julho)01:0002:0004:10
(horários referentes à madrugada do respetivo dia seguinte)

Mais informações sobre a edição deste ano deste festival podem ser encontradas no seguinte link: "Cais Agosto 2016".

Por fim, aqui fica uma nota pessoal para felicitar a Atlânticoline por estas viagens extra programadas, sobretudo as noturnas. Da mesma forma que no ano passado foram feitas críticas pela falta de ligações a São Roque do Pico durante as suas maiores festividades, tendo existido apenas uma viagem extra noturna (no sábado do "Cais Agosto 2015"), é mais do que justo reconhecer publicamente quando algo é bem feito: neste ano de 2016, a Atlânticoline serve de forma adequada e justa todos aqueles que pretendem usufruir do festival "Cais Agosto 2016", sendo este um excelente exemplo de serviço público.

Haja saúde!

Post scriptum: Segundo estatísticas fornecidas pela Atlânticoline, no fim de semana do "Cais Agosto 2016" foram transportados 10.318 passageiros (6ª, sáb. e dom. = 3.500+2.984+3.834) na operação regular do Triângulo (linhas Verde e Azul), o que representou um aumento de 30,4% em relação a 2015 [link para análise integrada destas estatísticas].

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!