sexta-feira, 3 de abril de 2015

Era uma vez um avião da SATA Internacional que não divergiu para o Pico...

Ontem, quinta-feira dia 2 de abril de 2015, D. Sebastião ameaçou aparecer lá para os lados da ilha do Faial: um nevoeiro encobriu esta ilha e, como consequência, o voo da SATA Internacional proveniente de Lisboa não pôde aterrar no aeroporto da Horta...

Acontece que o nevoeiro também decidiu imitar o rácio dos voos da SATA Internacional, no verão, de Lisboa para o Pico em comparação com os que têm o Faial como destino (2 para 10, respetivamente), ou seja, na ilha montanha esteve um quinto do nevoeiro que se verificou na ilha vizinha...

Ora, segundo as Obrigações de Serviço Público nas ligações aéreas entre os Açores e o Continente, no caso da ligação Lisboa-Horta-Lisboa ser cancelada por condições atmosféricas adversas, as transportadoras poderão, caso assim o entendam, alterar o destino do voo para a ilha do Pico, desde que assegurem o pagamento da ligação marítima entre a ilha de destino e aquela para a qual o voo estava inicialmente programado...

Os pilotos da SATA Internacional já voam para o Pico e consequentemente já estão certificados para aterrar nesta pista (demoraram uns aninhos porque consta que tiveram que pedir à UNESCO para poderem aterrar em pleno património mundial), para além de se poder reabastecer o avião no aeroporto da ilha montanha (também demoraram a certificar este abastecimento porque era para ser feito com a tradicional aguardente de figo mas as taxas alfandegárias tornaram o jet fuel economicamente mais atrativo)...

O Adamastor teve ontem tolerância de ponto e por isso o mar esteve bastante calmo no braço de mar perpetuado na obra "Mau Tempo no Canal"...

Estavam então reunidas todas as condições para o avião da SATA Internacional divergir para o Pico e proporcionar uma verdadeira Quinta-Feira Santa para os picarotos que viajavam nesse voo, pois embarcaram em Lisboa com destino à sua ilha numa viagem que inicialmente seria feita via Faial...

Contudo, eis que alguém nota que essa opção iria violar alguns mitos da "ilha do futuro":
  • Os voos da SATA Internacional com partida no Pico e destino a Lisboa têm que parar sempre na Terceira e isso poderia não acontecer com o voo divergido;
  • O movimento na ilha montanha iria aumentar temporariamente e alguns turistas iriam conhecer gratuitamente um bocadinho da ilha do Pico por estarem em trânsito, algo que normalmente só acontece nos aeroportos das ilhas de São Miguel, Terceira e Faial;
  • Poderiam haver trocas comerciais inesperadas (alimentação, souvenirs, etc.) que iriam beneficiar o Pico diretamente e sem benefício para outras ilhas.
Assim, por todas estas "razões comerciais", foi decidido divergir o voo S4 151 para o aeroporto de Ponta Delgada ao invés do aeroporto da ilha do Pico...

No entanto, a SATA decidiu não defraudar as expectativas de todos aqueles que desejavam aterrar na ilha montanha e prepara-se para oferecer um voucher para obter o mais famoso simulador de aviões, porque divergir um voo SATA Internacional para o Pico só no "Flight Simulator"!

Haja saúde!

Nota: esta estória serve para descrever de forma mais descontraída a história do primeiro voo da SATA Internacional Lisboa-Horta-Lisboa que poderia ter divergido para a ilha do Pico e ter proporcionado chegadas antecipadas ao destino final (em ambos os sentidos) em relação às que se verificaram ontem, tudo isto pelo facto de o voo ter divergido para a ilha de São Miguel - link para o registo deste voo.


  • Ler a mais recente estória inspirada em novas aventuras da SATA clicando em 'Definindo SATA no voo Lisboa-Pico-Lisboa de 4 de abril de 2015'.
  • Notícia relacionada: Governo dá razão ao Pico nas queixas sobre o transporte aéreo
  • Finalmente a SATA divergiu para o Pico!


  • video

    3 comentários:

    1. Parabéns pela sua história que exemplifica muito bem o que aconteceu e vai acontecer...talvez por isso o voo de hoje Lisboa/Horta (com passageiros do Pico) vai para Ponta Delgada/Pico.

      ResponderEliminar
    2. Incrível.... como é que ainda não sabem que a ilha do Pico é espectacular!?!

      ResponderEliminar

    Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

    Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!