terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Navio “Gilberto Mariano” parte para docagem no continente português

O navio "Gilberto Mariano" irá estar longe dos Açores durante as próximas quatro semanas, mais concretamente em Aveiro, devido a um processo de certificação obrigatório. Durante este tempo, diversas ligações no Triângulo serão asseguradas pelo navio "Cruzeiro do Canal".

A viagem do navio "Gilberto Mariano", entre os Açores e Aveiro, pode ser acompanhada clicando neste link.

Apresenta-se de seguida e na íntegra o respetivo comunicado da Atlânticoline:
O ferry “Gilberto Mariano”, da Atlânticoline, S.A., irá partir no próximo dia 8 de janeiro com destino ao continente português para docagem, procedimento obrigatório de dois em dois anos, para efeitos de certificação do navio, à semelhança do que aconteceu com o “Mestre Simão” no final de 2015.
Durante a estada do “Gilberto Mariano” em doca seca, que deverá prolongar-se por cerca de quatro semanas, as ligações marítimas diárias no Triângulo serão asseguradas pelo “Mestre Simão” e pelo “Cruzeiro do Canal”.
Assim, de segunda a sexta-feira, o “Cruzeiro do Canal” fará a viagem da manhã na Linha Verde, até São Jorge, bem como a última ligação do dia na Linha Azul, com saída às 17h15 da Horta e às 18h00 da Madalena. Nestes dias o “Mestre Simão” fará a ligação da tarde na Linha Verde, operando nas três primeiras viagens do dia na Linha Azul.
Ao sábado o “Mestre Simão” fará todas a viagens da Linha Azul, enquanto que o “Cruzeiro do Canal” fará a viagem da Linha Verde. Ao domingo será o ferry a viajar até São Jorge, bem como a realizar as três primeiras ligações da Linha Azul, com o “Cruzeiro do Canal” a fazer a última ligação do dia no Canal.
Recorde-se que, inicialmente, os prazos definidos pela Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos coincidiam com a época alta da operação. Por essa razão, a Atlânticoline pediu a prorrogação dos prazos, para que as docagens pudessem passar a acontecer na época baixa.
Este procedimento de docagem decorrerá em Aveiro e é, recorde-se, imperativo para a certificação dos navios. Enquanto o mesmo estiver em curso, a Atlânticoline aproveitará para fazer alguns trabalhos de manutenção no navio, tal como aconteceu com o “Mestre Simão”.

Haja saúde!

[Este navio regressou aos Açores no dia 3 de março de 2016 - link]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!