sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Petição sobre o Aeroporto do Pico analisada pela Comissão de Economia


No passado dia 8 de novembro de 2017, a Comissão Permanente de Economia, da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, reuniu na ilha do Pico com um único objetivo: fazer a audição de diversas personalidades sobre a petição "Pelo aumento das condições de operacionalidade do Aeroporto da ilha do Pico".

Os primeiros peticionários começaram por apresentar os pressupostos que levaram à criação da petição e salientaram a enorme adesão da sociedade em relação a esta causa, "traduzida de forma simbólica em 2351 assinaturas — tantas quantas a altura do ponto mais alto de Portugal, o nosso Pico!"

Mais concretamente, e recorrendo sempre a fundamentações estatísticas e técnicas, foi enquadrado o crescimento do movimento de passageiros aéreos no Pico (o maior da Região) com a enorme procura que a ilha montanha tem registado recentemente. Depois, foram detalhados os constrangimentos operacionais atuais do Aeroporto do Pico, os quais provocam inúmeros cancelamentos naquela que é a maior infraestrutura aeroportuária totalmente açoriana. Seguidamente, foram apresentadas as soluções para mitigar os efeitos adversos provocados pela chuva e pelo vento, os quais passam não só pela implementação do grooving, mas sobretudo pelo aumento da pista. Finalmente, foi explicitado que, com estes investimentos, outras mais-valias seriam também adicionadas — por exemplo, bagagem de passageiros ou pescado para exportação que deixaria de ficar em terra, bem como poderiam ser feitos voos para paragens mais longínquas, tais como centro da Europa e costa leste americana — tornando o Aeroporto da ilha do Pico numa excelente porta de entrada para o "Triângulo", devido à sua centralidade no contexto das ilhas do Pico, Faial e São Jorge.

Os deputados expuseram as suas dúvidas, tendo os peticionários prestado os respetivos esclarecimentos — de destacar aqui a questão do custo associado ao aumento da pista, custo este estimado pelos peticionários entre 13 a 15 milhões (tendo por base os custos associados ao anterior aumento) para se obter uma pista equivalente à do Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada (ilha de São Miguel).

Para além dos peticionários, a Comissão de Economia ouviu também o representante de "Pico Airways", o presidente da Associação Comercial e Industrial da ilha do Pico (ACIP), a Associação dos Municípios da ilha do Pico (AMIP) — representada pelos três presidentes de câmara dos respetivos concelhos da ilha montanha — e ainda o eng. António Cansado, antigo presidente da SATA. Todos estes intervenientes foram unânimes em considerar fundamental aumentar a operacionalidade do Aeroporto do Pico através do respetivo aumento da pista, bem como salientaram que este aeroporto é o mais central do "Triângulo".

Após o "levantar voo" da petição em causa rumo ao parlamento açoriano, este conjunto de audições pode ser considerado como a "escala técnica" essencial para justificar a criação da petição, os seus considerandos e os seus objetivos. Agora, só fica a faltar "embarcarem" alguns pareceres solicitados a diversas entidades sobre esta petição, para que depois possa haver o "desembarque" no plenário da Assembleia Legislativa dos Açores.

Por fim, os promotores desta petição sobre o Aeroporto do Pico reafirmam uma vez mais que nunca esquecerão o enorme apoio das pessoas que a assinaram e a união pública demonstrada — incluindo as vertentes empresarial e política — gestos que nos fazem sentir que não estamos sós na defesa desta causa, mas sim que representamos um conjunto alargado e muito coeso de cidadãos!

O nosso muito obrigado a todos!

Haja saúde!

>>> Link para o registo desta petição na Assembleia Legislativa dos Açores <<<

Nota: Em anexo encontram-se alguns registos jornalísticos sobre este acontecimento marcante para a história do Aeroporto da ilha do Pico.

Links para notícias relacionadas: Rádio Pico | Ilha Maior.

Links para mais fotografias: fotos 1 | fotos 2 | fotos 3.


1 comentário:

  1. There is another problem: Edreams pretending to be the official SATA "partner" site on the internet, charging much more and not making the resident discount available. Double check who you are booking with and avoid Edreams!

    ResponderEliminar

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!