domingo, 3 de março de 2019

Eis um excelente exemplo de preocupação com o futuro


No arquipélago dos Açores, a fauna de lapas sempre foi uma constante na alimentação da população e atualmente uma oferta diferenciada da gastronomia açoriana — sejam grelhadas ou mesmo cruas, as lapas são uma iguaria com elevado valor económico, sendo muito importante a sua preservação.

Preocupados com a sobrevivência desta espécie, os apanhadores de lapas da ilha do Pico querem uma maior proteção para salvaguardar os stocks. Mais concretamente, estes profissionais propõem alargar o período de defeso até ao final de maio [áudio da notícia da Antena 1 Açores em anexo].

Recorde-se que a atual legislação impõe que as lapas só possam ser apanhadas entre 1 de maio e 30 de setembro — informação mais detalhada disponível nos seguintes links:

Não deixa de ser notável esta sugestão dos apanhadores de lapas do Pico: medidas mais restritivas são pedidas por aqueles que, a curto prazo, seriam dos principais prejudicados pelas mesmas; contudo, a médio/longo prazo, todos sairiam a ganhar.

Assim, esta proposta dos apanhadores de lapas do Pico constitui um excelente exemplo de preocupação com o futuro, a qual merece ser enaltecida e valorizada.

Haja saúde!


(Reportagem Antena 1 Açores)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!