segunda-feira, 6 de julho de 2020

Rescaldo da visita de 2020 do Governo Regional à ilha do Pico


Terminou no passado sábado (4 de julho) a visita estatutária anual do Governo Regional à ilha do Pico. Nesta visita de 2020, não faltaram as habituais inaugurações, visitas a obras em curso e promessas para o futuro, entre outros. De seguida apresenta-se um resumo desta mesma visita.

No que respeita a infraestruturas de grande envergadura, foi apresentado o projeto de reparação do molhe do Porto das Lajes do Pico, danificado pelo furacão Lorenzo. Sobre esta obra, que representa um investimento de cerca de 15 milhões de euros, além do reforço da cabeça-norte e do coroamento e da reparação do manto, está previsto o prolongamento do quebra-mar para sul numa extensão aproximada de 100 metros [notícia | som | foto 1 | foto 2 | foto 3].

No domínio das pescas, foi lançada a primeira pedra da obra de melhoramento do Núcleo de Pescas da Madalena, um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros e que prevê um cais de alagem com 20 metros e um cais auxiliar de 17 metros, que aumenta, assim, em cerca de 50% a zona acostável para a pesca local, e que vai dispor também de um terrapleno com 1.200 m2 [notícia 1 | notícia 2 | som | foto 1 | foto 2 | foto 3]. Em relação a outros portos de pescas do Pico, nomeadamente aqueles que foram afetados pelo furacão Lorenzo, prevê-se a conclusão em agosto da reparação do Porto de Pescas de São Mateus; está também planeado a reconstrução de muros e o reforço da proteção à via pública no Porto de Ana Clara, na Candelária, a reconstrução de muros e solários no Porto das Baixas, em São Caetano, e a proteção da orla costeira na rua do Porto Novo, em São Mateus; outros portos serão também contemplados com reparações, nomeadamente o molhe cais do Porto de Pesca da Calheta do Nesquim (obra a arrancar em agosto), o Porto de Pescas do Calhau, na freguesia da Candelária (investimento em fase de contratação de projeto), e ainda a obra de consolidação do Porto de Pescas de Santa Cruz das Ribeiras [notícia | foto 1 | foto 2 | foto 3].

No âmbito do turismo, o destaque vai para o novo espaço de apoio às descidas na Casa da Montanha e uma zona adjacente de estacionamento de viaturas (com capacidade para 75 veículos ligeiros e dois autocarros). Foram ainda apresentados os trabalhos de manutenção e requalificação do trilho de subida à montanha do Pico executados pela Associação de Guias de Montanha dos Açores (AGMA), no âmbito de um projeto do Orçamento Participativo de 201, os quais incluem a reabilitação e recolocação dos marcos existentes em todo o trilho, incluindo no Piquinho, a limpeza do trilho e da cratera, a pintura de novas marcas sinaléticas ao longo do percurso e a deslocação de duas rochas que se encontravam em risco de queda no Piquinho [notícia | som | foto 1 | foto 2 | foto 3].

Na área da saúde, houve a assinatura das Cartas de Compromisso que criam as Redes Locais de Intervenção dos concelhos das Lajes do Pico, Madalena e São Roque do Pico, as quais pretender ser uma pedra angular no Plano de Ação Regional de Prevenção e Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências [notícia | som | foto 1 | foto 2 | foto 3]. Merece ainda uma nota de destaque a faixa negra colocada à entrada do Centro de Saúde de São Roque do Pico, a qual foi uma forma de protesto face à gestão da saúde na ilha montanha [notícia 1 | notícia 2].

No setor da agro-pecuária, foram inaugurados dois reservatórios de abastecimento de água, na Prainha, com capacidade para 500 metros cúbicos, e na consignação da empreitada de construção do caminho rural da Rosada, numa extensão de 2.080 metros [notícia | som 1 | som 2 | foto 1 | foto 2 | foto 3].

No âmbito da solidariedade social e afins, foi entregue uma carrinha de nove lugares à Casa do Povo das Bandeiras [notícia | som | foto 1 | foto 2]. Adicionalmente, sete famílias da ilha do Pico receberam apoios no âmbito do programa ‘Casa Renovada, Casa Habitada’ [notícia | som 1 | som 2 | foto 1 | foto 2].

Outros assuntos merecem ser mencionados, nomeadamente a inauguração das obras de ampliação do Quartel dos Bombeiros das Lajes do Pico [notícia | som | foto 1 | foto 2 | foto 3 | foto 4] e a inauguração da reabilitação da zona envolvente à Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico [notícia | som 1 | som 2 | foto 1 | foto 2 | foto 3]. Saliente-se ainda a assinatura, no âmbito do projeto LIFE BEETLES, de um acordo de custódia da natureza entre a Câmara Municipal de São Roque do Pico e a Direção Regional do Ambiente, o qual é dedicado ao aumento das populações e das áreas de distribuição, bem como à melhoria do estado de três escaravelhos endémicos (Tarphius floresensis, Pseudanchomenus aptinoides e Trechus terrabravensis), que estão dados como ‘Criticamente Ameaçados’ devido à perda dos seus habitats [notícia | som | foto]

Finalmente, foram tomadas algumas deliberações pelo Governo Regional em relação à ilha do Pico, as quais foram dadas a conhecer através do Comunicado do Conselho do Governo [em anexo].

Haja saúde!

Comunicado do Conselho do Governo reunido no Pico (julho de 2020)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!