domingo, 8 de julho de 2018

Portuguese Joe: o picaroto que se casou com índias canadianas e que agora tem estátua em Lisboa

José Silva terá deixado a ilha do Pico em 1846, ainda a entrar na adolescência, embarcando num barco baleeiro americano. Mas a corrida ao ouro que na altura atraia muitos aventureiros à Califórnia acabou por fazer que nunca mais voltasse aos Açores ou a essa Calheta de Nesquim onde nasceu. A busca do metal amarelo acabaria por levá-lo bem mais para norte, com os registos a darem conta da chegada de um Joe Silvey (um inglesamento de José Silva) e de quatro outros portugueses à Colúmbia Britânica cerca de 1860.
Assim começa uma reportagem do Diário de Notícias sobre Portuguese Joe, o picaroto que se casou com índias do Canadá e que foi, em 1867, o primeiro europeu a receber a nacionalidade canadiana [link para artigo completo].

Hoje, estima-se que haja entre 500 e mil descendentes vivos do Portuguese Joe, sendo que um dos seus trinetos inaugurou recentemente, em Lisboa, uma estátua em sua homenagem, estátua essa que é uma réplica de outra existente em Vancouver, no Canadá.

Haja saúde!

[Notícia relacionada: Escultura do descendente indígena do pioneiro açoriano português inaugurada em Lisboa muito visitada]

Luke Marston na inauguração da escultura Sea Wolf em Belém (Lisboa)
© FILIPA BERNARDO / GLOBAL IMAGENS

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!