quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Museu mais visitado dos Açores fica na ilha do Pico


Terminado que está o ano de 2016, alguns balanços começam a ser feitos na área do turismo, onde se incluem os espaços museológicos dos Açores.

Mais concretamente, de entre os 17 espaços tutelados pela Região, os quais receberam um total de 164.591 visitas no ano passado, o Museu dos Baleeiros — um dos polos do Museu do Pico — foi o que teve maior número de visitantes: 30.013.

Recorde-se que o Museu do Pico, enquadrado na categoria de Museu Regional, reúne, para além do Museu dos Baleeiros, na vila das Lajes, o Museu da Indústria Baleeira, na vila de São Roque, e o Museu do Vinho, na vila da Madalena. Estes dois últimos polos receberam 12.261 e 10.531 visitas em 2016, respetivamente.

Estes três polos/núcleos museológicos assumem-se como instrumentos capazes de propiciar a valorização do património cultural da ilha do Pico e de colaborar na construção da sua identidade, fazendo o levantamento, a preservação, o estudo e a divulgação das suas memórias coletivas, associadas aos históricos ciclos regionais da baleação e da vitivinicultura.

Para saber mais sobre este museu (incluindo visitas virtuais) basta clicar no seguinte link: Museu do Pico - visitas virtuais

Por fim, atente-se a mais uma pequena estatística: não só um dos três polos do Museu do Pico foi, por si só, o espaço museológico açoriano mais visitado em 2016, como somando as visitas dos restantes polos resulta que um em cada três visitantes dos museus tutelados pela Região esteve no Museu do Pico. Por outras palavras, a ilha montanha foi claramente a mais procurada nos Açores no que respeita a museus!

Resumindo, os números não enganam: o Pico está na moda!

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!