sábado, 4 de novembro de 2017

1000.º post


Todo o tempo, esforço e dedicação despendidos para escrever neste blog traduziram-se, ao longo do tempo, em inúmeros posts, sendo que este ocupa uma posição simbólica: é o milésimo post!

Ao longo dos últimos 46 meses, vários foram os temas abordados neste blog, tendo sempre como inspiração tudo aquilo que esteja relacionado com a ilha montanha, com destaque para a zona do Cais do Pico, para a vila e para o concelho de São Roque do Pico.

Por outras palavras, em média foram publicados quase 22 posts por mês, o que significa que com uma regularidade praticamente diária (a cada 1,4 dias) existiu um artigo diferente publicado no blog "Cais do Pico". Além disso, existe um trabalho paralelo e constante de manter atualizadas as páginas deste site, com destaque para os horários dos barcos e dos aviões que servem a ilha montanha de forma regular.

É assim uma enorme satisfação poder celebrar 1000 posts e sentir que os mesmos têm tido um retorno fantástico: não só o número total de visualizações deste blog supera atualmente as 850.000, bem como o "Cais do Pico" é, presentemente, um dos blogs mais lidos de Portugal, sendo inclusivamente líder na sua categoria!

Por fim, não vou me alongar sobre tudo o aqui foi falado, deixando isso para os balanços anuais passados [2014 / 2015 / 2016] e futuros, mas gostaria de terminar destacando e reproduzindo apenas um post — o primeiro de todos, intitulado "Bem-vindos!":
Desde tempos remotos que a zona do Cais do Pico serve como o principal ancoradouro da ilha do Pico. Porta de entrada e saída de pessoas e bens, local fronteiriço entre o interior e o exterior da ilha montanha, no Cais do Pico muita coisa já aconteceu, acontece e acontecerá!
Este blog pretende fazer jus ao seu título: ser um ponto de comunicação do que se passa dentro da ilha do Pico e do que é notícia fora da ilha mas que influencia os picarotos, dando especial destaque à zona do Cais do Pico, à freguesia e ao concelho de São Roque do Pico.
Mais uma vez, bem-vindos! Voltem sempre!
Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!