sábado, 31 de outubro de 2015

Pico mantém excelente desempenho nos passageiros aéreos

Segundo os dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores relativos ao transporte aéreo, a ilha do Pico cresceu no mês de setembro, em termos de passageiros desembarcados, uns impressionantes 30,4% (quando comparado com o período homólogo de 2014). Apenas a ilha de São Miguel (31,4%) superou o Pico e somente estas duas ilhas mais o Corvo estão acima da média registada nos Açores (20,9% - ver tabela com dados sobre todas as ilhas açorianas).


Analisando os dados desde janeiro a setembro, a ilha do Pico mantém um crescimento notável (20,5%) de passageiros aéreos desembarcados, mais uma vez acima da média regional (18,5%) e apenas ultrapassada pela ilha de São Miguel (26,8%).

É costume dizer-se que as estatísticas valem o que valem e que às vezes não servem para nada... Contudo, parece que a SATA finalmente começa a reconhecer que há que melhorar as ligações aéreas para a ilha montanha, quer em quantidade, quer em qualidade, pois recentemente alterou a moda no que respeita às ligações interilhas e planeia no próximo ano fazer, entre maio e setembro, 3 voos Lisboa/Pico/Lisboa (2ª, 6ª e sáb.), no horário da manhã e sem escalas na ilha Terceira!

Haja saúde!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Alteração ao horário da viagem na Linha Verde este sábado, 31-10-2015, e viagem extra Velas/Horta no dia 01-11-2015

Comunicado da Atlânticoline:
A Atlânticoline, S.A. associou-se à organização da Triangle Adventure, prova de Trail Running que vai percorrer as ilhas do Triângulo no próximo fim-de-semana.
Nesse sentido, foi adaptada a viagem da Linha Verde de sábado, dia 31 de outubro, de modo a garantir a chegada dos atletas às Velas ao início da manhã. Assim, ao invés de sair do porto da Horta às 11h30, a viagem sairá às 07h00, ajustando-se o horário das escalas na Madalena e nas Velas, conforme o quadro abaixo.
Também no âmbito deste evento, haverá uma viagem extraordinária Velas/Horta no domingo, dia 1 de novembro, com saída das Velas às 07h00 e chegada prevista à Horta às 08h40.
A Atlânticoline, S.A. pede a compreensão de todos para estas alterações, ressalvando a importância que este evento tem para os Açores, uma vez que nele participam cerca de 80 atletas, muitos dos quais vindos do exterior da Região.
Sai / Chega Sai / Chega Sai / Chega Sai / Chega Sai / Chega Sai / Chega
Sábado, 31 de outubro de 2015
Horta Madalena Velas Cais do Pico Velas Madalena Horta
07:00 / 07:25 07:40 / 09:00 14:00 / 14:50 18:00 / 18:50 19:05 / 20:25 20:40 / 21:05

Haja saúde!

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Canceladas viagens HOR/MAD (07H30), MAD/HOR (08H15) e HOR/MAD/SRO/VEL/SRO/MAD/HOR (07H00) amanhã, 30 de outubro

Comunicado da Atlânticoline:
A Atlânticoline, S.A. informa que, devido às condições meteorológicas que se fazem sentir, a Capitania do Porto da Horta encerrou o Porto da Madalena à navegação. Não existem, de momento, previsões sobre a sua reabertura. 
Assim, estão canceladas, na Linha Azul, as viagens Horta/Madalena (07h30) e Madalena/Horta (08h15) desta sexta-feira, 30 de outubro. 
Cancelada está também a ligação da manhã na Linha Verde. 
A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que este cancelamento possa causar.

Haja saúde!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Carta aberta aos membros do Conselho de Administração da Atlânticoline sobre as escalas marítimas em São Roque do Pico

Excelentíssimos membros do Conselho de Administração da Atlânticoline,

O meu nome é Ivo Sousa, tenho 30 anos e sou natural da vila de São Roque do Pico. Desde 2002 que os estudos universitários, no início, e agora a minha atividade profissional levam-me a passar a maior parte do ano longe da ilha montanha. Contudo, não só sempre que me é possível estou de visita às minhas origens, mas também tento acompanhar à distância o que se passa na ilha do Pico.

Uma prova desta ligação fiel à minha terra natal foi a criação do blog "caisdopico.blogspot.pt", no início de 2014, onde disponibilizo, entre outras coisas, os horários dos barcos que servem regularmente a ilha do Pico. De forma a manter atualizada esta informação, a qual é a mais visualizada do meu blog, consulto regularmente diversas fontes, incluindo os horários e comunicados disponiblizados no website da Atlânticoline. Por outro lado, também sigo diversos navios através do website Vessel Finder, como forma de verificar na prática se disponho dos horários corretos.

Acontece que, sendo eu um investigador de profissão que passa o dia a correlacionar dados de forma a descobrir padrões, tenho sentido que muitas escalas em São Roque do Pico são canceladas de uma forma que nem eu nem a população em geral consegue compreender. Passo a apresentar factos para sustentar esta minha afirmação.

Em primeiro lugar, quero declarar que não sou especialista em navegação marítima nem afins. Apenas possuo carta de Patrão Local e socorro-me da minha experiência: cresci numa casa à beira-mar, no lugar do Cais do Pico, onde tinha como vizinho mais próximo a Delegação Marítima de São Roque do Pico; assim, habituei-me durante todos os dias da minha infância e juventude a olhar para o mar, para o porto do Cais do Pico e para o movimento de barcos na respetiva baía; atualmente, essa é uma das imagens que capto diariamente com o meu olhar sempre que regresso à minha terra natal.

Em segundo lugar, alguns dos factos reportam-se ao tempo em que a Atlânticoline ainda não incorporava a Transmaçor. Contudo, os mestres, restante tripulação e até alguns membros da administração que agora estão ao serviço da Atlânticoline são os mesmos que pertenciam à Transmaçor, sendo por isso válidas as considerações seguintes.

Entre os diversos cancelamentos registados no porto do Cais do Pico, destaco à partida aqueles relacionados com a operação simultânea de navios naquele porto. Eu observei várias vezes navios da Atlânticoline, nomeadamente o Cruzeiro do Canal, o Cruzeiro das Ilhas e o Gilberto Mariano, a operarem em simultâneo com navios de carga em São Roque do Pico. Ressalvando que a segurança marítima está em primeiro lugar, compreendo em parte que se cancele as operações da Atlânticoline quando um navio porta-contentores está atracado, apesar de no passado ter observado essa operação simultânea [ver foto]. Mesmo assim, gostaria de conhecer as razões que levaram à alteração deste procedimento e ao cancelamento das referidas escalas.

No entanto, não compreendo o cancelamento de algumas escalas em São Roque do Pico, mais concretamente da Linha Verde, quando opera um navio da empresa Transportes Marítimos Graciosenses (TMG) no porto do Cais do Pico: no inverno passado eram canceladas as escalas da Atlânticoline alegando a presença destes navios, quando estes navios da TMG deixam espaço suficiente para a operação da Atlânticoline e quando não existe cancelamento no porto de Velas numa situação idêntica, sendo que este último porto tem o mesmo comprimento de cais acostável do que o porto do Cais do Pico [mais informações aqui]. Ainda para mais, e durante o verão passado, estas escalas da Linha Verde em São Roque do Pico não foram canceladas quando também estiveram presentes navios da TMG [ver exemplo]. Eis que acaba o verão e a Atlânticoline volta a cancelar escalas (em cima da hora e em cima do porto, literalmente) quando se verifica esta situação dos TMG, levando muitos passageiros à incompreensão sobre o serviço prestado [mais sobre este assunto].

Também têm havido outros cancelamentos de escalas em São Roque do Pico que carecem de uma justificação mais aprofundada: os comunicados oficiais começam pela frase "Devido às condições meteorológicas que se fazem sentir (...)" mas quem observa a baía do Cais do Pico em alguns desses dias de cancelamentos nota que a mesma quase se assemelha a uma piscina [consultar vários exemplos]. Algo não bate certo para o comum dos passageiros, sendo que estes merecem uma justificação mais clara por parte da Atlânticoline.

Por fim, atente-se ao cancelamento de escalas em São Roque do Pico ocorrido no dia de ontem, 27 de outubro de 2015, o qual consegue reunir o melhor das situações acima descritas. Devido ao fecho da barra da Madalena a toda a navegação (e que só veio a reabrir bastante mais tarde), a Atlânticoline decidiu e bem, a meu ver, procurar uma solução que permitisse ligar por via marítima as ilhas do Pico e do Faial. Acontece que a escolha de um porto alternativo na ilha montanha recaiu sobre o porto das Ribeiras, tendo a Atlânticoline realizado viagens extraordinárias. Levantou-se em mim uma questão: porque não pôde ser utilizado o porto do Cais do Pico? Vejamos algumas vantagens:
  • A viagem Horta - Ribeiras durou cerca de 2h30 no Cruzeiro das Ilhas; para São Roque do Pico (e saíndo da Horta) demoraria 1h30 no mesmo barco, ou seja, poupava-se uma hora de mar aos passageiros (só ida) e duas horas à tripulação (ida e volta), caso a Atlânticoline tivesse escalado o porto do Cais do Pico.
  • A Atlânticoline também pouparia uma quantidade significativa de combustível se realizasse uma viagem mais curta (seriam 3h de navegação via São Roque do Pico, face às 5h navegadas entre Horta - Ribeiras - Horta).
Então e qual foi a justificação para preterir este porto da costa norte da ilha do Pico?
  • O comunicado oficial referia a famosa frase "(...) devido às condições meteorológicas que se fazem sentir (...)", a qual faria todo o sentido se o canal Pico - São Jorge estivesse intransitável, segundo as boas práticas de segurança, pois o porto em São Roque do Pico estava apto a receber navios, tal como se verá seguidamente; acontece que a Atlânticoline realizou uma viagem Horta - Velas - Horta, provando que o problema não estava no canal (refira-se ainda que o cancelamento da escala da Linha Verde em São Roque do Pico inviabilizou também a ligação entre as ilhas do Pico e de São Jorge).
  • O porto do Cais do Pico recebeu no mesmo dia a escala do navio de carga Ponta da Barca, propriedade da TMG, o qual esteve cerca de 9h atracado em São Roque do Pico, calma e serenamente a efetuar o seu serviço, provando que este porto tinha reunidas as condições necessárias e suficientes para receber navios [fotografia desta escala no final deste post].
Assim, foi notório que este cancelamento não teve uma justificação sólida, gerando mais uma vez incompreensão junto da população.

Posto isto, o que solicito à Atlânticoline é que passe a justificar detalhamente porque cancela as escalas em São Roque do Pico ou em qualquer outro porto, que condições não estão reunidas para o sucesso de uma escala e que deveriam estar, bem como diligenciar esforços junto da empresa Portos dos Açores para que haja uma boa comunicação e articulação de meios humanos e materiais, de forma a retomar operações em simultâneo no porto do Cais do Pico.

A Atlânticoline termina os seus comunicados de cancelamento dizendo "A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que esta alteração possa causar." Eu termino dizendo que se as medidas sugeridas anteriormente forem postas em prática, não só eu mas também a maioria dos passageiros marítimos compreenderão e apoiarão as decisões da Atlânticoline. Esta é uma empresa pública, logo de todos nós, e é cimentando confiança nela por parte da população que se alcança o sucesso pleno, desejo máximo de qualquer administração empresarial.

Haja saúde!

Post scriptum: Esta carta aberta foi enviada para o correio eletrónico da Atlânticoline, com cópia para o correio eletrónico da Secretaria Regional do Turismo e Transportes, a qual tem a tutela desta empresa pública de transportes marítimos.

Navio "Ponta da Barca" a operar no porto do Cais do Pico em 27/10/2015 (esteve atracado cerca de 9h).

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Vídeo de descolagem noturna na ilha do Pico

Com a recente entrada em vigor dos horários de inverno dos aviões que servem regularmente a ilha do Pico, e devido à mudança de moda por parte de SATA, o aeroporto da ilha montanha passou a ter, pela primeira vez, voos noturnos regulares.

O primeiro destes voos realizou-se no passado dia 25 de outubro (domingo), sendo que irão se repetir todas as sextas-feiras e domingos.

Aqui fica um registo vídeo da descolagem deste voo (filmado a partir do interior do avião), acompanhado de uma fotografia do exterior da aeronave, de forma a mais tarde recordar mais um dia histórico no aeroporto da ilha do Pico.

Haja saúde!

Nota importante: as imagens foram gravadas durante uma altura do voo em que a SATA solicita aos passageiros para que desliguem os equipamentos eletrónicos. No entanto, foi utilizado um telefone inteligente em "modo de voo" para esta gravação. A Comissão Europeia deu orientações, em dezembro de 2013, para que as companhias aéreas permitissem o uso de aparelhos eletrónicos, tais como telefones inteligentes, durante todas as fases do voo (incluindo a rolagem, a descolagem e a aterragem) desde que estes aparelhos estivessem em "modo de voo". Seguindo estas diretivas, a TAP permite o uso destes equipamentos em "modo de voo" durante todas as fases do voo desde janeiro de 2014. Assim, é do meu entendimento que todas as normas de segurança foram acauteladas durante a realização do vídeo que se apresenta de seguida.


domingo, 25 de outubro de 2015

Atualização de horários dos aviões - Inverno IATA 2015/2016

A mudança para a hora de inverno (último domingo de outubro) coincide também com o início da estação "Inverno IATA", onde são praticados novos horários nas ligações aéreas com a ilha do Pico.

Mais concretamente, o aeroporto da ilha montanha passa a ter as seguintes ligações (até 26 de março de 2016):
  • Uma ligação diária com a ilha Terceira;
  • Duas ligações semanais com a ilha de São Miguel (sextas e domingos);
  • Duas ligações semanais com Lisboa (segundas e sábados).

De seguida apresenta-se uma tabela com o resumo destes novos horários, sendo que todos os horários já atualizados encontram-se disponíveis no separador "Aviões" deste blog.

Haja saúde!

Horas 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Sáb Dom
08:00*
09:40
LIS
PIX
10:25
14:50*
PIX
LIS**
10:30
11:05
TER
PIX
TER
PIX
TER
PIX
10:40
11:15
TER
PIX
TER
PIX
TER
PIX
11:30
12:05
PIX
TER
PIX
TER
PIX
TER
11:40
12:15
PIX
TER
PIX
TER
PIX
TER
12:00*
13:40
LIS
PIX
14:25
18:50*
PIX
LIS**
17:00
17:35
TER
PIX
17:45
18:35
PDL
PIX
PDL
PIX
18:00
18:35
PIX
TER
19:05
19:55
PIX
PDL
PIX
PDL
Horas 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Sáb Dom

Legenda: PIX - Pico | PDL - Ponta Delgada | TER - Terceira | LIS - Lisboa |
* - hora do continente | ** - o voo Pico/Lisboa efetua uma escala na ilha Terceira

Aterragem do voo S4 4043 (Lisboa-Pico) em 24/10/2015.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Atlânticoline vai deixar de escalar São Roque do Pico de segunda a quinta

Já é conhecido o novo horário da Linha Verde, respeitante ao transporte marítimo de passageiros nas ilhas do Triângulo (Pico, São Jorge e Faial), e que estará em vigor desde o próximo dia 1 de novembro até 14 de junho de 2016 (no fim deste post encontra-se cópia deste horário).

Entre as novidades, o novo horário apenas mantém duas ligações diárias no Triângulo às segundas, quartas e sextas-feiras, enquanto os restantes dias da semana contam somente com uma ligação diária.

Mas uma análise mais minuciosa a este novo horário revela que o porto do Cais do Pico, localizado na vila de São Roque do Pico, apenas será escalado às sextas-feiras, sábados e domingos. Esta é uma medida que penaliza todos aqueles que pretendem se deslocar entre as ilhas do Pico e de São Jorge, tal como foi demonstrado numa carta aberta ao Senhor Presidente do Governo Regional dos Açores sobre ligações marítimas no Triângulo.

Recorde-se que, em junho passado, o Secretário Regional do Turismo e Transportes reconheceu a importância da ligação São Roque do Pico - Velas, tendo o Governo Regional dos Açores dado instruções à então Transmaçor para repôr essa ligação durante todos os dias da semana exceto às quartas e quintas-feiras, dias em que geralmente operam os navios porta-contentores, o que inviabiliza a operação por questões de segurança.

Como curiosidade, imagine-se uma pessoa que uma vez por semana faz uma viagem de ida e volta entre São Jorge e o Pico. Se a fizer via porto da Madalena, o tempo de mar (1h20) é 30 minutos superior para cada lado do que se for feito via porto do Cais do Pico (0h50). Por outras palavras, essa pessoa gasta mais uma hora em cima do mar (ida e volta) se o navio não escalar São Roque do Pico. Se essa mesma pessoa fizer este trajeto durante a vigência deste novo horário (de 1 de novembro de 2015 até 14 de junho de 2016), então durante sete meses e meio gastará uma hora extra por semana, o que significa que nessas 32 semanas perdeu 32 horas em cima do mar - mais do que um dia completo na sua vida!

Haja saúde!

HORÁRIO DA LINHA VERDE

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Canceladas escalas da Linha Verde em São Roque do Pico esta sexta-feira, dia 23 de outubro

Comunicado da Atlânticoline:
[Nota sobre este comunicado: ao contrário do que tinha sido prática comum até aqui, a Atlânticoline deixou de publicar no seu website estes comunicados relativos ao cancelamento de escalas em São Roque do Pico, apresentado-os apenas no Facebook, o que limita o alcance destes avisos aos possíveis interessados.]
A Atlânticoline, S.A. informa que, devido à presença de um navio de contentores em São Roque durante esta sexta-feira, 23 de outubro, foram canceladas as escalas da Linha Verde naquele porto. O itinerário e o horário da Linha Verde para sexta-feira são, assim, reajustados de acordo com o quadro seguinte.
A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que este cancelamento possa causar.
Haja saúde!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Picuense, Piquense, Picoense ou Picaroto?

Entre as diversas curiosidades relacionadas com a ilha do Pico, o gentílico dos naturais da ilha montanha (nome designativo da ligação de alguém relativamente ao lugar - país, região, estado, cidade - onde nasceu, habita ou ao qual pertence) não só é bastante original, como também foge a todas as regras do vocabulário da língua portuguesa.

Nos Açores existem diversos gentílicos (Santa Maria - mariense; São Miguel - micaelense; Terceira - terceirense; Graciosa - graciosense; São Jorge - jorgense; Faial - faialense; Flores - florentino; Corvo - corvino), sendo que os naturais da ilha do Pico não têm um mas sim dois gentílicos à disposição: picoense e picaroto!

O gentílico picaroto é aquele que normalmente gera mais curiosidade para quem o ouve pela primeira vez. Deve ler-se "picarôto" e, segundo o dicionário, esta palavra também pode ser utilizada como sinónimo de ponto mais alto de monte, montanha, etc.

Em relação ao gentílico picoense, este é aquele que se segue a regra maioritariamente aplicada nos Açores, mas que curiosamente não está definido no dicionário [*ver nota no final]. No seu lugar encontra-se a palavra picuense, a qual, apesar de corresponder à forma de como se deve ler picoense, não é um termo que seja utilizado na ilha do Pico. Este é um claro exemplo de como os dicionários não refletem a realidade local, pois na ilha montanha o que se pode encontrar é «Farmácia Picoense», «Panificadora Picoense», «Electrificadora Picoense», etc.

No site Ciberdúvidas (espaço de esclarecimento, informação, debate e promoção da língua portuguesa) já foi levantada esta questão de no dicionário constar picuense ao invés de picoense. A resposta não poderia ser mais surpreendente: picuenses é a forma consagrada pelo uso para designar os naturais da ilha do Pico, mas a forma correta seria... piquenses! Curiosamente, esta forma supostamente correta também não está definida no dicionário.

Em suma, quem é da ilha montanha é picoense ou picaroto, mas se tiver alguma dúvida pode sempre dizer que é... da ilha do Pico!

Haja saúde!

*Nota: Alguns meses após a publicação deste post, o gentílico picoense passou a fazer parte do dicionário, mostrando assim que a língua portuguesa é primordialmente feita, e deve continuar a ser, pelos falantes da mesma.

Foto original da autoria de Taus.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Navio "Mestre Simão" em docagem durante seis semanas; "Cruzeiro do Canal" fica no seu lugar

O navio "Mestre Simão" irá estar cerca de seis semanas longe dos Açores, mais concretamente em Aveiro, devido a um processo de certificação obrigatório. Durante este tempo, diversas ligações no Triângulo serão asseguradas pelo navio "Cruzeiro do Canal".

A viagem do navio "Mestre Simão", entre os Açores e Aveiro, pode ser acompanhada clicando neste link.

Apresenta-se de seguida e na íntegra o respetivo comunicado da Atlânticoline (datado de 19 de outubro de 2015):
O ferry “Mestre Simão”, da Atlânticoline, S.A., partirá hoje [segunda-feira, 19 de outubro] com destino ao continente português para docagem, procedimento obrigatório de dois em dois anos, para efeitos de certificação do navio.
Durante a estada do “Mestre Simão” em doca seca, que deverá prolongar-se por cerca de seis semanas, as ligações marítimas diárias no Triângulo serão asseguradas pelo “Gilberto Mariano” e pelo “Cruzeiro do Canal”.
Assim, de segunda a sexta-feira, o “Cruzeiro do Canal” fará a viagem da manhã na Linha Verde, até São Jorge, bem como a última ligação do dia na Linha Azul, com saída às 17h15 da Horta e às 18h00 da Madalena. Nestes dias o “Gilberto Mariano” fará a ligação da tarde na Linha Verde, operando nas três primeiras viagens do dia na Linha Azul.
Ao sábado o “Gilberto Mariano” fará todas a viagens da Linha Azul, enquanto que o “Cruzeiro do Canal” fará a viagem da Linha Verde. Ao domingo será o ferry a viajar até São Jorge, bem como a realizar as três primeiras ligações da Linha Azul, com o “Cruzeiro do Canal” a fazer a última ligação do dia no Canal.
Após a chegada do “Mestre Simão”, será a vez do “Gilberto Mariano” partir para a docagem obrigarória, mantendo-se o esquema de alternância entre o ferry e um dos “Cruzeiros” na operação.
Inicialmente, os prazos definidos pela Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos coincidiam com a época alta da operação. Por essa razão, a Atlânticoline pediu a prorrogação dos prazos, para que as docagens pudessem passar a acontecer nesta altura do ano.
Estas docagens representam ainda custos muito consideráveis para a empresa. Para além dos custos com o estaleiro, a docagem dos dois ferries implica gastos adicionais com deslocação de tripulações, combustíveis, materiais e com as próprias certificações que serão emitidas. Os custos totais da docagem dos dois ferries ascendem a cerca de 250 mil euros. Este procedimento é absolutamente imperativo para a certificação do “Mestre Simão” e do “Gilberto Mariano”. Enquanto decorre a docagem, a Atlânticoline aproveitará para fazer alguns trabalhos de manutenção nos navios.
Haja saúde!

@ Site da Atlânticoline

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Canceladas escalas da Linha Verde em São Roque do Pico esta terça-feira, dia 20 de outubro

Comunicado da Atlânticoline:
A Atlânticoline, S.A. informa que, devido à presença de um navio de contentores em São Roque durante o dia de amanhã, 20 de outubro, foram canceladas as escalas da Linha Verde naquele porto. O itinerário e o horário da Linha Verde para amanhã são, assim, reajustados de acordo com o quadro seguinte.
A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que este cancelamento possa causar.

Haja saúde!

sábado, 17 de outubro de 2015

Campanha SOS Cagarro 2015


A Campanha SOS Cagarro 2015 já está em marcha! Esta campanha, que decorre até 15 de novembro [perto do seu término foi prolongada até 20 de novembro], tem como principal objetivo envolver as populações e entidades no salvamento dos cagarros juvenis encontrados junto às estradas e na sua proximidade.

O cagarro é uma ave procelariforme migratória (ou seja, que habita o oceano aberto), sendo também a ave marinha mais abundante nos Açores. Aliás, é nas ilhas açorianas que se encontra a maior concentração mundial de cagarros (cerca de 75% da população mundial da subespécie Calonectris diomedea borealis e cerca de 65% da população mundial da espécie Calonectris diomedea nidifica nos Açores).

Sabia que todos os anos, por volta de março, os cagarros regressam à mesma ilha e ao mesmo ninho onde se reproduziram pela primeira vez? O parceiro é sempre o mesmo todos os anos e os rituais de reconhecimento e acasalamento são complexos. As crias nascem em maio, sendo que em outubro abandonam os ninhos rumo ao mar. Estas só regressam para se reproduzir passados 5 anos.

A conduta a seguir para o salvamento de um cagarro juvenil encontrado é:
  1. Aproximar-se lentamente da ave por trás, para não a assustar;
  2. Com calma e segurança cobrir o corpo da ave com um casaco, toalha ou manta;
  3. Sem magoar a ave, segurá-la pelo pescoço e pela cauda, de modo a envolver integralmente o seu corpo;
  4. Com cuidado, colocá-la numa caixa de cartão com furos para permitir a ventilação;
  5. Entregá-lo a um dos postos locais mantidos pelo Serviço de Ambiente nesta época para recebê-los.
Enquanto estiver na sua posse, a ave deverá ser mantida protegida na caixa, em local tranquilo e escuro, ao abrigo de animais domésticos como cães e gatos. Neste momento, a ave não necessita de alimento ou água [imagens de salvamentos efetuados no passado em São Roque do Pico são apresentados no final deste post].

Este ano salve um cagarro. Faça um amigo!

Haja saúde!

Oiça a canção "O Cagarro", da autoria de Zé Duarte, adoptada pelo Governo Regional na Campanha SOS Cagarro:







sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Pico mantém excelente desempenho na hotelaria tradicional

Segundo os dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores relativos às dormidas na hotelaria tradicional, a ilha do Pico tem mantido uma variação percentual positiva neste indicador turístico, considerando todos os meses já apurados de 2015 (até agosto) e em comparação com o período homólogo de 2014.

Os dados estatísticos revelam ainda que as ilhas do Pico e de São Miguel foram as únicas que registaram sempre uma variação positiva quando se analisa individualmente cada mês (de janeiro a agosto).

Também é interessante analisar os dados relativos aos meses tradicionalmente fortes no turismo (junho, julho e agosto): a ilha montanha, à semelhança da maioria das ilhas açorianas, registou um crescimento menor nestes meses quando comparado com o total anual já apurado (de janeiro a agosto). Isto revela que o turismo nos Açores está a ser alargado no tempo, caminhando no sentido de deixar de estar muito concentrado nos meses de verão.

É importante realçar ainda que, considerando individualmente os meses de junho, julho e agosto, para além de São Miguel, apenas as ilhas do Pico, de São Jorge e do Faial registaram sempre mais dormidas este ano do que nos respetivos meses do verão passado, provando que o Triângulo é um destino apetecível e em constante crescimento.


Recorde-se que estes dados são relativos às dormidas na hotelaria tradicional, ou seja, não têm em conta o turismo em espaço rural. Mesmo sem existirem dados oficiais, a ilha montanha provavelmente também obtém um excelente desempenho, não só porque o turismo rural é muito procurado na ilha do Pico, mas também porque o concelho de São Roque do Pico é precisamente a Capital do Turismo Rural.

Haja saúde!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

ILS do aeroporto do Pico deve estar certificado até ao final de março de 2016

Segundo uma conversa do Secretário Regional do Turismo e Transportes com jornalistas ontem (14 de outubro de 2015), o processo de certificação do sistema ILS (Instrument Landing System) do aeroporto do Pico, o qual ajuda os aviões a aterrar, deve estar concluído até ao final do primeiro trimestre de 2016.

Vítor Fraga afirmou que o que está em falta são "algumas obras, nomeadamente na cabeceira da pista e o processo normal de certificação que envolve a NAV [Navegação Aérea de Portugal]".

O que é o ILS?

O ILS é um sistema automático que possibilita a aterragem assistida por computador a aeronaves, sob condições de adversidade extrema, como neblinas, nevoeiros e chuva intensa. Uma vez ativado, o ILS cria uma espécie de corredor eletrónico que controla o avião e o transporta para a pista, mesmo que, no interior do aparelho, a tripulação não a consiga avistar [clique aqui para mais informações].

Nos Açores, o sistema ILS encontra-se operacional nos aeroportos das ilhas de Santa Maria, de São Miguel e Terceira.

No final deste post apresenta-se uma fotografia de parte do equipamento ILS do aeroporto da ilha do Pico, bem como um vídeo relacionado com um teste a este sistema ILS do aeroporto da ilha montanha, o qual foi realizado em novembro de 2011.

Haja saúde!


quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Qualidade da água da torneira em São Roque do Pico continua a apresentar bom desempenho

À semelhança dos dados revelados no ano passado, o concelho de São Roque do Pico foi o único da ilha montanha que em 2014 apresentou um indicador de "água segura" superior a 99%, podendo assim a respetiva água da torneira ser qualificada como tendo "bom desempenho" [vídeo sobre a água que se consume em São Roque do Pico].

Segundo o relatório anual do controlo da qualidade da água para consumo humano nos Açores, na região existem 8 concelhos que apresentam água com "bom desempenho" (indicados com bola verde na tabela anexa), outros 10 concelhos estão próximos de 99% no indicador de "água segura" mas não atingem este valor (bola amarela) e apenas um concelho apresenta um resultado abaixo dos 95% de referência (bola vermelha).

Haja saúde!

Tabela de "água segura" por concelho compilada a partir dos dados do relatório anual do controlo da qualidade da água para consumo humano nos Açores, onde VP significa Valor Paramétrico (sinónimo da excelência da qualidade da água).

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Cancelamento das escalas da Linha Verde em São Roque do Pico na manhã de terça, 13 de outubro

Comunicado da Atlânticoline:
A Atlânticoline, S.A. informa que, devido às condições meteorológicas adversas que se fazem sentir, foram canceladas as escalas em São Roque na viagem da Linha Verde da tarde de hoje, 12 de outubro, e de amanhã de manhã, 13 de outubro.
A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que este cancelamento possa causar.
Haja saúde!

domingo, 11 de outubro de 2015

Ilhas do Triângulo em destaque na Agência Espacial Europeia (com vídeo e imagem satélite)

O satélite Sentinel-1, propriedade da Agência Espacial Europeia (vulgarmente conhecida por ESA), captou no dia 16 de março de 2015 uma imagem das três ilhas dos Açores que formam o Triângulo: Pico, São Jorge e Faial.

Esta imagem de radar, a qual se apresenta no fim deste post, foi processada para mostrar o mar em tons de azul e a terra em tons de verde, tendo sido divulgada publicamente na passada sexta-feira, dia 9 de outubro.

Mas a ESA não se limitou a publicar esta magnífica imagem: foi feita uma descrição (em inglês) da história e geografia destas três ilhas, a qual acompanha a imagem, bem como um vídeo explicativo (também em inglês) de toda esta informação, o qual se apresenta abaixo e que foi intitulado "Portuguese Wonders" ("Maravilhas Portuguesas").

Finalmente, não pode deixar de ser aqui referido aquilo que foi destacado pela ESA sobre a ilha do Pico (traduzido a partir da versão original em inglês):
Batizada com o nome da sua imponente montanha, a ilha do Pico é uma das mais belas e subestimadas ilhas dos Açores. A sua história foi moldada pela baleação e pelo vinho. O famoso vinho do Pico e as vinhas classificadas como património mundial pela UNESCO, bem como a construção naval em madeira, são características contemporâneas do Pico.
A caça à baleia deu lugar ao estudo e observação de baleias, golfinhos e outros mamíferos marinhos. Desde que as erupções vulcânicas terminaram há 300 anos atrás, o Pico é considerado como estando adormecido, adicionando mistério à ilha e tornando-se numa atração para os cientistas.

Haja saúde!

© Copernicus Sentinel data (2015)/ESA - link para download da imagem em alta resolução.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Cancelamento das escalas da Linha Verde em São Roque do Pico este sábado, 10 de outubro

Comunicado da Atlânticoline:
A Atlânticoline, S.A. informa que, devido à presença de um navio de contentores em São Roque este sábado, dia 10 de outubro, as escalas da Linha Verde naquele porto serão canceladas. Assim, o itinerário da ligação no Triângulo para o dia em questão será feito de acordo com o quadro abaixo.
A Atlânticoline agradece a compreensão dos passageiros, lamentando quaisquer transtornos que este cancelamento possa causar.
Haja saúde!

E a SATA mudou de moda!

Em junho deste ano de 2015 foi publicado neste blog um post intitulado "A moda e a SATA", o qual chamava a atenção para o facto de no próximo Inverno IATA (do último domingo de outubro até ao último domingo de março) a ilha do Pico ficar pior servida em termos de horários nas ligações aéreas com a ilha de São Miguel (em suma, as duas ligações diretas semanais passariam a ser efetuadas às terças e às quintas).


Em agosto passado foi publicado um outro post relacionado com o mesmo assunto, desta vez demonstrando a importância da rota aérea Ponta Delgada - Pico - Ponta Delgada, onde se comprovava, a partir de dados da própria SATA, que esta rota é a segunda com mais procura nos Açores (em percentagem face à oferta), ficando em primeiro se só forem consideradas as ligações às ilhas do Triângulo (este artigo também foi publicado na edição n.º 40.768 do 'Diário dos Açores', de 29 de agosto de 2015, por solicitação do referido jornal).

Pois bem, parece que a SATA teve em consideração estas e outras reivindicações de picarotos, tendo decidido alterar os horários que servem a ilha do Pico para a seguinte versão (em vigor a partir de 25 de outubro):

Horas 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Sáb Dom
08:00*
09:40
LIS
PIX
10:25
14:50*
PIX
LIS**
10:30
11:05
TER
PIX
TER
PIX
TER
PIX
10:40
11:15
TER
PIX
TER
PIX
TER
PIX
11:30
12:05
PIX
TER
PIX
TER
PIX
TER
11:40
12:15
PIX
TER
PIX
TER
PIX
TER
12:00*
13:40
LIS
PIX
14:25
18:50*
PIX
LIS**
17:00
17:35
TER
PIX
17:45
18:45
PDL
PIX
PDL
PIX
18:00
18:35
PIX
TER
19:05
19:55
PIX
PDL
PIX
PDL
Horas 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª Sáb Dom

Legenda: PIX - Pico | PDL - Ponta Delgada | TER - Terceira | LIS - Lisboa |
* - hora do continente | ** - o voo Pico/Lisboa efetua uma escala na ilha Terceira

Como se pode observar, nesta nova versão a rota Ponta Delgada - Pico - Ponta Delgada será efetuada às sextas e aos domingos, em ambos os casos ao final do dia (ou seja, haverá voos noturnos regulares), o que permite aos micaelenses uma "escapadinha" de fim de semana à ilha montanha, bem como uma visita dos picarotos a São Miguel, isto sem terem de faltar ao trabalho nos dias úteis.

Esta sim é a verdadeira companhia aérea regional, a qual serve os interesses de todos os açorianos de forma justa e equilibrada, sobretudo tendo em consideração não só o serviço público mas também a procura pelos vários destinos açorianos.

As diversas estatísticas têm demonstrado que o Pico está na moda; a SATA, após algumas variações, reconheceu agora que tinha apresentado anteriormente um horário que estava fora de moda e felizmente mudou de moda!

Haja saúde!

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Vídeo da ilha do Pico em 1960

O YouTube é um repositório onde podem ser encontrados inúmeros vídeos sobre os mais diversificados temas. E é sempre uma agradável surpresa quando surgem vídeos retratando as vivências dos nossos antepassados e as paisagens em que se inseriam.

O vídeo que se segue é disso exemplo: um retrato da ilha do Pico, das suas gentes e dos seus costumes em 1960.

Vejam as imagens, porque valem mais do que "montes poderes" de palavras!

Haja saúde!

[Outros vídeos:

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Concurso de música "Discover Azores 2016"

[Prozac Camel - vencedor do Prémio de Música 2016 | música vencedora]

Encontra-se aberto o concurso de música "Discover Azores 2016", subordinado ao tema "Agora Açores".

Músicos nos Açores têm, assim, uma oportunidade para mostrarem os seus talentos neste concurso da MiratecArts que oferece prémios aos vencedores, incluindo participação no Azores Fringe Festival 2016 (inclui viagem interilhas e 2 dias de estadia durante o Fringe em junho de 2016).

O vencedor, bem como os finalistas, também terão a oportunidade de fazer parte do CD "Agora Açores", o qual será o produto final desta quarta edição do prémio.

As condições de participação são:
  1. O concorrente deverá ser açoriano ou residente nos Açores desde 2013 e ser maior de 16 anos de idade.
  2. Características do material a concurso: o tema musical deverá ser original, gravado depois de janeiro de 2013, apresentado em formato MP3, com um mínimo de 2 e um máximo de 5 minutos.
  3. Os trabalhos serão aceites através do email info@mirateca.com até ao dia 30 de janeiro de 2016.
  4. A mensagem de inscrição no concurso deverá incluir nome e uma frase respondendo à seguinte questão: "Porque participa neste concurso?" Adicionalmente, e no caso do tema já ter sido publicado, há que indicar título do CD, créditos artísticos e de produção.
Os finalistas serão contactados na primavera de 2016 e apenas o vencedor do prémio será anunciado em público.

Mais informações podem ser encontradas em www.discoverazores.eu.

Haja saúde!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Voos entre a Holanda e o Pico em 2016!

O operador turístico TUI, a maior companhia a nível mundial na área do lazer, viagens e turismo, anunciou ontem, dia 5 de outubro, que no próximo verão de 2016 vai estrear uma rota entre a cidade de Amesterdão, na Holanda, e a ilha do Pico.

Segundo vários sites holandeses que já começaram a publicitar este novo destino [site 1 | site 2 | site 3], a operação terá lugar às segundas-feiras e será realizada pela companhia aérea TUIfly recorrendo a uma aeronave Boeing 737-800, a qual dispõe de 183 lugares. Esta é uma rota que estará disponível para venda em meados de outubro e que será conjugada com uma escala em São Miguel, sendo que às sextas-feiras o mesmo operador turístico efetuará uma rotação entre a Holanda e a Terceira, também conjugada com uma escala em São Miguel.

O diretor da TUI, Luc Lentjes, afirmou que o lançamento desta nova rota com a ilha montanha teve origem nos pedidos dos clientes e com o facto de, a partir do Pico, se poder chegar a outras ilhas de barco, como o Faial e São Jorge.

Esta é uma excelente notícia para a ilha do Pico, em particular, e para todas as ilhas do Triângulo, em geral. É de salientar que é a primeira vez que um operador privado entra diretamente pelo Pico, tendo escolhido esta ilha e não outra como porta de entrada para o Triângulo.

Depois de recentemente ter havido um dia histórico no aeroporto do Pico com o primeiro voo internacional para fora do espaço Schengen, depois de mais uma vez ter sido registado na ilha montanha o maior crescimento a nível Açores no que respeita aos passageiros aéreos desembarcados, esta operação da TUI vem comprovar que o Pico é um destino com imensa procura.

Para finalizar, aqui fica uma pequena reflexão sobre o próximo verão de 2016: a maior companhia turística do mundo decide criar uma rota entre o norte da Europa e o Pico; por outro lado, a companhia aérea regional dos Açores SATA tem planos para reduzir o número de voos para a ilha montanha! Parece que há qualquer coisa que não bate certo...

Haja saúde!
[Os bilhetes para este voo podem ser adquiridos clicando neste link.]
[Link para tudo sobre o primeiro voo Amesterdão-Pico-Amesterdão.]

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Queijo do Pico entre os melhores de Portugal

O Queijo do Pico foi recentemente considerado, pelo site Ruralea, como um dos 12 melhores queijos de Portugal.

Este é um produto da ilha montanha com de Denominação de Origem Protegida (DOP), o que significa que o uso do nome "Queijo do Pico" está protegido pelas leis da União Europeia, de forma a garantir que o respetivo produto tem características que são devidas ao meio geográfico específico, aí se compreendendo os fatores naturais e humanos.

A origem do Queijo do Pico perdeu-se na memória dos tempos. Sabe-se que já se fabricava nos finais do século XVIII e, desde então, as suas regras de saber fazer têm sido transmitidas de geração em geração, até aos dias de hoje.

Trata-se de um queijo curado, cuja cura deve demorar no mínimo 20 dias, e que resulta do esgotamento lento da coalhada após coagulação do leite de vaca cru, com coalho de origem animal (link para mais informações sobre este tipo de queijo).

É de realçar ainda o facto de outro queijo açoriano, mais concretamente o Queijo São Jorge (igualmente um produto DOP), também estar na lista dos melhores queijos portugueses.

Haja saúde!

sábado, 3 de outubro de 2015

Escala de navios de mercadorias no Porto do Cais do Pico - outubro 2015

A Transinsular publicou no seu site a escala para o mês de outubro dos navios de carga que efetuam a ligação Continente - Açores (clique na imagem da escala para a ver melhor).


Os navios e as datas em que vão visitar o porto do Cais do Pico, na vila de São Roque do Pico, encontram-se indicados na tabela seguinte (clicando no nome do navio abre uma nova janela com a localização atual do mesmo).

DiaNavio
08 de outubro (quinta-feira)Sete Cidades
15 de outubro (quinta-feira)Ponta do Sol
20 de outubro (terça-feira)Sete Cidades
28 de outubro (quarta-feira)Furnas

Previsão de entradas e saídas de navios - porto do Cais do Pico: Todas estas informações também se encontram disponíveis no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

E em agosto o destino que mais cresceu em passageiros aéreos foi... o Pico!

Segundo os dados mais recentes do Serviço Regional de Estatística dos Açores relativos ao transporte aéreo, a ilha do Pico foi a que mais cresceu no mês de agosto em termos de passageiros desembarcados (em percentagem e comparando com o período homólogo de 2014 - ver tabela).


Os dados estatísticos mostram como em agosto de 2015 desembarcaram no aeroporto da ilha do Pico 17,4% mais passageiros do que no mesmo período de 2014, valor este de dois dígitos que apenas é comparável com os 15,2% do aeroporto de Ponta Delgada. Também é de realçar que estes dois destinos açorianos (Pico e São Miguel) foram os únicos que cresceram acima da média dos Açores, não só no mês de agosto mas também no período acumulado de 2015 face a igual intervalo de tempo do ano transato.

No entanto, alguns dirão que uma avaliação em percentagem, apesar de justa, esconde os valores absolutos e não permite avaliar qual o verdadeiro impacto do crescimento dos passageiros aéreos que se tem verificado, de forma generalizada, em todas as ilhas dos Açores. Analise-se, então, alguns valores absolutos.

Em agosto deste ano desembarcaram mais 14.057 passageiros do que em igual período de 2014, os quais se distribuíram da seguinte forma:
  • + 10.816 para São Miguel;
  • + 1.030 para o Pico;
  • + 892 para a Terceira;
  • + 815 para o Faial;
  • + 295 para as Flores;
  • + 270 para São Jorge;
  • - 1 para Santa Maria;
  • - 29 para a Graciosa;
  • - 31 para o Corvo.
As estatísticas revelam um dado impressionante: em termos absolutos, o Pico foi a segunda ilha com maior crescimento no número de passageiros desembarcados, superando destinos com volumes de passageiros muito superiores, tais como a Terceira (destino com cerca de 5 vezes mais passageiros do que a ilha montanha) e o Faial (destino com cerca do dobro dos passageiros do que a ilha do Pico).

Estas estatísticas apenas surpreendem quem não tem acompanhado a evolução do destino Pico, onde não é a primeira vez que este é o destino que mais cresce nos passageiros aéreos, as respetivas taxas de crescimento já chegaram a superar os 40% e os voos chegam a ter uma taxa de ocupação de 99%.

Tudo isto acontece na apelidada "ilha do futuro", a qual não tem voos low cost, vê os voos interilhas a serem alterados para piores horários ou com planos para serem reduzidos, enquanto outras ilhas açorianas que menos crescem têm um reforço de voos, viagens promocionais financiadas pela República ou operações charter subsidiadas (as famosas variações da SATA, agora também aliadas a umas promoções da TAP que não podem ser extensíveis à ilha do Pico porque esta empresa abandonou a ilha montanha).

A verdade é que os dados estatísticos não mentem: o Pico afirma-se cada vez mais como uma ilha do presente porque está definitivamente na moda!

Haja saúde!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Atualização de horário dos barcos - outubro 2015

Com a chegada de outubro são suprimidas algumas ligações marítimas com a ilha do Pico, nomeadamente:
  • Linha Verde (Pico, São Jorge, Faial) - aos sábados e aos domingos passa a existir apenas uma ligação diária entre as ilhas do Triângulo (mantendo-se duas ligações diárias nos restantes dias da semana);
  • Linha Azul (Pico, Faial) - é suprimida a viagem das "oito da noite" (ficando 4 ligações diárias entre Pico e Faial nesta linha).

Todos os horários já atualizados encontram-se disponíveis no separador "Barcos" deste blog.

Haja saúde!