segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Nova espécie do mar profundo descoberta ao largo do Pico


O projeto europeu ATLAS — a maior iniciativa de sempre de investigação oceânica e que agora se concluiu — descobriu 12 novas espécies no mar profundo do oceano Atlântico, quarto delas nos Açores. Financiado por fundos europeus, o projeto ATLAS juntou mais de 80 investigadores de países com fronteiras com o Atlântico Norte e realizou em quase cinco anos 45 expedições científicas, que, segundo o Observatório do Mar dos Açores, contribuíram "significativamente para o conhecimento acerca dos ecossistemas do mar profundo do Atlântico Norte".

O cnidário Epizoanthus martinsae, que coloniza os esqueletos de corais negros dos Açores, foi uma das novas espécies descobertas, tendo sido encontrado ao largo da ilha montanha, mais precisamente no canal entre as ilhas do Pico e do Faial, a cerca de 360 metros de profundidade, com o auxílio do submarino Lula 1000 da Fundação Rebikoff-Niggeler.

O nome da espécie foi atribuído em homenagem à norueguesa Helen Martins, investigadora jubilada que se estabeleceu na cidade da Horta, na ilha do Faial, em 1976, onde foi pioneira em linhas de investigação que ainda hoje decorrem.

Mais sobre esta nova espécie pode ser encontrada em: https://doi.org/10.3389/fmars.2017.00088

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!