quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Farol da Ponta da Ilha

Os faróis sempre foram um local de fascínio para as populações e para os turistas, quer pela ideia mística do seu isolamento, quer pelo riquíssimo património arquitetónico e cientifico que lhe está associado. O Farol da Ponta da Ilha, o maior e mais emblemático farol da ilha do Pico, não foge a esta regra.

Situado na ponta leste da ilha montanha, mais propriamente no lugar da Manhenha, freguesia da Piedade, concelho das Lajes do Pico, o Farol da Ponta da Ilha entrou em funcionamento a 21 de julho de 1946, sendo por isso um dos mais recentes dos Açores. O edifício apresenta uma construção em forma de "U", o qual inclui a parte destinada a habitação dos faroleiros, e a torre do farol que se localiza na parte central do "U", a qual tem uma altura de 19 metros. Em termos náuticos, este farol está a uma altitude de 29 metros, tem um alcance de 22 milhas (44,5 km) e apresenta como característica 3 (três) flashes brancos em cada ciclo de 15 segundos [mais sobre este farol: link 1 | link 2].

Graças a uma excelente iniciativa da Autoridade Marítima Nacional, é possível visitar gratuitamente este farol todas as quartas-feiras à tarde, sem ser necessário fazer marcação prévia. O horário das visitas é:
  • Período de verão (hora legal de verão): quartas-feiras, 14h00 – 17h00.
  • Período de inverno (hora legal de inverno): quartas-feiras, 13h30 – 16h30.
Fora deste período, o farol pode ser visitado por marcação [dfarois@amn.pt]. ​

Da torre do Farol da Ponta da Ilha é possível observar o mar tanto a norte como a sul do Pico, incluindo muitas vezes os efeitos das diferenças de ondulação e de marés na zona de confluência destes "mares". Mais ao longe, também é possível observar grande parte da ilha de São Jorge, incluindo a zona leste desta ilha (ponta do Topo), e, em dias de boa visibilidade, parte da ilha Terceira.

Em anexo encontram-se algumas imagens deste farol da ilha do Pico e das vistas proporcionadas pelo mesmo. Contudo, nada substitui uma visita a este local, de forma a poder sentir a verdadeira essência do Farol da Ponta da Ilha.

Haja saúde!




3 comentários:

  1. Ivo,
    Como sempre por norma visito regularmente este teu blog, que desde ja te agradeco pelo desempanho e qualidade.
    Este artigo tem algo de especial para mim porque foi la que vivi a minha infancia. Oitos anos apos a sua construcao comecei a la viver e no farol oferecia das melhores condicoes oferecidas no Pico. Embora o isulamento dos duros invernos em que por veses o mar nos isolava, foi uns anos extremamente felizes.
    Um abraco
    Idalmiro

    ResponderEliminar
  2. Tive a oportunidade de visitar o farol em 2009 e gostei muito.

    ResponderEliminar

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!