segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Balanço da operação sazonal de 2016 da Atlânticoline


A empresa pública de transporte marítimo de passageiros Atlânticoline efetuou neste ano de 2016 mais uma operação sazonal a ligar todas as ilhas dos Açores exceto Corvo, operação esta que se encontra ao abrigo das Obrigações de Serviço Público para Transporte Marítimo e que na prática é conhecida como Linha Amarela.

A operação sazonal de 2016 da Atlânticoline foi realizada recorrendo ao uso de dois navios, mais precisamente o Express Santorini e o Paraguana I, tendo tido início a 29 de abril e término no dia 26 de setembro. Segundo dados estatísticos desta empresa, foram realizadas 544 viagens ao longo desta operação, tendo sido transportados mais de 61.000 passageiros e aproximadamente 12.000 viaturas. Em termos de procura dos destinos, obtiveram-se as estatísticas que se apresentam na tabela seguinte.


Os dados estatísticos que são públicos mostram que a ilha de São Miguel foi a registou a maior procura, estando a ilha das Flores no extremo oposto. Contudo, estes dados não têm em consideração o factor "regresso a casa", ou seja, quando um qualquer açoriano compra uma viagem de ida e volta, o bilhete de regresso conta para as estatísticas como procura para a ilha de origem, desvirtuando assim a noção sobre que destinos têm efetivamente um maior poder de atração. A título de exemplo, se 100 micaelenses comprarem bilhetes de ida e volta para destinos variados como Santa Maria, Terceira e Pico — imagine-se uma distribuição de 60, 30 e 10 passageiros, respetivamente — todos eles teriam em comum 100 viagens de retorno a São Miguel, ou seja, para estas 200 viagens (100 de ida e 100 de regresso) obteria-se estatisticamente uma distribuição de 50% para São Miguel, 30% para Santa Maria, 15% para a Terceira e 5% para o Pico. Por outras palavras, neste pequeno exemplo ilustra-se como um destino com a maior procura segundo as estatísticas (no exemplo foi São Miguel) pode não ser o que tem maior poder de atração e para onde as pessoas se deslocaram temporariamente (no exemplo foi Santa Maria).

Assim, torna-se interessante analisar os dados do ponto de vista dos destinos com maior poder de atração. Para esse efeito, primeiro vai ser assumido que se pode desprezar as viagens só de ida e que a origem dos passageiros é diretamente proporcional à população da ilha de onde partem (tendo por base os Censos 2011) — estas aproximações eventualmente não estarão muito longe da realidade, tendo em consideração que a grande maioria dos passageiros que usualmente recorrem à Linha Amarela da Atlânticoline são residentes nos Açores que compram bilhetes de ida e volta. Em segundo lugar, e para obter os dados pretendidos, subtrai-se a percentagem da população de cada ilha relativamente ao todo regional às estatísticas apresentadas na tabela anterior, obtendo-se assim a procura dos destinos excetuando o regresso a casa — os resultados finais são apresentados de seguida, onde para o caso das Flores também se subtraiu a percentagem da população relativa à ilha do Corvo.


Estas estatísticas agora obtidas revelam alguns factos curiosos que vale a pena destacar. Em primeiro lugar, existem duas ilhas, mais concretamente São Miguel e o Faial, que podem ser consideradas como locais que apresentaram um saldo negativo entre os que lá se deslocaram e os que de lá sairam temporariamente; por outras palavras, estas duas ilhas foram exportadoras de turistas internos. Por outro lado, a ilha de Santa Maria pode ser considerada como a ilha que apresentou o maior poder de atração, seguida da ilha do Pico e notando também que as ilhas de São Jorge e da Graciosa registaram um excelente saldo positivo no que respeita aos visitantes que receberam versus quem saiu a partir destes locais; assim, estas quatro ilhas foram os principais polos de atração no que respeita à operação sazonal da Atlânticoline de 2016.

Finalmente, e atendendo agora ao caso particular da ilha montanha, os dados estatísticos mostram claramente como, no âmbito do slogan "faça férias cá dentro", a ilha do Pico foi a mais procurada do "Triângulo" e a segunda com maior poder de atração a nível Açores, comprovando-se mais uma vez que esta ilha está na moda!

Haja saúde!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Para evitar perder a ideia do comentário, sugere-se que escreva primeiro o mesmo num editor de texto e depois copie para aqui; assim, se ocorrer algum erro (por vezes não funciona à primeira), tem sempre cópia do seu texto.

Muito obrigado por comentar neste blog! Haja saúde!