quinta-feira, 31 de março de 2016

Zonas Balneares Oficiais do Pico - 2016

A Portaria n.º 36/2016, de 31 de março, procedeu à identificação das Zonas Balneares Oficiais dos Açores para 2016. Para o caso da ilha do Pico, as zonas identificadas são:

São Roque do Pico
Lajes do Pico
Madalena
Todas estas zonas têm como época balnear o período compreendido entre 1 de junho e 30 de setembro. Alguns dados sobre a qualidade da água nestas zonas balneares (e em todas as outras de Portugal) podem ser encontrados no site do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos [http://snirh.pt/].

Face a 2015, é de salientar a inclusão de uma nova zona balnear oficial para o caso da ilha do Pico, mais concretamente a zona da Furna de Santo António, sendo que a nível Açores apenas outras duas novas zonas balneares foram adicionadas à lista oficial.

Recorde-se que, em 2015, três zonas balneares da ilha do Pico foram classificadas com Qualidade de Ouro, registando-se ainda o facto de duas zonas balneares da vila de São Roque do Pico, Piscina do Cais e Poças de São Roque, terem merecido um destaque no guia "Verão em Família", elaborado pelo jornal Expresso, por serem "piscinas de referência, que têm merecido diversas distinções" (a Piscina do Cais foi o único local da ilha do Pico onde esteve hasteada a Bandeira Azul).

Nota final para um bom exemplo de funcionamento da consulta pública: tal como noticiado na edição n.º 619 do 'Jornal do Pico' (de 11 de março de 2016), as zonas balneares de São Roque do Pico foram renomeadas com o intuito de ser fácil associar o nome ao local, tendo contribuído para essa situação através de várias sugestões dadas ao abrigo da consulta pública da lista de águas balneares açorianas a identificar em 2016.

Haja saúde!

Piscina do Cais


Poças de São Roque


Furna de Santo António

quarta-feira, 30 de março de 2016

Proteção Civil dos Açores lança aplicação móvel gratuita

Recentemente foi lançada uma aplicação móvel gratuita, a "Prociv Azores", a qual pretende aproximar Proteção Civil dos Açores e cidadãos.

Disponível para smartphones [links para descarga: iTunes | Google Play], a "Prociv Azores" é uma aplicação pioneira a nível nacional e fornece, de forma bastante intuitiva, várias informações:
  • Alertas em tempo real de avisos meteorológicos, comunicados sismológicos e outro tipo de comunicação, bem como permite ao utilizador ficar a par de zonas de perigo, derrocadas, cortes de estradas e, em simultâneo, percursos alternativos;
  • Saber onde fica a farmácia mais próxima, os bombeiros ou pontos de desfibrilação automáticos externos em qualquer uma das nove ilhas dos Açores;
  • Aquando da ocorrência de catástrofes, indicações à população do que fazer, para onde se dirigir, que cuidados deve ter, entre outros aspetos;
  • Explicação do manuseamento de extintores e a forma de agir em caso de primeiros socorros para vários tipos de situação (desmaios, convulsões, queimaduras, feridas, quedas/acidentes e intoxicações).

Em suma, oxalá que a necessidade de uso desta aplicação seja reduzida, mas, como "mais vale prevenir do que remediar", a "Prociv Azores" é uma app que vale a pena ter à mão!

Haja saúde!

segunda-feira, 28 de março de 2016

Era uma vez o interior de um Armazém Património Mundial...

Recentemente foi inaugurado o novo espaço do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico (vídeo em anexo). Esta obra consistiu na adaptação de um armazém tradicional do Lajido de Santa Luzia e na "nova" exposição interpretativa desta cultura da vinha, a qual é Património Mundial da Humanidade. Com esta obra o Governo Regional pretendeu "não só melhorar a oferta turística, dotando o centro de visitantes com uma nova área de exposição e um local destinado à mostra e prova de vinhos produzidos nesta área classificada, como libertar espaço para os serviços" (recorde-se que o antigo espaço deste centro de interpretação fora inaugurado em 2010).

Contudo, a obra agora inaugurada, e que foi realizada num espaço com tradição, está a provocar alguma contradição nas gentes da ilha montanha. Vamos então tentar perceber o que se passa...

O (ainda) texto oficial deste centro de visitantes refere o seguinte:
A visita ao Centro possibilita ainda a realização de uma visita guiada no exterior aos "currais" de vinha e de figueira, ao interior de um Armazém e de um Alambique tradicionais ainda em funcionamento, bem como percorrer todo o núcleo do Lajido, e assim compreender como este edificado está intimamente associado à cultura da vinha e da figueira.
Como o novo espaço do Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico fica localizado dentro do referido Armazém, acontece que agora os turistas ficaram privados de conhecer grande parte do antigo interior (o lagar ainda se mantém) de um armazém verdadeiramente típico na cultura da vinha e da figueira: um chão todo em brita, uns balseiros de madeira com um tamanho considerável, um carro de bois que ajudou a moldar as relheiras no basalto picoense, enfim, um espaço místico que permitia aos visitantes sentir outros aspetos que contribuíram para a classificação de toda a Cultura da Vinha do Pico como Património Mundial.

Também não deixa de ser altamente contraditório a seguinte situação: no novo espaço agora inaugurado encontra-se em exposição o conjunto de fotografias submetidas para o concurso "Um olhar sobre a Paisagem da Cultura da Vinha – Património Mundial", o qual foi lançado em 2014 para comemorar os 10 anos de classificação como Património da Humanidade; a foto vencedora (e que está em anexo) foi... aquela que destaca o antigo interior do Armazém em questão!

Não está em causa a qualidade da exposição de interpretação da cultura da vinha, a qual explica muito bem como é possível "da pedra fazer vinho". Também não está em questão a necessidade de os serviços precisarem de mais espaço e por isso terem ocupado o local onde se situava o antigo Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico. É pena é "ter sido necessário" modificar o interior de um Armazém Património Mundial.

Em suma, a verdade é que agora algum do Património Mundial já está modernizado e não preservado como era antigamente. Isto significa que ao invés da preservação e da explicação andarem de mãos dadas, tem-se a substituição do "pode se observar e sentir como era" por "estes textos e imagens explicam como era"!

Haja saúde!

O antes...
"Honor Guard" © Pedro Silva
(foto vencedora do concurso "Um olhar sobre a Paisagem da Cultura da Vinha – Património Mundial")

E o depois...

domingo, 27 de março de 2016

Atualização de horários dos aviões - Verão IATA 2016

A mudança para a hora de verão (último domingo de março) coincide também com o início da estação "Verão IATA", onde são reforçadas as ligações aéreas com a ilha do Pico.

Mais concretamente, o aeroporto da ilha montanha passa agora a ter:
  • 1 ligação diária com a ilha Terceira;
  • 1 ligação diária com a ilha de São Miguel, havendo um segundo voo à quarta e ao domingo;
  • 2 ligações semanais com Lisboa, efetuadas à segunda e ao sábado.
Todos os horários já atualizados encontram-se disponíveis no separador "Aviões" deste blog.

Em anexo encontra-se ainda uma foto do avião CS-TKQ (Airbus A320), da Azores Airlines, o qual escalou o aeroporto da ilha do Pico no dia de ontem (26 de março de 2016), naquele que foi o seu primeiro voo comercial ao serviço da companhia aérea açoriana.

Haja saúde!

Escala no Pico do voo S4 4043 (Lisboa-Pico-Terceira-Lisboa) em 26/03/2016.

sexta-feira, 25 de março de 2016

"Portugal in 150 Seconds" vem ao Pico - vote aqui nos locais a filmar

O "Portugal in 150 Seconds" é uma série criada pela LUA Filmes e que aplica o conceito de "ver pelos olhos de quem melhor conhece". Assim, a série "Portugal in 150 Seconds" tem a particularidade de oferecer ao público a perspetiva única de residentes e conhecedores dos lugares selecionados. Isto significa que a escolha dos dez locais onde são realizadas as filmagens é feita pelo público. Desta forma, os locais representados em cada episódio são os dez mais votados pelos utilizadores que conhecem as cidades, aldeias e lugares e que acompanham os canais digitais da série.

Um dos próximos episódios da série apresenta a ilha do Pico em 150 segundos (ou seja, em 2 minutos e meio), sendo que a votação para os locais a filmar já se encontra aberta - para votar basta consultar a lista no final deste post, selecionar os locais favoritos (podem ainda acrescentar outros lugares que gostariam de ver no episódio) e clicar em "Votar" (existe depois uma validação via Facebook, de modo a garantir que cada pessoa só vota uma vez).

Todos os episódios da série "Portugal in 150 Seconds" podem ser visualizados em: www.youtube.com/portugalin150seconds

Haja saúde!

Post scriptum: link para o episódio desta série sobre a ilha do Pico.



quinta-feira, 24 de março de 2016

Céu noturno sobre a ilha do Pico destacado pela NASA

A agência espacial norte-americana NASA tem uma página na internet dedicada à "Imagem Astronómica do Dia", onde diariamente uma imagem fascinante ou uma fotografia impressionante do universo é apresentada, sendo acompanhada de uma breve explicação do fenómeno em causa.

No passado dia 22 de março de 2016, o destaque da NASA foi para uma fotografia do céu noturno sobre a ilha do Pico, tirada pelo fotógrafo Miguel Claro durante uma subida à montanha do Pico. A fotografia em questão (apresentada no final deste post, juntamente com a versão anotada) mostra um fenómeno atmosférico raro, o qual se caracteriza por uma espécie de arco-íris de airglow (ou seja, luminescência fotoquímica) em ondas gravíticas da atmosfera captadas acima do Pico. A NASA termina a sua explicação sobre esta imagem afirmando que este é "um céu espetacular" [link para o destaque da NASA].

Mas o fenómeno em causa tem despertado bastante interesse na comunidade científica internacional. Este facto já levou o autor da fotografia e alguns cientistas a elaborarem um artigo contendo uma descrição detalhada deste fenómeno [link para este artigo].

Em suma, já era do conhecimento dos picarotos e de quem nos visita que o céu noturno sobre a ilha montanha é fascinante; agora foi a vez de a NASA o atestar!

Haja saúde!



quarta-feira, 23 de março de 2016

Regulamento de acesso à montanha do Pico


A montanha da ilha do Pico reúne uma série de curiosidades, destacando-se as seguintes:
Não só por estas razões, mas sobretudo pelas paisagens de tirar a respiração, a subida ao cimo da montanha do Pico tem tido uma crescente procura nos últimos anos, tendo sido registado, em 2016, um valor recorde de 12.317 pessoas que escalaram esta montanha, bem como foi atingido um recorde de 384 subidas num só dia em agosto de 2017.

O mais recente Regulamento de acesso à Reserva Natural da Montanha do Pico (publicado na portaria n.º 29/2016, de 22 de março, e que entrou em vigor a 1 de maio de 2016) veio estabelecer as regras e taxas para todos aqueles que pretendem alcançar o ponto mais alto de Portugal. De seguida apresenta-se um resumo destas regras.

A subida tem início na Casa da Montanha, ponto de paragem obrigatório situado a cerca de 1.200 metros de altitude, sendo neste local disponibilizado informação sobre a geologia, biologia, história e clima da montanha do Pico, quer em painéis informativos, quer em formato de vídeo que pode ser visualizado no auditório. Adicionalmente, é na Casa da Montanha que é efetuado o registo e controlo das subidas, também como forma de garantir que a capacidade de carga máxima da montanha não é ultrapassada (pode ser necessário esperar algumas horas até ser permitida a subida quando se atinge a capacidade de carga máxima da montanha). Contudo, pode-se agendar, reservar e garantir previamente a subida ao ponto mais alto de Portugal através do seguinte link:
http://servicos-sraa.azores.gov.pt/gamp/


Existem três variantes na escalada da montanha do Pico, cada uma apresentando diferentes taxas:
  • Subida à Furna Abrigo (percurso mais pequeno, adequado aos visitantes que não pretendam ou não tenham condições de subir até ao cimo, possibilitando assim uma experiência na montanha) - taxa de 2,00 € por cada visitante (gratuito para os portadores do cartão "Amigo dos Parques");
  • Subida à cratera da montanha - taxa de 10,00 € por cada visitante que efetue a escalada de forma autónoma ou de 5,00 € caso seja acompanhado de um guia credenciado (os portadores do cartão "Amigo dos Parques" têm um desconto de 50%);
  • Subida ao Piquinho (implica subida à cratera e respetivas taxas, bem como apresenta a dificuldade mais elevada) - taxa extra de 2,00 € somente para os visitantes que estejam a fazer a escalada de forma autónoma.

Aos visitantes será fornecido equipamento de rastreio e prestada informação sobre o regulamento, as condições e duração média do percurso, as regras de comportamento e de segurança, a previsão meteorológica, e os termos e condições das operações de resgate.

O acesso à montanha é interdito a todos os visitantes que não possuam o equipamento adequado para efetuar o percurso.

Adicionalmente, é vedado o acesso a visitantes que se façam acompanhar de criança de colo, a visitantes que apresentem anomalia psíquica, ou sintomas de embriaguez ou de estarem sob o efeito de substâncias psicotrópicas.

Os visitantes com idade inferior a 16 anos devem ser acompanhados por titular do poder paternal ou de indivíduo maior de idade, devidamente autorizado por declaração escrita daquele.

Caso seja acionada uma operação de resgate, o custo da mesma poderá ser imputado ou ao visitante que efetue a escalada de forma autónoma ou ao guia credenciado, caso haja incumprimento do regulamento, incluindo o desrespeito pelas normas de segurança aplicáveis ao montanhismo e pelas normas de conduta na montanha do Pico, ou caso o resgate tenha sido solicitado sem justificação.

Para mais informações contacte a Casa da Montanha:
Horário de funcionamento:
  • De 1 de junho e 30 de setembro — todos os dias durante 24h;
  • De 1 a 31 de maio e de 1 a 15 de outubro — ininterruptamente das 8h de sexta-feira às 20h de domingo e nos restantes dias das 8h às 20h;
  • De 16 de outubro a 30 de abril — todos os dias das 8h às 18h.

Haja saúde!

[Post relacionado: Subida à montanha mais alta de Portugal]

segunda-feira, 21 de março de 2016

Concurso de fotografia "O Homem e o Parque Natural do Pico"

[Vencedores deste concurso]

Encontra-se aberto o concurso de fotografia "O Homem e o Parque Natural do Pico", o qual pretende retratar a relação existente entre o Homem e a Natureza nos seus mais variados aspetos.

Neste concurso promovido pelo Parque Natural do Pico, o maior parque natural dos Açores e que compreende 22 áreas protegidas, todos os fotógrafos, amadores ou profissionais, são convidados a mostrar que a ilha do Pico não é só natureza, não é só paisagem, é também gente: gente que soube aproveitar uma paisagem inóspita para da pedra fazer vinho, que se aventurou no mar sempre em busca do seu sustento e que soube e sabe viver em harmonia com a natureza envolvente.

Apresenta-se de seguida um resumo do regulamento [link para versão completa]:
  • Os trabalhos devem ser enviados até ao dia 31 de maio de 2016, por e‐mail, para o endereço parque.natural.pico@azores.gov.pt em alternativa, os trabalhos podem entregues pessoalmente em envelope fechado durante o horário de expediente ou por via postal registada, desde que façam entrada na sede do Parque Natural do Pico até 31 de maio de 2016.
  • Podem ser submetidas até 3 (três) obras fotográficas inéditas por participante, subordinadas ao tema "O Homem e o Parque Natural do Pico".
  • Cada e-mail só pode conter uma fotografia em anexo e deve respeitar as seguintes normas:
    • Assunto: Concurso "O HOMEM E O PARQUE NATURAL DO PICO"
    • Nome completo e contactos (morada e telefone do concorrente).
    • Título da fotografia.
    • Local e data em que a fotografia foi tirada.
  • Em caso de entrega pessoal ou por correio, as normas são:
    • Um envelope fechado deverá conter a referência: Concurso "O HOMEM E O PARQUE NATURAL DO PICO"
    • No seu interior deverão constar o nome completo e contactos (morada e telefone do concorrente) e o título de cada fotografia.

No final, 10 fotos serão selecionadas para exposição, de onde sairá uma foto vencedora, e serão ainda atribuídas duas menções honrosas. O autor da foto vencedora receberá como prémio um voucher para uma atividade promovida por parceiros do parque, na ilha do Pico. Os autores das duas menções honrosas receberão como prémio um guia do Parque Natural e produtos da linha Património Mundial. A divulgação dos premiados, a par da entrega dos prémios, ocorrerá em julho de 2016.

Mais informações podem ser encontradas em: http://parquesnaturais.azores.gov.pt/pt/pico/concurso-fotografico

Haja saúde!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Dia Mundial do Teatro 2016

O Dia Mundial do Teatro celebra-se anualmente a 27 de março. Neste ano de 2016, esta celebração vai ocorrer num domingo, mais precisamente no Domingo de Páscoa.

Um pouco por todo o mundo decorrem vários espetáculos teatrais gratuitos, bem como são relembrados alguns dos artistas e das obras mais importantes da história do teatro, tudo isto com o objetivo de promover a arte do teatro junto das pessoas. E neste âmbito a ilha do Pico não é exceção.

No dia 26 de março (Sábado de Páscoa), pelas 21h30, terá lugar um Encontro Artístico na sede da Associação Cultural Padre José Idalmiro (antiga escola primária do Cais do Pico, em São Roque do Pico).

No dia 27 de março (Domingo de Páscoa) estreia uma Experiência Teatral no Facebook, promovida pela Mirateca Arts, e que se intitula "A Morte por Terry Costa" - uma iniciativa diferente e que pode ser acompanhada a partir de qualquer parte do mundo.

Haja saúde!


segunda-feira, 14 de março de 2016

Em abril (de 2016), provas mil

A ilha do Pico vai receber, no próximo mês de abril deste ano de 2016, um conjunto de provas de âmbito regional, sendo algumas de carácter pioneiro nos Açores.

No dia 2 de abril, a ilha do Pico recebe o primeiro Granfondo alguma vez realizado nos Açores. Esta é uma prova de ciclismo que consiste numa corrida de longa distância em estrada. Assim, alia-se a vertente competitiva ao lazer, proporcionando a todos os participantes momentos de descoberta e aventura.

O percurso escolhido para esta primeira edição terá uma extensão de 140 km e, para além da volta à ilha montanha, passará em zonas interiores, não esquecendo a paisagem protegida da vinha. Em alternativa, haverá também um percurso de Mediofondo com cerca de 100 km e que, basicamente, fará a volta à ilha do Pico.

Para mais informações sobre este evento (inscrições, programa, percursos, etc.), consulte o seguinte link: Azores Granfondo.

Nos dias 2 e 3 de abril, tem lugar no concelho de São Roque do Pico o Campeonato Regional de Promoção de Pesca Submarina dos Açores 2016. A par deste campeonato, terá lugar também em São Roque do Pico o 2º Troféu da Ilha do Pico a contar para a Taça de Portugal Federação Portuguesa das Atividades Subaquáticas.

Para mais informações sobre estes eventos (regulamentos, zonas de prova, etc.), consulte o seguinte link: Campeonato Regional de Promoção de Pesca Submarina dos Açores 2016.

No final do mês, mais concretamente no dia 23 de abril, a ilha do Pico recebe uma etapa da Peter Mountain Bike Race. Esta é uma prova de ciclismo que terá etapas nas três ilhas do Triângulo (Pico, São Jorge e Faial), sendo que a etapa na ilha montanha abre a competição, é a mais longa das três (105 km) e conta com o maior desnível acumulado (3200 m).

No seu conjunto, esta prova de ciclismo tripartida é encarada como sendo "duríssima para super atletas - uma corrida de 300 km, 3 dias, 3 ilhas atravessando as águas de canais frequentados por baleias, golfinhos e tubarões".

Para mais informações sobre este evento (inscrições, programa, regulamento, etapas, etc.), consulte o seguinte link: Peter Mountain Bike Race.

Haja saúde!

[Link para algumas fotografias pós-eventos]


sexta-feira, 11 de março de 2016

Navio "Corvo" operando no Pico (9 de março de 2016)

Apresentam-se de seguida algumas fotografias, da autoria do amigo Rui Miranda, relativas à operação do navio porta-contentores "Corvo" na passada quarta-feira (9 de março de 2016) no porto comercial do Cais do Pico, situado na vila de São Roque do Pico.

De salientar que, tal como as imagens comprovam, à saída este navio levou consigo inúmeros contentores que se encontravam há algum tempo no respetivo parque do principal porto comercial da ilha montanha.

Recorde-se que a previsão de entrada e saída de navios neste porto comercial, bem como os horários dos navios de passageiros que servem a ilha do Pico de forma regular, podem ser encontrados no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!

© Rui Miranda

© Rui Miranda

© Rui Miranda

© Rui Miranda

quinta-feira, 10 de março de 2016

Hiper Cais começa a renascer das cinzas

[Cerca de seis meses depois, Hiper Cais é reinaugurado.]

Passados pouco mais de três meses desde que ocorreu um incêndio de grandes proporções que destruiu por completo a superfície comercial Hiper Cais, localizada na vila de São Roque do Pico, este estabelecimento começa agora a ser reerguido (fotos no final deste post).

Recorde-se que o Hiper Cais, propriedade de Manuel Norberto Melo Jorge, dedicava-se sobretudo ao comércio de produtos alimentares, tendo sido distinguido com um prémio de mérito no empreendedorismo por parte do Município de São Roque do Pico aquando da comemoração do 473º aniversário deste concelho. Prevê-se agora que esta atividade comercial seja retomada antes do início do verão deste ano de 2016.

O Hiper Cais torna-se assim num exemplo de perseverança e da luta do homem do Pico face às vicissitudes da vida, mostrando que a força de vontade consegue superar mesmo as grandes adversidades e que com esta energia, quase como imitando os poderes mitológicos da ave Fénix, é possível renascer das cinzas!

Haja saúde!

[Post scriptum: a este post foram adicionadas fotografias de diferentes datas, permitindo assim fazer um acompanhamento da reconstrução deste estabelecimento comercial.]



Fotos de 9 de março de 2016






Fotos de 25 de março de 2016





Fotos de 1 de abril de 2016





Fotos de 16 de abril de 2016





Fotos de 14 de maio de 2016







Foto de 5 de junho de 2016

quarta-feira, 9 de março de 2016

Radar da PSP no Pico - março 2016

Segundo o site da PSP, neste mês de março de 2016 irão ser feitas acções de fiscalização com radar na ilha do Pico, nomeadamente em:

  • 10 de março (quinta-feira) / 14h00 / Silveira (Estrada Regional) - Lajes do Pico;
  • 26 de março (sábado) / 22h00 / Criação Velha (Estrada Regional) - Madalena.

Haja saúde!

segunda-feira, 7 de março de 2016

Andamento das obras na Baía de Canas

Apresentam-se de seguida algumas fotografias relativas ao andamento das obras de proteção da orla costeira da Baía de Canas, na freguesia da Prainha, concelho de São Roque do Pico [link para fotos mais recentes].

Como este projeto não teve uma fase de discussão pública, as únicas informações conhecidas publicamente são que nesta empreitada, orçamentada em 152 mil euros, prevê-se a construção de um prisma de enrocamento longitudinal à via, num troço de 90 metros, mantendo-se o contorno da faixa constituída por calhau rolado, de modo a não desvirtuar o efeito de baía existente. Este prisma encostará a um muro ala no arruamento, também a construir, com acabamento em pedra de basalto. A drenagem superficial deste troço da via marginal será assegurada por uma valeta que escoará as águas pluviais por aberturas na base do muro de proteção.

Haja saúde!



sábado, 5 de março de 2016

Piquinho sobre as nuvens

A ilha do Pico deve o seu nome à majestosa montanha que aqui se formou. O "pico" do Pico, mais conhecido por piquinho, não só é o ponto mais alto de Portugal (2351 m), como muitas vezes não fica coberto pelas nuvens porque... está acima destas!

Haja saúde!

[Outras imagens da montanha da ilha do Pico: imagem 1 | imagem 2 | imagem 3 | imagem 4 | imagem 5 | imagem 6 | imagem 7]

sexta-feira, 4 de março de 2016

Escala de navios de mercadorias no Porto do Cais do Pico - março 2016

A Transinsular publicou no seu site a escala para o mês de março de 2016 dos navios de carga que efetuam a ligação Continente - Açores (clique na imagem para conhecer esta escala).


Os navios e as datas em que vão visitar o porto do Cais do Pico, na vila de São Roque do Pico, encontram-se indicados na tabela seguinte (clicando no nome do navio abre uma nova janela com a localização atual do mesmo).

DiaNavio
04 de março (sexta-feira)Ponta do Sol
08 de março (terça-feira)Sete Cidades
19 de março (sexta-feira)Furnas
24 de março (quinta-feira)Sete Cidades

Previsão de entradas e saídas de navios - porto do Cais do Pico: Todas estas informações também se encontram disponíveis no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!

quinta-feira, 3 de março de 2016

Navio "Gilberto Mariano" está de regresso aos Açores

Após um processo de certificação obrigatório, que ocorre de dois em dois anos, o navio "Gilberto Mariano" chega hoje (3 de março de 2016) aos Açores, mais concretamente à sua habitual "casa" no porto da Horta, ilha do Faial.

A viagem do navio "Gilberto Mariano" pode ser acompanhada clicando neste link.

Recorde-se que este navio é aquele que, regra geral, opera na Linha Verde da Atlânticoline [link para horários].

Haja saúde!

quarta-feira, 2 de março de 2016

Proposta inovadora para o novo terminal marítimo de passageiros de São Roque do Pico

Ontem (1 de março de 2016) realizou-se uma sessão extraordinária da Assembleia Municipal de São Roque do Pico com um único ponto na ordem de trabalhos: o reordenamento do porto de passageiros de São Roque do Pico. Esta reunião iria contar inicialmente com a presença do Secretário Regional do Turismo e Transportes, mas a grande maioria da audiência foi surpreendida com presença também do Presidente do Governo dos Açores e de representantes da Portos dos Açores e da empresa de consultoria de engenharia CONSULMAR.

A sessão começou com o Presidente do Governo Regional a recordar que "está tomada a decisão política de construir um terminal marítimo de passageiros em São Roque do Pico", pois esse é um "compromisso eleitoral". No entanto, o governante salientou que a obra a construir só deve avançar com garantias de segurança e deve satisfazer três propósitos: não ter limitações em termos de condições meteorológicas, servir para uma determinada tipologia de navios e ser um ponto fulcral do tráfego marítimo de passageiros no Triângulo (Pico, São Jorge e Faial).

De seguida, a palavra foi dada aos técnicos, os quais apresentaram, com recurso a projeção de slides, as diversas soluções que já foram testadas para a baía do Cais do Pico, evidenciando os constrangimentos que foram encontrados. Face a não ter sido encontrada até agora uma solução que fosse ideal, os técnicos apresentaram estudos preliminares sobre a construção do novo terminal marítimo de passageiros na baía de São Roque. Tal como noticiado anteriormente neste blog, esta última hipótese garante melhores condições técnicas. No entanto, e tal como referiu o Presidente do Governo Regional, também haveria um grande impacto no ordenamento da vila de São Roque do Pico.

Seguidamente, quer o Presidente da Câmara, quer vários deputados municipais de São Roque do Pico, manifestaram a sua preferência por uma solução na baía do Cais do Pico. Contudo sublinharam que, caso tal preferência fosse inviável do ponto de vista técnico, então a obra deveria avançar na baía de São Roque.

A discussão foi então aberta ao público e foi nessa altura que foi conhecida publicamente uma proposta inovadora para o novo terminal marítimo de passageiros de São Roque do Pico (foto em anexo). Da autoria de Jorge Monteiro, comandante da marinha mercante e piloto de barra do porto do Cais do Pico, esta solução já tinha sido apresentada a diversas autoridades, bem como tinha sido sugerida à CONSULMAR, mas não foi tida em consideração até agora. Esta proposta inovadora destina-se à baía do Cais do Pico e é composta por um novo cais acostável com 200 metros, com rampa ro-ro, bem como um reforço no molhe do atual porto comercial. Esta solução apresenta assim um conjunto de vantagens e evita alguns dos constrangimentos verificados até agora:
  • O novo cais acostável poderia facilmente receber navios com comprimentos da ordem dos 120 metros;
  • A zona de construção sobre o mar é efetuada a profundidades mais baixas do que aquelas que foram analisadas até agora, reduzindo-se assim o custo da obra;
  • A manobra de navios no atual porto comercial do Cais do Pico não é afetada;
  • Seria criada uma zona costeira comprida e fortemente protegida da ondulação marítima (desde o Cais Velho até à Delegação Marítima), permitindo assim no futuro uma fácil implementação de um núcleo de recreio náutico.
Esta é uma solução verdadeiramente "fora da caixa", baseada na opinião de quem opera regularmente no porto do Cais do Pico e que, apesar dos condicionalismo desta baía, conseguiu idealizar uma solução bastante promissora.

Por fim, ficou a promessa (mais uma...) do Presidente do Governo de se fazer mais estudos (mais ainda...) para esgotar todas as possibilidades de construção de um novo terminal na baía do Cais do Pico. Se não houver novidades a curto/médio prazo, e tendo por base o já longo historial sobre este tema, seguramente haverá "novidades" daqui a quatro anos!

Haja saúde!

[Link para mais fotografias desta reunião]
[Registo áudio das declarações do Presidente do Governo Regional]



terça-feira, 1 de março de 2016

Agenda Cultural de São Roque do Pico - março 2016

A lista das mais diversas atividades que acontecem em São Roque do Pico, no mês de março de 2016, encontra-se disponível na Agenda Cultural de São Roque do Pico.

Para aceder a esta agenda clique na imagem seguinte (esta informação ficará sempre visível neste blog: à direita e em cima, na secção "ACONTECE POR AÍ").


No fim deste post apresentam-se, por ordem cronológica, alguns cartazes para os eventos que terão lugar neste mês de março.

Haja saúde!

[Nota: este post irá sendo atualizado à medida que forem surgindo mais cartazes, sendo também adicionados links para fotos/vídeos disponibilizados após os eventos (última atualização: 30 de abril de 2016).]



Futebol "Prainha FC X SC Lusitânia" (Campo de Jogos do VFC, 6 de março):

136º aniversário da Filarmónica União Artista de São Roque do Pico (sede desta filarmónica, 6 de março):

Limpeza de resíduos na orla costeira de São Roque do Pico (baía do Cais do Pico, 19 de março):

Celebração do Dia Mundial da Floresta (pavilhão do Centro Paroquial de São Roque do Pico, 21 de março):