sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

300 anos das erupções vulcânicas de 1718 na ilha do Pico

"Após um fortíssimo abalo de terra, um estampido medonho faz-se ouvir nas três ilhas de Faial, Pico e S. Jorge."
Foi assim que relatou o pároco Nunes da Rosa sobre o que ocorreu na madrugada de 1 de fevereiro de 1718: uma erupção vulcânica entre as Bandeiras e Santa Luzia, surgindo torrentes de lava que rapidamente formaram um extenso "mistério" (o Mistério de Santa Luzia) que penetrou mar adentro. Esta erupção foi tão impressionante que também assustou fortemente os habitantes da vizinha ilha do Faial, pois para eles gerou-se uma "espantosa trovoada que encheu de terror os hortenses".

Mas as erupções não se ficaram pelo lado norte da ilha montanha. No dia seguinte, na madrugada do dia 2 de fevereiro, com enormes estrondos acompanhados de violentos sismos, deu-se uma explosão no lugar da Bragada, entre São Mateus e São João. Começou logo "o fogo a correr em caudalosas ribeiras para o mar, na distância de duas léguas, formando um vasto mistério" (o Mistério de São João). No dia 11 de fevereiro rebentou no mar, a distância de 50 braças da terra, defronte da igreja de São João, emitindo grandes pedras ardentes que devastaram aquela freguesia. A 24 daquele mês, uma nova erupção iniciou-se no caminho que liga São João ao Cais do Pico em lugar sobranceiro à freguesia de São João.

De acordo com os relatos históricos, estas erupções provocaram a queda de cinzas e de lapilli, que levaram à destruição de colheitas e de terrenos de pastagem, bem como à emissão de escoadas lávicas que, numa ação muito mais localizada, provocou a destruição total e permanente dos terrenos afetados, incluindo construções edificadas. Isto levou as populações das ilha do Pico e Faial a fazerem um voto secular que celebra agora 300 anos de ação de graças.

Para comemorar os três séculos das erupções vulcânicas de 1718 na ilha do Pico, ocorrerão vários eventos na ilha montanha, cujo programa completo pode ser consultado através do link seguinte: Comemorações dos 300 anos das Erupções Históricas dos "Mistérios" de São João e Santa Luzia

Por fim, todos aqueles que estiverem interessados em conhecer a geologia associada a estas erupções que moldaram o homem e marcaram a história, podem sempre consultar a carta vulcanológica da ilha do Pico.

Haja saúde!

Post scriptum: link para vídeo relacionado.




Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!