segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Plano Anual Regional 2018 — investimentos/ações para o Pico


O Plano Anual Regional para 2018 contempla os vários investimentos públicos e ações que estão previstos nos Açores para este ano [link para consultar este plano na íntegra].

No caso da ilha do Pico, os destaques vão para (por ordem decrescente do valor de investimento/ação):
  • Porto da Madalena: apoio aos investimentos a realizar no porto, destacando-se a reparação dos danos causados pelo temporal de 27/28 de fevereiro de 2017 no molhe-cais deste porto [5.530.272 €].
  • Casa dos Vulcões: construção e instalação dos conteúdos expositivos neste centro de interpretação [1.680.595 €].
  • Rede hidrográfica da ilha do Pico: empreitada de requalificação da Ribeira da Areia, na Prainha; empreitadas de contenção de fluxos detríticos da Ribeira do Dilúvio (fase 2) e das ribeiras Grande e Nova, em São Caetano [1.073.522 €].
  • Centro de Apoio ao Idoso da Madalena: conclusão da construção deste centro [715.311 €].
  • Centro de Saúde das Lajes do Pico: obras de requalificação e reorganização deste centro de saúde [693.976 €].
  • Base da Montanha da ilha do Pico: construção de zona de apoio às descidas e de uma área para estacionamento de viaturas [541.778 €].
  • Casas de aprestos e gruas: construção das casas de aprestos e posto de recolha do núcleo de pescas de São Roque do Pico; construção das casas de aprestos do núcleo de pesca do porto das Lajes do Pico; aquisição de uma grua de 16 t para o núcleo de pesca do porto da Madalena [536.111 €].
  • Aeroporto da ilha do Pico: apoio aos investimentos a realizar no aeródromo visando a melhoria da sua operacionalidade e segurança, destacando-se o "grooving" da pista [501.000 €].
  • Estradas Regionais da ilha do Pico: requalificação de estradas [331.000 €].
  • Quartel de Bombeiros das Lajes do Pico: ampliação deste quartel [310.148 €].
  • Porto de São Roque do Pico: apoio aos investimentos a realizar no porto, destacando-se o projeto do novo terminal de passageiros, visando melhores condições de operacionalidade e de eficácia no embarque e desembarque de passageiros e veículos, cumprindo também os requisitos de segurança da operação na área portuária [285.000 €].
  • Núcleo de pescas da Madalena: empreitada de construção e serviços de fiscalização para melhoria das condições operacionais e de segurança do núcleo de pesca do porto da Madalena [179.147 €].
  • Museu da Construção Naval em Santo Amaro: projeto e construção de edifício-sede e requalificação e adaptação dos armazéns de construção naval [97.657 €].
  • Lancha Espalamaca: recuperação desta embarcação [59.894 €].
  • Museografia do Museu do Pico: revisão e implementação do projeto museográfico das exposições de longa duração [25.000 €].
Estes investimentos/ações perfazem assim um total de 12.560.411 euros.

Outras ações que também estão contempladas no Plano Anual Regional para 2018 e que estão associadas à ilha do Pico são:
  • Cultura da vinha na ilha do Pico: apoios à reabilitação da paisagem tradicional da cultura da vinha em currais na ilha do Pico e à manutenção de paisagens [850.000 € a dividir também por sistema de incentivos à manutenção de paisagens tradicionais da cultura da vinha, em currais e em socalcos, e de pomares de espécies tradicionais, situadas em áreas de paisagem protegida e em fajãs costeiras, integradas nos parques naturais de ilha, e em reservas da biosfera].
  • Igrejas e estruturas pastorais da ilha do Pico: apoio à reconstrução das estruturas danificadas pelo sismo de 9 de julho de 1998 [845.000 € a dividir também pela ilha do Faial].
  • Lagoas da ilha do Pico: monitorização do estado trófico das lagoas através da realização de amostragens físico-químicas das massas de água das lagoas [90.000 € a dividir também pelas lagoas de São Miguel, Flores e Corvo, bem como pelo sistema de arejamento da Lagoa das Furnas e pelo equipamento e funcionamento do Laboratório dos Recursos Hídricos].
  • Monitorização de térmitas na ilha do Pico: monitorização regular da infestação por térmitas da madeira seca [43.240 € a dividir também pelas ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira, São Jorge e Faial, bem como pela gestão do Sistema de Certificação de Infestação por Térmitas (SCIT) e por projetos de erradicação e controlo das térmitas subterrâneas na Praia da Vitória e na Horta].

Por fim, e para quem tiver curiosidade de verificar o que transitou do ano passado para o presente plano, aqui fica o link para os investimentos/ações para a ilha do Pico contemplados no Plano Anual Regional de 2017.

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!