sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Mergulhar vulcão adentro com uma câmara fotográfica


Ulla Lohmann é uma fotógrafa “sem medo”. À partida, não terá razões para se sentir intimidada pelo que o seu trabalho exige, mas esta é uma fotógrafa que capta imagens de vulcões, tanto por fora, como por dentro – e suspensa por cordas. “Tenho mais medo de andar no metro da minha cidade do que entrar nos vulcões”, conta. Em Junho passado, em mais uma das suas expedições, visitou a montanha do Pico. Escalou-a, montou uma tenda no solo que um dia já foi lava. Depois, fotografou toda a sua envolvente, das nuvens que circundam o ponto mais alto de Portugal ao manto de estrelas que quase pousa no cume do Pico. Como já lhe é costume, entrou pela boca do vulcão – agora, onde antes se espirrava lava, nasce um pequeno bosque.

Assim começa o texto que introduz uma fotogaleria sobre a montanha da ilha do Pico, sendo que este conteúdo multimédia integra a versão online do jornal 'Público' [link para a fotogaleria].

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!