sábado, 24 de fevereiro de 2018

Derrocada nas Ribeiras


No início deste mês de fevereiro de 2018, a situação de instabilidade da falésia junto à Rua da Ladeira, freguesia das Ribeiras, ilha do Pico, já tinha sido denunciada pela Câmara Municipal das Lajes e pela Junta de Freguesia. Uma derrocada [em 22 de fevereiro] veio confirmar as suspeitas e parte da estrada cedeu, colocando em risco algumas habitações, obrigando cinco famílias, num total de 16 pessoas, a abandonarem as suas habitações.

Na Rua da Ladeira, sobranceira à falésia, existem 13 habitações que albergam 33 pessoas. A Câmara Municipal das Lajes do Pico considera que é preciso acautelar futuras derrocadas e que todos os moradores da rua devem abandonar as suas casas e ser realojados noutro local. O Laboratório Regional de Engenharia Civil está a acompanhar a situação e fez deslocar alguns técnicos à ilha do Pico.

As 16 pessoas, cujas habitações se encontram próximas da zona de derrocada ou às quais o acesso se encontra condicionado, foram realojadas provisoriamente, quer em alojamento de familiares, quer em habitações asseguradas pelos serviços de Ação Social do Pico.

[Fonte: Triângulo Magazine | RTP-Açores]

Recorde-se que a ilha do Pico já tinha sido fustigada, em 2014, por uma grande derrocada em São Miguel Arcanjo, vila de São Roque do Pico, a qual desalojou mais de 30 pessoas.

Por outro lado, é de realçar que este início de 2018 está a ser particularmente azarento para os habitantes da ilha montanha: o navio "Mestre Simão" encalhou na Madalena, a COFACO anunciou o encerramento e agora deu-se esta derrocada que afetou várias famílias.

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!