terça-feira, 11 de julho de 2017

Botes baleeiros do Pico sagram-se campeões regionais 2017

Tripulação feminina do Pico campeã regional de remo em botes baleeiros 2017 (por ordem alfabética: Ana Azevedo, Camila Oliveira, Cátia Salvador, Daniela Miguel, Filipa Alves, Paula Serpa, Sílvia Mateus e Sofia Silva).

No passado fim de semana (8 e 9 de julho de 2017) decorreu, na ilha de Santa Maria, o II Campeonato Regional de Botes Baleeiros. Mais de uma centena de participantes, oriundos de todas as ilhas com exceção do Corvo, tiveram como intuito transformar esta competição numa autêntica homenagem à memória do povo açoriano e à sua história.

Ao fim de um dia e meio, e depois de cumpridas 10 regatas (3 de remo masculino, 3 de remo feminino e 4 de vela), ficaram-se a conhecer os novos campeões regionais, tendo os botes baleeiros do Pico arrecadado o primeiro lugar em ambas as categorias de remo.

Em femininos, a vitória coube às remadoras do bote ‘São Pedro’, do Clube Naval Aliança Calhetense, sagrando-se assim como as primeiras campeãs regionais de sempre, pois foi a primeira vez que se realizaram provas de remo feminino nesta competição.

Na prova de remo masculino, o domínio pertenceu ao bote ‘Maria Armanda’, do Clube Náutico das Lajes do Pico, que já no ano passado se tinha sagrado campeão regional.

Em vela, a nova equipa campeã regional pertence à ilha do Faial, mais concretamente à tripulação que esteve a bordo do bote ‘Senhora do Socorro’, da Junta de Freguesia do Salão.

Esta é uma prova única no país e que envolve, em doses iguais, história e desporto, competição e memória coletiva, orgulho de um povo e vontade de manter vivo o património que é de todos.

Haja saúde!

[Reportagem vídeo sobre este campeonato]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!