sexta-feira, 28 de junho de 2019

Concerto "Açores Canta"


Mais de 100 eventos nas 9 ilhas dos Açores terminam a 29 de junho, com o concerto "Açores Canta" encerrando, assim, a sétima edição do Azores Fringe, o festival internacional de artes nos Açores.

"Açores Canta" é um novo programa da MiratecArts, entidade organizadora do festival, construído para incentivar jovens a pesquisar e a cantar música açoriana. "Desde o tradicional cancioneiro às composições mais recentes é o que desejamos desta dúzia de participantes que vêm das 9 ilhas" avança Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts. "É incrível perceber que as gerações mais novas não conhecem o que se faz na região, por isso esperamos que este programa comece a dar um novo impulso nessa vertente".

O programa oferece aos jovens workshops de voz, performance, experiência em estúdio de gravação e ainda a oportunidade de mostrar sua voz ao público no concerto final num dos grandes palcos açorianos, o Auditório da Madalena. O espetáculo tem participação especial das vozes de Sara Miguel, dos Bruma Project, e de Jean-Daniel Sénesi, uma nova aquisição artística da França para a ilha do Pico.

O programa tem o apoio da Direção Regional da Juventude e o espetáculo final é possível com a parceria com a Câmara Municipal da Madalena. "Juntos conseguimos mais" diz Terry Costa, que continua a incentivar as entidades públicas, empresas e comunidade a colaborarem, cada vez mais, e a apoiarem o desenvolvimento das artes nas nossas ilhas "pois só assim vamos conseguir ter uma voz no mundo."

"Açores Canta", o concerto, acontece no sábado 29 de junho, pelas 21h30, no Auditório da Madalena. A entrada é livre para toda a família. Este é o evento oficial que encerra o Azores Fringe, um festival que viu trabalhos de mais de uma centena de artistas, de todas as ilhas, do norte a sul de Portugal e de vários países do estrangeiro.

Haja saúde!


Post scriptum

Açores Canta juntou jovens cantores das 9 ilhas

O desafio da associação MiratecArts para com os jovens açorianos foi lançado no passado inverno para cantarem música do cancioneiro açoriano. Depois de inscrições, criação de vídeos pessoais, responder a inquérito e acertar calendários de todos os que queriam e qualificavam a participar, foram 10 as vozes, oriundas de todas as ilhas, que se juntaram na ilha montanha para o último fim de semana de programa no Azores Fringe - o festival internacional de artes, "uma explosão artística dos Açores para o mundo".

Bárbara Cabral, Carolina Soares, Deolinda Ortins, Jeremias Aguiar, Joana Pacheco, João Neves, Laura Santos, Sámira de Jesus, Sara Sacramento e Viviana Esteves receberam um fim de semana de programa educativo e atividades que vão ficar para a vida. Workshops de voz e performance aconteceram enquanto a turma do primeiro Açores Canta planeava para a apresentação ao vivo, que aconteceu no passado sábado, 29 de junho, no Auditório da Madalena. Sara Miguel, dos Bruma Project, foi a diretora musical e formadora de voz para o Açores Canta, enquanto o próprio fundador da MiratecArts, Terry Costa, liderou a direção artística. Os jovens ainda tiveram a oportunidade de passar umas horas em estúdio e gravar música no HD Produções na ilha do Pico.

Chamateia de Luís Alberto Bettencourt e António Melo Sousa foi a música mais escolhida pelos participantes quando desafiados a cantar algo que representasse os Açores. Assim, Sara Miguel, arranjou para 3 vozes e solos a musica favorita e a turma Açores Canta 2019 ensaiou e cantou no concerto final do programa. O próprio Luís Alberto Bettencourt expressou a sua felicidade do programa incentivando a equipa: "As vozes são magnificas e o arranjo também. Façam um video, merece muito ser difundido. Fico grato e orgulhoso."

Açores Canta teve apoio da Direção Regional da Juventude e da Câmara Municipal da Madalena. Terry Costa admite que MiratecArts deseja "continuar a desenvolver esta turma e quem sabe para o ano convidar uma nova turma a se juntar ao projeto. O Festival Cordas acontece em setembro e estamos pensado em fazer uma fusão entre os instrumentos de corda e as cordas vocais." Isto é Fringe. Isto é MiratecArts - promovendo os Açores com arte e artistas.




Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!